O Mundo do Software Livre muito além do Linux! (Notícias e Dicas)

Aúncio


domingo, julho 31, 2005

Anti-pirataria da MS crackeado em 24 horas



Fonte:


A Microsoft lançou ontem o Microsoft Genuine Advantage, uma modificação nos sistemas do Windows Update para impedir que usuários usando Windows pirata conseguissem atualizar seus sistemas.

Esta restrição é feita instruindo o navegador a baixar um ActiveX que informa ao site da Microsoft o número de série do Windows. Caso o número de série não seja reconhecido como um número válido, o site informa ao usuário que seu sistema é pirata, forçando-o a comprar uma versão legalizada.

Entertanto, 24 horas após a ativação deste sistema, já circula pela Internet um método de impedir que o Windows Update bloqueie as atualizações. Basta digitar javascript:void(window.g_sDisableWGACheck='all') na barra de endereços do Internet Explorer, antes de clicar nos botões "Custom" ou "Express", no site Windows Update.

É claro que em pouco tempo o esquema será mudado para algo que seja, pelo menos por um tempo maior, mais parrudo e casca grossa. Mas que tipo de estratégia de segurança é essa, que confia em um javascript para validar a entrada de dados e passagem de parâmetros? Eles ainda não aprenderam que esse tipo de notícia é ruim para a imagem da empresa?

[]s, MM









sexta-feira, julho 29, 2005

Com novo serviço, Microsoft faz Apple sumir do mapa




Fonte:



da Folha Online

A Microsoft, rival de longa data da Apple, deu um jeito de tirar o concorrente do mapa. Em seu serviço de buscas com imagens via satélite Virtual Earth, a empresa de Bill Gates mostra uma espécie de galpão no lugar dos modernos prédios da Apple, localizados no vale do Silício (Califórnia).

Segundo a agência de notícias Associated Press, a Microsoft afirma que a imagem divulgada é antiga.

A companhia de Gates disse que sua nova ferramenta está em fase de testes e inclui fotos registradas a partir de 1991 --muitas delas em preto e branco. As datas divulgadas junto com os direitos autorais, no entanto, são 2004 e 2005.

Já com a ferramenta Google Maps, o internauta consegue ver a sede da Apple como é hoje. Os serviços da Microsoft e Google têm, teoricamente, as mesmas fontes: imagens capturadas por satélites do governo.

Com agências internacionais

Leia mais

No embalo do Google, Microsoft cria busca com imagens de satélite








quinta-feira, julho 28, 2005

Deu no O Dia: O que pesa é o conhecimento




Fonte:



Cresce no mercado a percepção de que ser certificado é importante, mas não o suficiente para garantir a qualidade do profissional de TI Cristina De Luca e Mylène NenoA pequena Arfa Karim Randhawa, uma paquistanesa de 10 anos, se encontrou com o todo-poderoso Bill Gates semana passada na sede da Microsoft, nos Estados Unidos. O que isso tem de tão importante?

É que, aos nove anos, a menina obteve certificação como profissional qualificada da Microsoft e se tornou uma das mais jovens a conquistar o título, depois do indiano Mridul Seth, de oito, que obteve a certificação em novembro do ano passado.

Essas situações impressionantes fazem alguns questionarem até que ponto é válido o conhecimento empacotado por determinado fabricante, por meio de treinamentos oficiais em instituições autorizadas. Aos poucos o mercado vai percebendo que ser proficiente em determinada tecnologia não é garantia de conhecê-la e entendê-la.

“Essas certificações foram um retrocesso”, diz Benito Paret, presidente do Sindicato das Empresas de Informática do Rio de Janeiro (Seprorj), preocupado com a queda da qualidade dos profissionais de TI.

Razão pode estar no modelo imposto

“Cursos oficiais não aprofundam o currículo. Não abordam a solução de problemas. Quase sempre se limitam a ensinar o feijão-com-arroz. Não dão liberdade ao instrutor de mostrar as falhas do produto. Fugir ao script para preparar o aluno para lidar com situações reais”, argumenta Márcio Cury, coordenador do Grupo M.Cury, que em seus cursos livres prepara os alunos para obterem certificações Microsoft, Linux, Cisco e CompTia.

“Um curso de certificação oficial é totalmente orientado para determinada marca. Já o treinamento livre está desvinculado do fabricante e mais comprometido com a qualidade”, afirma Frederico Novaes, gerente do Senac Rio, instituição que tem em seu catálogo cursos oficiais (Cisco, Conectiva, 3Com etc.) e livres. “Por isso, em alguns momentos é preciso se desvincular”.

Liberdade de atuação ajuda na formação

Essa liberdade também é apontada por Andre Kischinevsky, diretor do Infnet, como um dos motivos de não optar por determinadas “bandeiras”. “Alguns fabricantes limitam muito a forma de o parceiro lidar com seus alunos”, diz. “Na prática, o fabricante de boa política é aquele que garante qualidade sem tirar a liberdade do parceiro”, avalia Kischinevsky.

O Infnet é parceiro autorizado da Adobe, Macromedia, Microsoft e Real Networks, mas também oferece treinamentos livres de Oracle, Java e Linux. “É estranho esse conceito de curso oficial de Linux diante de tantas distribuições. Na prática, há cursos oficiais piores que os nossos”, alfineta.

“Muitas vezes o aluno chega aqui, depois de já ter a certificação, com o sentimento de que falta algo. Aprendeu como o sistema funciona, mas não adquiriu habilidade prática”, afirma Cury.

Todos concordam que a certificação continua sendo pré-requisito para uma boa colocação no mercado. Mas nem sempre procurar um centro de treinamento autorizado pode ser o melhor caminho para obtê-la. “Eles formam operadores de determinados conjuntos de função”, diz Paret. “E não os técnicos que o mercado precisa”.

No fim de 2004, a Riosoft, aliada à Assespro-RJ e ao Seprorj, criou o QualiProject, programa de treinamento que oferece a certificação PMP - Project Management Professional.

“Nossa idéia é recriar a figura do desenvolvedor. Montamos o programa baseado na necessidade das empresas por profissionais qualificados. Mas só conseguimos ter 12 inscritos”, diz Paret.

O Dia - RJ - Índice - //27/07/2005


Fonte: O Dia








Empresas de Linux unem-se para o Debian




Fonte : noticiaslinux.com.br




Várias empresas de distribuições Linux confirmaram que estão participando de um projeto que tornará o Debian em uma opção séria para as empresas.
A iniciativa Debian está sendo chamada Debian Core Consortium (DCC).

A DCC deverá ser formalmente anunciada em agosto na conferência LinuxWorld, de acordo com a Progeny Linux. A Progeny, cujo presidente Ian Murdock também fundou a Debian, encabeça a DCC, com outros membros que incluem Credativ, Knoppix, LinEx, Linspire, Mepis, Skolelinux, Sun Wah Linux, UserLinux, VA Linux e Xandros. Várias outras companhias deverão aderir ao projeto, de acordo com Murdock.

Fonte: http://www.linuxworld.com.au/index.php/id;437563072;fp;16;fpid;0







Passos de instalação do Slackware em Flash




Fonte : noticiaslinux.com.br




Segue uma url com uma animação em flash mostrando passo a passo a instalação do Slackware Linux:

http://www.slackstuff.net/include/slackmov101/slackmov.swf

Fonte: http://www.sounerd.com.br/inde[...]ntent&task=view&id=243







Microsoft libera beta do Windows Vista para teste




Fonte:



SÃO PAULO – A Microsoft começou a liberar hoje o beta 1 do Windows Vista para teste. O novo sistema operacional está sendo entregue para membros do programa de desenvolvedores MSDN.

A versão para teste será entregue para mais de 10 mil profissionais em todo mundo, selecionados por meio do programa beta técnico, MSDN e Microsoft TechNet para opinarem sobre as inovações do produto.

A liberação do beta do Windows Vista estava prevista para 3 de agosto, mas a Microsoft resolveu antecipar o produto para alguns desenvolvedores.

Entre as novidades do novo sistema operacional, a Microsoft destaca o aprimoramento da segurança, gerenciamento e performance para que os usuários tenham ambientes mais confiáveis em seus PCs.

O beta 1 do Windows Vista também vem com novos recursos para ajudar usuários a visualizar, organizar e procurar informações mais rapidamente.

A versão para teste liberada hoje traz ainda o beta 1 do Internet Explorer. O novo navegador da Microsoft também vem com segurança reforçada, mais funcionalidades e maior capacidade de gerenciamento para administradores de redes corporativas.

A Microsoft promete a versão final da nova geração de sistema operacional no próximo ano.

Edileuza Soares, do Plantão INFO






Programa de software livre seleciona 500 jovens




Fonte:



SÃO PAULO – Saiu a lista dos selecionados para o programa do governo de capacitação em software livre. Foram escolhidos 500 jovens para o projeto nas cidades de São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília e Porto Alegre.

A seleção foi de 1º a 23 de julho e os aprovados vão participar do Programa Técnico Cidadão – Rede Livre de Jovens Empreendedores contra a Pirataria. O projeto foi criado pelo Ministério do Trabalho e Emprego em parceria com o Instituto Nacional de Tecnologia da Informação (ITI), o Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro) e a Sun Microsystems.

O programa é direcionado para jovens carentes de 16 a 24 anos com conhecimento de informática. O projeto recebeu 9.532 inscrições, dos quais 4.912 candidatos fizeram provas pela internet e 500 foram aprovados.

Eles receberão capacitação técnica e noções de empreendedorismo durante este semestre para atuarem como consultores de software livre. O governo espera transformar esses jovens em empreendedores para instalação de software em residências e em empresas.

Um dos objetivos do programa é o combate à pirataria de software proprietários instalados, em grande parte, nas pequenas empresas e residências dos grandes centros urbanos do país.

O lista dos aprovados está no site http://tecnicocidadao.soujava.org.br/ResultadoPTC.htm.


Edileuza Soares, do Plantão INFO






Evento reunirá usuários de sistemas BSD em SP




Fonte:



SÃO PAULO - No próximo dia 13 de agosto, será realizado, em São Paulo, o BSDDay. Organizado por usuários independentes, o evento terá palestras, tutoriais e treinamentos para difundir o BSD (Berkeley Software Distribution), software livre derivado do Unix, que serve de base para diversos sistemas operacionais como FreeBSD, OpenBSD e NetBSD.

Entre os assuntos abordados: instalação passo-a-passo do BSD, tunning de webservers com o FreeBSD, Unix de A a Z e gerenciamento de redes avançadas.

O BSDDay acontecerá na FIAP – Faculdade de Informática e Administração Paulista. Para participar, o interessado deverá levar 2 Kg de alimento não perecível. Mais informações e inscrições no site www.bsdday.com.br.




Silvia Balieiro, da INFO






Firefox ultrapassa 75 milhões de downloads




Fonte:



SÃO PAULO – O navegador Firefox atingiu 75 milhões de downloads, desde que foi apresentado ao mercado pela fundação Mozilla, em novembro de 2004. A expectativa da organização é chegar a 100 milhões de arquivos baixados até outubro, antes de o browser completar um ano de vida.

Os dados sobre o avanço do Firefox, que é distribuído gratuitamente, foram reportados no site de relacionamento da comunidade de código aberto SpreadFirefox.

O Firefox bateu a marca de 75 downloads no começo da tarde de ontem. Segundo a Mozilla, este número não inclui atualizações.

O site informa que logo nos primeiros três meses de vida foram baixados 25 milhões de arquivos do Firefox 1.0. Em abril deste ano, o navegador registrou 50 milhões de downloads.

Edileuza Soares, do Plantão INFO






quarta-feira, julho 27, 2005

MCT apóia pequena empresa de inovação tecnológica




Fonte:



SÃO PAULO –O Ministério de Ciência e Tecnologia, o MCT, anuncia nas próximas semanas uma linha de financiamento de 100 milhões de reais para incentivar pequenas empresas de inovação tecnológica.

O programa batizado de "Juro Zero" foi apresentado ontem pelo novo ministro do MCT, Sérgio Resende. É direcionado para os pequenos negócios inovadores com dificuldade para financiar pesquisas, desenvolver produtos e colocá-los à venda.

Os recursos virão de um convênio entre a Financiadora de Estudos e Projetos e o Fundo de Amparo ao Trabalhador. Serão beneficiadas as empresas que faturam até 10 milhões de reais por ano. O empréstimo máximo será de 900 mil reais e o mínimo, de um terço do valor da receita do ano anterior.

Resende afirma que a empresa atendida pelo programa pagará apenas os juros do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo, o IPCA. "Não haverá pagamento de juros além do correspondente à inflação oficial." O parcelamento poderá ser em até 100 prestações.


Edileuza Soares, do Plantão INFO






Estados Unidos aprovam medida para interferir no sinal da TV Sul




Fonte:



Emissora apoiada por Venezuela, Argentina, Cuba e Uruguai, começou a transmitir domingo (24). Câmara dos Representantes dos EUA aprovou medida para enviar “sons e imagens especiais” à Venezuela, com o objetivo de “neutralizar” novo canal. No Brasil, TV Educativa do Paraná já transmite parte da programação.

Marco Aurélio Weissheimer - Carta Maior 25/07/2005


Porto Alegre - A mais nova rede de televisão sul-americana começou a funcionar neste domingo (24), já enfrentando pressões por parte do governo dos Estados Unidos. A Telesur (TV Sul), iniciativa do governo venezuelano com apoio dos governos de Cuba, Argentina e Uruguai, já transmite sua programação com uma proposta de oferecer um contra-ponto ao domínio midiático e simbólico exercido pelos grandes meios de comunicação norte-americanos na região. A reação em Washington foi imediata, mesmo antes do início das transmissões. A Câmara dos Representantes do Congresso dos EUA aprovou, dias atrás, uma emenda que autoriza a transmissão de “imagens e sons especiais” para a Venezuela, com o objetivo de interferir no sinal da Telesur.

A justificativa foi a necessidade de contrapor o “anti-americanismo” do novo canal. O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, defendeu o caráter integrador da Telesur e advertiu que o país está pronto para neutralizar os sinais de rádio e televisão enviados desde os EUA para interferir na programação. A medida aprovada na Câmara dos Representantes agora precisa ser votada no Senado.

A iniciativa de tentar interferir na programação da nova televisão partiu do deputado republicano da Flórida, Connie Mack, com o objetivo de permitir ao povo venezuelano “conhecer as idéias de liberdade, segurança e prosperidade por cima da propaganda transmitida pelo governo de Hugo Chávez”. O republicano fez uma menção especial às recentes declarações do líder venezuelano no sentido de construir o “socialismo do século XXI”. Essas declarações, aliadas à proximidade de Chávez com Fidel Castro, protestou Mack, indicam que a “Venezuela pode estar marchando rumo ao comunismo e à perda da imprensa livre”.

O embaixador venezuelano em Washington, Bernardo Alvarez, reagiu imediatamente à decisão, afirmando que ela “reflete uma profunda ignorância sobre o que ocorre com os meios de comunicação na Venezuela”. Ele lembrou que existem 48 canais de televisão aberta na Venezuela, que qualquer pessoa pode assistir. Somente dois canais são públicos. Além disso, lembrou, a população tem acesso a outros 120 canais de quatro continentes, via televisão a cabo. O embaixador venezuelano contestou também as declarações de Connie Mack no sentido de que a liberdade de imprensa na Venezuela estaria ameaçada.

Alvarez lembrou que, além dessa diversidade de veículos de televisão, basta ler as páginas na internet dos jornais venezuelanos. “Se diz tudo o que se quer dizer. Muito mais do que neste país (os EUA) e em qualquer país do mundo”, rebateu. O republicano Mack explicou que o canal que enviaria “sons e imagens especiais” para a Venezuela seria algo similar à TV Martí, a televisão que, desde a Flórida, envia seu sinal à Cuba com informações contrárias ao governo de Fidel Castro. A TV Martí tem um orçamento de US$ 26 milhões anuais. O embaixador venezuelano lamentou que o governo dos EUA pretenda agora repetir essa experiência em seu país, com um custo adicional de milhões de dólares para os contribuintes norte-americanos. E sugeriu que a Casa Branca fizesse um esforço junto aos canais privados de televisão para transmitir o sinal da Voz da América, um sistema já estabelecido.

"Independência sim, neutralidade jamais" Segundo o diretor de programação da TV Sul, o colombiano Jorge Botero, o lema da nova emissora é “independência sim, neutralidade jamais”. Durante a transmissão de lançamento da nova tv, o jornalista Ignácio Ramonet, do jornal Le Monde Diplomatique, destacou que a criação de uma emissora como a Telesur pode ser uma saída para a crise da mídia. A Telesur, disse Ramonet, é importante porque atualmente os meios de comunicação estão em crise e essa crise não está ligada propriamente à ausência de opções, mas sim à existência de um único discurso.

Ramonet é um dos integrantes do Conselho Assessor da Telesur, formado por jornalistas, intelectuais e estudiosos do mundo contemporâneo. Também participam desse conselho os argentinos Adolfo Pérez Esquivel (Prêmio Nobel da Paz), Fernando Pino Solanas, Atilio Borón, Tristán Bauer; os cubanos Silvio Rodríguez e Julio García; os norte-americanos Harry Belafonte, James Early e Saul Iandau; O uruguaio Eduardo Galeano; o nicaragüense Ernesto Cardenal; o boliviano Jorge Sanjinés; os brasileiros Walter Salles, Fernando Morais e Orlando Sena; os mexicanos Pablo González Casanova, María Rojo e Carmen Lira; o paquistanês Tariq Ali; o belga Michel Collon; os colombianos Alfredo Molano e Ramiro Osório; o peruano Javier Corcuera; o venezuelano Luis Britto García; o dominicano Chiquie Vicioso; o italino Gianni Miná e o chileno Manuel Cabieses.

Outro apoiador da iniciativa é o norte-americano Richard Stallman, um dos criadores do software livre. Para ele, se a nova emissora quiser se tornar uma realidade, terá que cumprir dois requisitos: apresentar outras idéias e fazer com elas sejam ouvidas. “A Telesur não pode ser assistida apenas por intelectuais”, defendeu Stallman. Ele comentou a intenção do governo dos EUA de interferir no sinal da emissora e deu uma sugestão. Caso os EUA enviem sinais de rádio e tv para neutralizar o sinal de satélite da Telesur, a emissora deve enviar transmissões de rádio em inglês para dizer aos cidadãos dos EUA as idéias que eles não ouvem nos canais Fox e CNN.

Outro ilustre norte-americano a apoiar a Telesur é o ator Danny Glover. Para ele, a nova emissora tem uma grande possibilidade de integrar os povos da América Latina e suas diferentes realidades, enfrentando o que definiu como “o gigante do norte”. Danny Glover aproveitou a deixa para fazer uma crítica à Telesur, pedindo maior presença de mulheres e negros no conselho assessor.

Apoios e acessos no Brasil No Brasil, por enquanto, não será muito fácil acessar o sinal da TV Sul. A TV Educativa do Paraná é o único veículo, da rede de televisão aberta, que transmitirá parte da programação. Segundo o diretor da emissora, Beto Almeida, a idéia é fazer com que o sinal da TV Sul chegue ao maior número de lares possíveis no Brasil e em toda a América Latina. Para atingir esse objetivo, representantes da televisão estão conversando com operadoras de cabo em vários países e também com tvs comunitárias, universitárias, públicas e regionais.

Para captar o sinal da tv é necessária a instalação de um receptor digital de satélite e uma antena parabólica, com um custo estimado de 950 reais. O sinal da TV Sul poderá ser captado e retransmitido gratuitamente pelo veículo que assim o desejar, adequando os programas às suas respectivas grades de programação. Para quem já tem uma antena parabólica analógica, em qualquer lugar do Brasil, basta sintonizar o canal da TV Educativa do Paraná.

Em diversos estados, comitês regionais de apoio vêm trabalhando para acelerar esse processo de difusão. Neste domingo, o Comitê de Solidariedade com a Revolução Bolivariana do Rio Grande do Sul promoveu um ato simbólico, no plenarinho da Assembléia Legislativa do RS, para assistir à programação da TV Sul através de um canal comunitário da cidade. Além disso, foi realizado um debate para organizar a participação do Estado na rede de comunicadores da emissora. A atividade foi promovida pelas seguintes entidades: ATTAC Porto Alegre, José Martí, Sindicato dos Jornalistas do RS, Núcleo Piratininga de Comunicação, Via Campesina, CUT/RS, Sindicato dos Servidores Públicos Federais (Sindserf) e Centro Ecumênico de Capacitação e Assessoria (CECA).

Segundo Carla Ferreira, da ATTAC, a idéia é garantir com que pelo menos um dos noticiários da emissora seja retransmitido pelo canal comunitário de Porto Alegre. Também foi oferecida à TV Educativa do Estado uma parceria nos moldes feitos pela televisão pública do Paraná. Mas, por enquanto, o apoio dado pelo governador Roberto Requião (PMDB) à TV Sul não despertou muito entusiasmo no seu colega de partido, o governador gaúcho Germano Rigotto.

Com informações da Agência Brasil


Fonte: Agência Carta maior








Stallman Defende TV Sur contra intervenção do Governo dos EUA




Fonte:



Entrou em operação a TV SUR, emissora apoiada por Venezuela, Argentina, Cuba e Uruguai. Para Richard Stallman, um dos criadores do movimento software livre para que a nova emissora se tornar uma realidade, terá que cumprir dois requisitos: apresentar outras idéias e fazer com elas sejam ouvidas. “A Telesur não pode ser assistida apenas por intelectuais”, defendeu Stallman. Ele comentou a intenção do governo dos EUA de interferir no sinal da emissora e deu uma sugestão.

Caso os EUA enviem sinais de rádio e tv para neutralizar o sinal de satélite da Telesur, a emissora deve enviar transmissões de rádio em inglês para dizer aos cidadãos dos EUA as idéias que eles não ouvem nos canais Fox e CNN.

Confira a noticia na integra em Aqui









Conisli e GU de Software Livre apoiam o 2o ESLI - Encontro de Software Livre em Ourinhos




Fonte : noticiaslinux.com.br




História do Evento O 1º ESLI – Ourinhos-SP, foi um evento organizado pelo Grupo de Usuários de Ourinhos – Gnurreiros com uma grande ajuda da Organização do CONISLI, no qual reuniu estudantes, empresários e profissionais da área de informática com o intuito de proporcionar um primeiro contato com o mundo Software Livre.

O evento foi realizado nas dependências da Faculdade de Tecnologia de Ourinhos – FATEC, ao qual reuniu um total de 120 pessoas, superando as expectativas da organização. Nesta 1ª edição contamos com o patrocínio de empresas locais e o apoio da Faculdade de Tecnologia – Fatec, PSLs, Conisli e Escola GSP de Idiomas.

O 2º ESLI – Ourinhos, terá aumentos significativos, contaremos com um número maior de palestrantes, com aproximadamente 300 participantes. O que significa mais que o dobro de participantes do 1º ESLI.

Maiores Informações:
http://www.esli-ourinhos.org.br

Data e Local:
Rua Treze de Maio, 300, esquina com a Avenida Duque de Caxias Ourinhos-SP
Data : 23 e 24 de setembro de 2005

Postada por: Ralf Braga <ralf{ARROBA}freesoftware.org.br>







Microsoft porá em prática sistema anti-pirataria




Fonte : noticiaslinux.com.br




Baguete:
"A Microsoft começou a colocar em prática nesta terça-feira, 26, uma polêmica medida contra a pirataria, que exige a comprovação de que os programas usados pelos usuários são originais antes de permitir a atualização pela internet."

Isso é uma boa notícia para o Linux, com a diminuição de softwares piratas a tendência da adoção de software livre aumenta. Melhor notícia só se a Abes (Associação Brasileira de Empresas de Software) tomar medidas mais rígidas em relação aos softwares piratas.

Fonte: http://www.baguete.com.br/noticia.php?id=4218







Cobra tenta se livrar do Freedows




Fonte : noticiaslinux.com.br




"A Cobra Tecnologia deve anunciar nos próximos dias o fim da parceria com a Free Software, que resultou no desenvolvimento do sistema operacional Freedows.

Um dos principais motivos do conflito é que a Cobra, empresa do Banco do Brasil, queria que o Freedows fosse um software livre. Já a Free Software não aceita abrir o código-fonte e quer vender licença do Freedows.

Segundo especialistas, o Freedows é, na verdade, um software proprietário com algumas características de software livre, tanto que o Freedows não pode ser utilizado nem mesmo nos equipamentos do programa Computador para Todos."

Leia mais: http://listas.softwarelivre.or[...]l-brasil/2005-July/004501.html







Como aquela empresa trata o Software Livre




Fonte : noticiaslinux.com.br




André Moraes <andrelmoraes_at_linuxdailylog_dot_com>, fez a tradução de um artigo escrito por Richard Stallman sobre empresas e software livre. Stallman fala no artigo sobre como o Solaris é uma contribuição praticamente insignificante à comunidade, do Java e de algumas empresas como Microsoft, Siemens, Philips, Ericsson e Alcatel que, nas palavras de Stallman, "fazem algo tão nojento" contra o software livre "que pedem por uma ação dura especial".

http://www.linuxdailylog.com/2[...]mo-aquela-empresa-trata-o.html







Netscape lança 4 atualizações críticas




Fonte : noticiaslinux.com.br



A Netscape lançou uma série de correções para sérios problemas de segurança em seu navegador e listou mais 10 que ainda ficaram pendentes.
O Netscape 8.0.3.1 corrige as falhas de segurança mais críticas no Firefox, no qual o Netscape é baseado, disse a companhia. Mas também informou que a atual versão do Netscape 8 também contém 10 outras falhs que serão corrigidas nas próximas semanas.

Fonte: http://www.linuxworld.com.au/index.php/id;692553975;fp;16;fpid;0








Múltiplas vulnerabilidades no antivírus ClamAV




Fonte:



REM0TE 20050725
[REM0TE, 25.07.2005-11:11]

O CAIS está repassando um alerta da REM0TE, intitulado "ClamAV Library Rem0te Heap Overflows", que trata de vulnerabilidades encontradas no software antivírus ClamAV. O ClamAV é um antivírus open-source bastante difundido, com versões para diversos UNIX, Windows e MacOS. ClamAV é muito utilizado como antivírus para correio eletrônico.

O problema consiste na forma que o ClamAV lida com arquivos de formatos TNEF, CHM e FSG. Um atacante que consiga explorar com sucesso estas vulnerabilidades pode obter controle total sobre o sistema afetado. Esta vulnerabilidade foi descoberta em 24/07/2005 e ainda não se tem conhecimento de exploits públicos que a explorem. Apesar disto, o CAIS recomenda que os sistemas sejam atualizados o mais breve possível, uma vez que se trata de uma vulnerabilidade crítica.

Sistemas afetados:

* Clamav versões 0.86.1 e anteriores

Correções disponíveis:

Recomenda-se fazer a atualização para as versões disponíveis em:

* Clamav 0.86.2 - Unix (fontes)
* Clamav 0.86.2 - Windows (clamwin)
* RPMs e binarios para outras plataformas

Mais informações:

* ClamAV Library Rem0te Heap Overflows
* ClamAV 0.86.2 released
* Bugtraq ID 14359: ClamAV Multiple Integer Overflow Vulnerabilities
* Secunia - SA16180 - Clam AntiVirus Multiple Vulnerabilities
* Secunia - Clam AntiVirus (clamav) 0.x




O CAIS recomenda que os administradores mantenham seus sistemas e aplicativos sempre atualizados, de acordo com as últimas versões e correções oferecidas pelos fabricantes.

Os Alertas do CAIS também são oferecidos no formato RSS/RDF :
http://www.rnp.br/cais/alertas/rss.xml







terça-feira, julho 26, 2005

Oracle divulga novas correções de segurança




Fonte:



IDG Now!

A Oracle divulgou dois pacotes de segurança para seus produtos de base de dados.


Um deles diz respeito a uma falha no MySQL, sistema popular de código aberto que permite o gerenciamento de base de dados. O problema poderia permitir a invasão remota de hackers à ferramenta.


Na semana passada, a Oracle declarou ter identificado problemas com duas de suas falhas de segurança. A primeira diz respeito ao pacote "Critical Patch Update", de abril, que corrigiu 70 falhas em aplicações para bases de dados e servidores.


No entanto, foram encontradas outras falhas nas correções, assim como no pacote de segurança de julho.


Para resolver os problemas, a Oracle criou uma solução consolidada de segurança para resolver os pacotes de abril e de julho e está disponível para download.

Matthew Broersma - Techworld, Reino Unido


Links:
         http://www.oracle.com/technology/software/index.html#db






Microsoft pode ter problemas com nome de nova plataforma




Fonte:



da Folha Online

O nome do próximo sistema operacional da Microsoft --Windows Vista-- pode trazer problemas para a companhia de Bill Gates, dizem jornais internacionais. Isso por que a plataforma antes chamada de Longhorn ganhou o mesmo nome de uma empresa de software fundada há seis anos em Redmond.

John Wall, dono da Vista, passou a investigar se a gigante infringe alguma lei relacionada a marcas registradas. "Estamos considerando algumas opções e vamos conversar com eles [Microsoft]", afirmou o executivo, segundo o jornal "The Seattle Times".

De acordo com a porta-voz Stacy Drake, da Microsoft, a companhia está tranqüila, pois registrou o uso conjunto das palavras "Windows" e "Vista". A Microsoft anunciou sua escolha na última sexta-feira.

"O nome Vista é usado com freqüência por empresas de diversos setores. Nós também a usaremos, mas junto com a palavra 'Windows' em nosso próximo sistema operacional", afirmou.








MS inicia verificação de Windows original




Fonte:



IDG Now!
A Microsoft lança nesta terça-feira (26/07) um programa que exigirá que os usuários validem uma senha para comprovar que a cópia do Windows que utilizam é verdadeira.


Trata-se do Windows Genuine Advantage 1.0, novo programa da Microsoft que tem a intenção de garantir que os usuários não estão adotando cópias piratas do programa.


O acesso ao Windows Update, Microsoft Update para Windows e Microsoft Download Center só poderá ser feito por aqueles que comprovarem estar utilizando uma cópia legítima, segundo David Lazar, diretor de Windows Original da Microsoft.


Os usuários de cópias piratas do Windows serão impedidos de baixar atualizações em geral, mas downloads de segurança poderão ser feitos normalmente.


"Estes estão disponíveis para todos os usuários do Windows, com ou sem validação. Pensamos na saúde pública. Queremos ter certeza que ninguém terá o sistema infectado por causa de nosso programa", disse Bonnie MacNaughton, procurador legal da Microsoft.




A companhia vinha testando o modelo desde setembro do ano passado e já validou mais de 48 milhões de sistemas. Até agora, no entanto, a participação era voluntária.


Os usuários que descobrirem que possuem uma cópia pirata do Windows receberão uma versão gratuita do programa ou poderão comprá-la com desconto, segundo o executivo.


Para conseguir o Windows gratuitamente, porém, o usuário precisará preencher um relatório de software falsificado, identificando a fonte do software e fornecendo uma prova da compra, além de enviar o CD com o software.


Caso o usuário não tenha tais informações, poderá também preencher o relatório e receber uma cópia do Windows XP Home Edition por 99 dólares ou Windows XP Professional Edition por 149 dólares. Geralmente tais programas custam 199 e 299 dólares respectivamente.


MacNaughton informou também que a empresa estima que mais de um terço das cópias do software vendidas no mundo é falsificado, com base em números da Business Software Alliance.


A Microsoft também criou um site para fornecer informações aos consumidores sobre como descobrir se utilizam uma cópia pirata ou não do Windows.


Links:
         http://www.howtotell.com/






Chips programáveis são tendência para celular




Fonte:



IDG Now!

A empresa norte-americana Sandbridge Technologies criou um novo chip programável para telefones celulares que, segundo ela, poderá incorporar funções avançadas aos aparelhos ao mesmo tempo em que reduz o custo dos terminais.

De acordo com a companhia, em um único chip será possível que os aparelhos incorporem tudo o que a fabricante desejar: funcionalidade GPS (Global Positioning System), multimídia entre outras. Ele também permite a comunicação com diferentes tipos de tecnologia de celular, assim como acesso rápido sem fio à internet (Wi-Fi).

A função é permitida sem que as fabricantes adicionem bases de banda separadamente, ou um chip para cada tipo de rede, como é feito atualmente. Cada chip de base de banda atualmente incrementa em cerca de cinco dólares o preço final do aparelho.

Com a redução de todos eles em um único chip seria possível, segundo a empresa, reduzir em 30 dólares o custo final do aparelho.

De acordo com Guenter Weinberger, presidente da Sandbridge, existe uma tendência de migração das fabricantes de celulares de vários para um único chip que incorpora funcionalidades múltiplas.

A empresa pretende vender os chips para as fabricantes de telefones celulares para que elas definam, juntamente com as operadoras, quais funções deverão programar para determinado telefone.

Ao contrário da maioria dos chips tradicionais para telefonia, os chips da companhia podem ser programados em linguagem C.

A companhia norte-americana está no mercado desde 2001 espera que em até dois anos os fabricantes de telefones celulares passem a incorporar a tecnologia.







No embalo do Google, Microsoft cria busca com imagens de satélite




Fonte:



da Folha Online

Seguindo um tipo de serviço já oferecido pelo Google, a Microsoft lançou o Virtual Earth, um site que mostra aos usuários mapas e imagens de satélite dos Estados Unidos. A ferramenta, assim como o Google Maps, ainda está em sua versão de testes.

O principal diferencial da novidade é o serviço "Locate Me", que localiza o usuário via pontos de acesso Wi-Fi (sem fio). Caso o micro do internauta não possua essa tecnologia, o Virtual Earth tenta encontrá-lo usando seu endereço IP (protocolo de internet) --"esse método é menos preciso", avisa a Microsoft.

Para utilizar esse serviço de localização é necessário baixar gratuitamente o arquivo do endereço virtualearth.msn.com/?autolocate=true.

O site também mostra imagens de satélite combinadas com mapas, o que facilita a localização do usuário --assim é possível, por exemplo, ver uma rua e confirmar seu nome. Aqueles que quiserem salvar os resultados podem salvá-los no Scratch Pad ou divulgá-los para outros internautas no site "Community", que reúne impressões e comentários dos usuários.

Outro recurso do serviço é o fato de ele mostrar onde ficam estabelecimentos como restaurantes e hotéis. Caso não tenha o nome do local, é possível fazer uma busca generalizada escrevendo a palavra "pizza", por exemplo.

"Quando você está em uma cidade desconhecida e quer encontrar um restaurante chinês ou caixa eletrônico perto do hotel, uma busca tradicional na internet não oferece essa informação de maneira visual", afirma Stephen Lawler, engenheiro da Microsoft.

Leia mais








Honeypots: Analisando atacantes em sua rede




Fonte : noticiaslinux.com.br



Neste artigo abordaremos sistemas de honeypot, suas utilidades quanto à coleta de informações preciosas sobre atitudes ilícitas dentro de nossa rede, assim como a melhor maneira de tirar proveito dessas informações.

http://www.vivaolinux.com.br/artigos/verArtigo.php?codigo=2887

Postada por: Anderson L T <anderson*anti-spam*rootsecurity.com.br>








Mercado cresce para profissionais de Linux




Fonte : noticiaslinux.com.br




Antonio Loureiro, Presidente da empresa de headhunting Conquest One fala do mercado de alocação de recursos e diz que a demanda por profissionais de nível médio está bastante aquecida, o que não ocorria há vários anos. Um dos responsáveis para que isso aconteça é o outsourcing, que vem ganhando cada vez mais espaço.

Ele detectou ainda que em 2005 a procura por profissionais de Linux cresceu tanto que já disputa vagas em pé de igualdade com a Microsoft, até em grandes corporações.

http://www.voit.com.br/AreaHome2.aspx?Area=811

Postada por: Guido Orlando Jr <gojunior(arroba)voit.com.br>







TV Software Livre pede apoio à comunidade




Fonte : noticiaslinux.com.br



"A TV Software Livre 'iniciou' suas operações durante o 6º Fórum Internacional Software Livre, ocorrido em junho, em Porto Alegre. A iniciativa apesar da pouca divulgação prévia foi um enorme sucesso. Somente nos servidores controlados pela Associação Software Livre (ASL), acessaram 12.500 pessoas diferentes. Uma equipe da ASL está concluindo os preparativos para disponibilizar os vídeos. Agora estamos necessitando de um bom servidor e de um kink de 100 Mb."

http://www.softwarelivre.org/news/4463
http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/TV








Consultoria descobre falha no IE com imagem JPEG




Fonte:



SÃO PAULO - O Internet Explorer da Microsoft apresentou falha de segurança com arquivos de imagem JPEG. O bug está na última versão do browser 6 com Service Pack 2.

A vulnerabilidade foi constatada pelo consultor Michal Zalewski, da SecurityFocus, que publicou as falhas na internet. Ele relatou que o mecanismo de imagem JPEG apresenta uma falha que abre brecha para execução remotamente de qualquer código. Na sua avaliação, o problema é de alto risco.

Zalewski observou que a vulnerabilidade também causa problemas de memória na CPU. Ele não comunicou a descoberta dos bugs para Microsoft, preferiu publicar os erros no site http://archives.n[...]2005-07/0289.html.


Edileuza Soares, do Plantão INFO






Mozilla atrasa versão do novo Firefox




Fonte:



SÃO PAULO – A fundação Mozilla informou que vai atrasar a liberação do novo Firefox, que era esperada para este mês. Segundo a organização, a versão beta ficará pronta em agosto e o produto final estará disponível para o mercado por volta de setembro.

De acordo com Tristan Nitot, presidente da Mozilla Europa, os cronogramas de apresentação do novo navegador foram alterados para incorporar ao produto funções que não foram planejadas inicialmente. O executivo não mencionou se essas novas funções são reforço de segurança.

A nova versão do navegador vai se chamar agora Firefox 1.5 e não 1.1 como havia sido anunciado ao mercado.


Edileuza Soares, do Plantão INFO






segunda-feira, julho 25, 2005

Aniversário Debian




Fonte : noticiaslinux.com.br




Em comemoração ao 12o. aniversário do Projeto Debian, a comunidade Debian através de seus GUDs regionais (Grupo de usuários Debian) estará organizando o evento 'II Dia-D' (Segundo Dia Debian). O evento tem como objetivo apresentar e divulgar o Projeto Debian no Brasil. Palestras, oficinas, workshops e debates sobre o Projeto Debian, Linux e Software Livre acontecerão durante todo o dia, destinadas tanto aos que já conhecem esses temas quanto ao público em geral.

Uma 'Install Fest' ocorrerá em paralelo, para aqueles que desejam instalar o Debian em seus computadores pessoais.

O 'Dia-D' será realizado no dia 13 de agosto de 2005 e maiores informações poderão ser encontradas nos sites dos grupos que esse ano irão realizar o evento DIA D:

Rio de Janeiro em http://www.debian-rj.org
Paraná em http://www.debian-pr.org
Santa Catarina em http://www.debian-sc.org
Rio Grande do Sul em http://www.debian-rs.org
São Paulo em http://www.debian-sp.org
Bahia em http://debian-ba.alioth.debian.org
Ceará em http://www.debian-ce.org
Amazonas em http://www.debian-am.org

Postada por: Leandro Silva <lsilva.tux*anti-spam*gmail.com>







Entrevista com o presidente da Mandriva Conectiva no Brasil




Fonte : noticiaslinux.com.br




No Portal VoIT uma entrevista exclusiva com o presidente da Mandriva Conectiva no Brasil, Jaques Rosenzvaig. Esse portal é o primeiro PodCast comercial sobre tecnologia brasileiro.

http://www.voit.com.br/AreaHome2.aspx?Area=811

Postada por: Guido Orlando Jr <gojunior(arroba)voit.com.br>







Com apoio do GNU/Linux, a Novell volta a crescer




Fonte : noticiaslinux.com.br




"A Novell colhe os primeiros frutos de sua conversão para o software livre. Desde que comprou a Suse, uma das principais distribuidoras européias do sistema Linux e passou a se posicionar como uma fornecedora de soluções de código aberto, a empresa retomou o caminho do crescimento. No Brasil, sua expansão foi de 30% nos últimos nove meses, em comparação com o período anterior."

Leia mais: http://www.softwarelivre.org/news/4444







Fiesterra 2




Fonte : noticiaslinux.com.br




Fisterra 2 é um framework GNOME para desenvolvimento de aplicativos de gestão.

Confira os screenshots:
http://community.igalia.com/tw[...]ew/Fisterra/ProjectScreenshots







Sun planeja tornar livres todos seus softwares




Fonte : noticiaslinux.com.br




O presidente da Sun Microsystems e COO, Jonathan Schwartz, citou planos da companhia de eventualmente oferecer todos os seus softwares livremente como uma maneira de construir comunidades ao redor de suas tecnologias.

Notícia completa na fonte (em inglês):

http://www.linuxworld.com.au/index.php/id;1750204966;fp;16;fpid;0







Deu no Estadão: Software livre divide o governo




Fonte : noticiaslinux.com.br




"A estratégia de usar o software livre nos órgãos públicos é motivo de uma intensa briga política no do governo. O Instituto Nacional de Tecnologia da Informação (ITI), ligado à Casa Civil da Presidência propôs um programa de substituição dos atuais softwares privados para o livre. O orçamento do projeto, porém, acaba de ser vetado pelo Ministério do Planejamento, pois o ITI pediu um orçamento quatro vezes maior que o que seria necessário."

Mais em: http://www.softwarelivre.org/news/4437







"Maddog": "O software livre cria empregos aqui, não em Redmond, sede da Microsoft"




Fonte : noticiaslinux.com.br




Veja a entrevista que Jon "Maddog" Hall, Presidente da Linux International, concedeu a revista do CREA-RS:
http://saturno.crea-rs.org.br/crea/revista/11/index.htm
http://saturno.crea-rs.org.br/[...];total=pagina5.jpg$pagina6.jpg







"Gestão de conteúdo? Considere o Zope"




Fonte : noticiaslinux.com.br



Na url a seguir Rodrigo Braga, articulista do site Web Insider, fala sobre Zope na gestão de conteúdo e como essa ferramenta open source pode significar o que todas as empresas querem: Lucro!

http://webinsider.uol.com.br/vernoticia.php/id/2510







BBC quer escapar das patentes (O poder do Software Livre)




Fonte : noticiaslinux.com.br



Parece que para todo lado que você olha, padrões e formatos abertos tem se tornado meios preferenciais de disponibilização de documentos digitais. A linguagem XML, para citar um caso, é agora a queridinha das grandes empresas: até mesmo a Microsoft se comprometeu com um formato XML aberto para sua futura suite Office. Formatos para documentos 'imprimíveis' estão tornando-se cada vez mais e mais universalmente abertos, mas a figura não é tão promissora para multimídia.

A BBC quer mudar isto. Com suporte de fundos públicos, a BBC está comprometida em prover acesso gratuito e aberto à mídia em áudio e vídeo para uma larga audiência. Mas mesmo para a maior organização de difusão de mídia do Reino Unido, quebrar a barreira dos padrões proprietários de mídia digital não vai ser fácil.

Pense em qualquer formato popular de arquivo multimídia e você provavelmente estará pensando em alguma marca corporativa. RealVideo, QuickTime, Windows Media - cada nome é uma marca registrada, com a parte interna de cada formato sendo cuidadosamente guardada, fórmula proprietária. Até mesmo MP3, que é de propriedade intelectual da Fraunhofer-GesellschaftÂ.

Não que haja falta de padrões abertos na indústria multimídia. Afinal, padrões fixados pela Moving Picture Experts Group (MPEG) são encontrados desde filmes em DVDs, videoconferência, até MP3. Ainda assim a multimídia continua um verdadeiro campo minado de patentes. De fato, tantas patentes se aplicam ao simples fato de rodar um vídeo comprimido na tela do computador que seria virtualmente impossível desenvolver qualquer tipo de aplicação multimídia sem um consórcio como o comitê MPEG.

A maneira pela qual consórcios funcionam é que vários possuidores patentes entram num grupo industrial e concordam em deixar suas patentes tornarem-se parte dos padrões daquele grupo. Fazendo isso, eles concordam em licencear suas tecnologias sob os termos acordados pelo consórcio. No caso do MPEG, isto quer dizer termos "razoáveis e não discriminatórios" de licenceamento. Qualquer um está livre para licencear padrões MPEG - ninguém pode ser barrado - desde que paguem as taxas.

Os óbvios perdedores em tais negócios são os projetos de código aberto, que frequementemente são formados por um pequeno grupo de indivíduos sem condições de pagar qualquer tipo de taxa, não importa quão "racional". Mas potenciais usuários destes projetos perdem, tanto quanto. Considere o crescente número de pessoas no mundo em desenvolvimento que confiam no código aberto para todas suas necessidades computacionais e você verá como tecnologias bloqueadas/barradas por patentes não oferecem uma solução a longo prazo para uma organização de mídia com missão similar a da BBC.

Para passar por isto, a BBC tomou um passo fora do padrão/normal: decidiu desenvolver seu próprio codec para multimídia. Chamado Dirac, o novo formato é totalmente open source, suporta vídeo de alta resolução e promete um incremento de duas vezes na compressão em comparação com padrões MPEG com a mesma qualidade de vídeo. O lançamento final está marcado para o final do ano, mas versões experimentais já estão disponíveis. O projeto VideoLAN preparou suporte preliminar para o Dirac na versão de seu player multimídia chamado VLC lançada em junho.

Como a BBC pode ter certeza de não estar apenas caminhando para outra bomba de patentes escondidas? Não pode. Especialmente com tanta propriedade intelectual.

Traduzida integralmente de: http://www.linuxworld.com.au/index.php/id;1970175686;fp;16;fpid;0
Site do projeto: http://dirac.sourceforge.net/








quinta-feira, julho 21, 2005

Advogado comenta polêmicas do direito na web



Fonte:


André Borges

Apropriação de identidades e direitos autorais, roubos de informações, normas de comércio eletrônico, invasões de privacidade, pirataria de software, discussões sobre patentes e regulamentação do ciberspaço. Na última década, as tábuas sagradas do Direito têm vibrado diante das novas situações trazidas pelas tecnologias da informação.

Foi para jogar um pouco mais de luz sobre esses assuntos que, no final de maio, centenas de advogados, professores de Direito e especialistas de todo o mundo se reuniram em Turim, Itália, durante encontro promovido pela Berkman Center for Internet & Society, entidade vinculada à Faculdade de Direito de Harvard (EUA), em conjunto com a Universidade e de Turim.

Entre participantes de países como Espanha, Estados Unidos, Inglaterra, Suíça e Ucrânia estava o brasileiro Márcio Cots, advogado especializado em direito no meio eletrônico, convidado pela Harvard Law School. Em entrevista ao COMPUTERWORLD, Cots, que também é professor da FIAP, fala sobre os assuntos que têm tirado o sono de juristas de todo o planeta e das adequações que o Direito sofre e sofrerá frente às novas tecnologias.

COMPUTERWORLD - Como especialistas em Direito estão enxergando o Direito frente aos novos desafios impostos pela internet?
Márcio Cots - Temos inicialmente duas realidades: uma é a dos desafios que temos que enfrentar hoje em dia; a outra é como vamos nos preparar para a realidade futura. O que o mundo discute hoje são os meios de tratar essas questões de internet juridicamente e o que seria o mais ideal para tratar essas questões no futuro.

CW - E, após o encontro em Turim, se chegou a algum consenso?
Cots - Não foi elaborado nenhum tratado, mas sim um grande debate sobre vários temas. O que ficou muito claro é uma forte oposição de idéias quanto a assuntos como direitos autorais. O pessoal de Harvard tem uma imagem mais liberal, mais solta sobre esse assunto. Já o pessoal da Europa, ligado a um escritório de propriedade intelectual que é o braço da ONU, o WIPO (World Intelectual Property Organization), acredita que é preciso policiar mais essas questões.

CW - Mas isso não é paradoxal com a atual realidade de mercado, muitas vezes dominado por companhias norte-americanas?
Cots - Bem observado. Mas o que o pessoal de Harvard tem falado bastante é de uma cultura livre. Hoje você tem uma legislação de direitos autorais, por exemplo, em o autor é que manda, só ele tem poder sobre sua obra. O que alguns especialistas de Harvard defendem é que esse autor, em alguns casos, possa determinar, de antemão, algumas coisas que o usuário pode ou não fazer a com sua obra. É o que estão chamando de creative commons (identificado pela sigla CC). Com isso, é possível preservar uma das principais características da internet, que é a troca de informações.

CW - A legislação atual está pronta para o crime eletrônico?
Cots - Eu diria que para 95% dos crimes cometidos pela internet já há tratamento na lei atual. A internet é só um meio para se praticar um crime. Quanto à legislação no Brasil, eu diria que estamos atrasados em alguns temas.

CW - Que temas, por exemplo?
Cots - Hoje temos uma discussão sobre desvio de dinheiro na rede, se isso seria qualificado como crime de furto ou de estelionato. Um hacker tanto pode criar uma página fictícia, enganar o usuário e obter informações; como ele pode entrar no sistema do banco e subtrair dinheiro. Isso é algo que juízes ainda entendem de forma diferente, é uma discussão que ainda existe.

CW - O Brasil está preparado lidar com o crime eletrônico?
Cots - Muitas vezes, falta conhecimento tanto de juízes como de advogados. Há sentenças com absurdos técnicos. Em uma delas o advogado queria identificar quem foi a pessoa que prejudicou seu cliente. Mas ele simplesmente não sabia fazer o pedido exato para que juiz pudesse solicitar as informações para o provedor.

Por outro lado há sentenças de juizes extremamente especializados, que oferecem informações técnicas. Acho que, para resolver esse tipo de problema, os cursos de graduação precisam incluir em seus currículos essa realidade. O judiciário tem que começar a se especializar.

CW - As punições de crimes eletrônicos virão por novas leis ou adequações da legislação atual?
Cots - O pessoal de Harvard fez uma colocação interessante sobre isso durante o encontro. Eles acreditam que haverá um conjunto de regulamentações. As pessoas estão acostumadas a conviver com a idéia de que toda regulamentação vem por meio de lei, e é claro que ela irá auxiliar nisso.

Mas outra forma de regulamentação virá pela área de tecnologia. Isso já começou a acontecer. Até um tempo atrás, quando você entrava na internet, tinha seu número de acesso IP registrado. Mas quando você mandava uma mensagem para alguém, o que essa pessoa recebia era o IP do seu provedor. Para pedir a sua identificação era preciso ir até o provedor. Hoje mudaram essa sistemática. Os dois IPs podem chegar na máquina do destinatário da mensagem, e você não precisou de uma lei para isso.

Além de leis e regulamentação do próprio mercado, também pode existir regulamentação que venha do próprio usuário. Em sites de leilões online, por exemplo, o cliente pode dar uma nota para o vendedor, uma pontuação para a empresa, que acaba funcionando como uma forma de regulamentação. Por isso estamos falando de um conjunto de ações.

CW - O provedor sempre foi um entrave para investigações. Então isso mudou?
Cots - Se o advogado simplesmente for lá bater na porta, é evidente que não vai conseguir nada. Já é bem diferente a situação em que o juiz manda uma ordem judicial. Advogados que já conhecem essa problemática entram com uma medida judicial chamada produção antecipada de provas. Antes de entrar com o processo, ele diz para o juiz que precisa de mais subsídios, algo que não pode cobrar sozinho. Se o juiz entender o seu pedido como pertinente, o provedor tem que atender a sua requisição. Acontece que simplesmente pedir cadastro de e-mail não adianta nada. Esse cadastro pode ser falso, é preciso saber quem acessou, de que local, de que máquina.

CW - O senhor acredita que as regulamentações e leis darão conta do problema da pirataria?
Cots - Não sozinhas. Como em outros casos, muita coisa pode ser feita por meio da própria tecnologia. Em Harvard, fala-se muito que "code is law" (o código é a lei), o que sugere que a programação, ao padronizar um mecanismo de funcionamento, também passa a ser uma forma de regulamentação.

CW - Muitas campanhas focam o aspecto da punição como forma de inibir a pirataria de software.
Cots - Campanhas, muitas vezes, com informações erradas sob o aspecto jurídico. Um exemplo clássico: se você for pego com software pirata, poderá ser penalizado com o pagamento de três mil vezes o valor do software original.

CW - Não é verdade?
Cots - Não é verdade. A legislação diz que essa multa pode ser aplicada para a pessoa que produz software pirata, não para aquela que é usuária deste software. É uma multa para o pirata em si, embora essas campanhas queiram atingir o usuário em si.

CW - Qual é a multa adequada para esse usuário?
Cots - Neste caso, não tem nada específico na legislação atual. O que o judiciário vem entendendo é que nesses casos a pessoa paga o valor do software original ou, quando não, duas vezes o valor da licença.

CW - Este poderia ser mais um buraco na legislação?
Cots - Se você entender que o conveniente seja aumentar o valor da multa para a pessoa não utilizar o software pirata, talvez. Mas se a informação que já chega para eles é que a multa é de três mil vezes mais e eles ainda continuam usando...

CW - Sobre a questão de privacidade na internet, qual a sua avaliação do cenário atual?
Cots - É um assunto de muita discussão. Recentemente uma sentença do Tribunal Superior do Trabalho entendeu que as empresas podem monitorar os e-mails de seus funcionários. Em um caso recente do banco HSBC, o profissional foi demitido por justa causa porque ficava trocando imagens pornográficas usando o e-mail da empresa.

O funcionário entrou (na Justiça) tentando quebrar essa justa causa, alegando que tinha direito à privacidade na troca de informações porque isso é algo previsto na Constituição. Sem dúvida, está previsto. Só que o tribunal entendeu que, assim como ele tem direito à privacidade, a empresa também tem algo previsto na Constituição, no mesmo artigo 5º - que trata dos direitos e garantias fundamentais do cidadão - que é o direito à propriedade.

O e-mail foi entendido como um instrumento de trabalho. Acredito que as empresas devam colocar de forma clara e explícita que estão monitorando suas ferramentas. Não se pode criar uma expectativa de privacidade no usuário.

CW - A partir dessa decisão, o senhor acredita que empresas em geral passarão a monitorar seus funcionários?
Cots - Eu acredito que é o que vai ocorrer. Hoje em dia muitas empresas não adotam esse sistema por medo de sofrer alguma ação por danos morais. Mas, há algum tempo, a Justiça do Trabalho passou a ter capacidade para julgar isso. Sei que há advogados indignados com a decisão, alegando que é total invasão de privacidade. Mas também há outros que concordam com a decisão do tribunal.

CW - O caso já foi finalizado?
Cots - Não, ainda cabe recurso. Como é matéria constitucional, pode chegar até Supremo Tribunal Federal, o que seria algo até interessante para chamar a atenção para o assunto.

CW - Qual é a sua opinião sobre o caso?
Cots - O tribunal está correto. Se a empresa, como estão dizendo, realmente tinha deixado claro que o e-mail corporativo era monitorado, a postura está correta.

CW - E quanto à restrição de navegação na internet. O que o senhor pensa sobre isso?
Cots - A postura tem que ser a mesma. É preciso falar que há conteúdos que não podem ser acessados, monitorar a navegação do funcionário. Isso porque, além de assuntos de privacidade e direito à propriedade, tem a questão da responsabilidade que a empresa tem pela atitude praticada pelos seus funcionários.

É o que chamamos de "culpa in vigilando" e "culpa em eligendo". Quer dizer, eu tenho culpa sobre aquele que eu tenho que vigiar, sobre aquele que eu elegi como sendo meu representante, meu funcionário. Isso significa que, se um funcionário pratica um crime usando um e-mail corporativo, o empresário terá que prestar depoimento, terá que explicar como é que o e-mail da empresa está envolvido com tal situação.

Além disso, tem a questão da preservação da imagem da empresa. Se um funcionário envia uma imagem pornográfica com o e-mail jose@hsbc etc, como é que fica a imagem da empresa nessa situação? Ela tem direito de fiscalizar.

CW - O senhor não acha possível que haja uma flexibilidade quanto à restrição de navegação na rede?
Cots - Se a empresa entender que sim... O que eu acho é que ela tem que deixar tudo muito claro para o funcionário, isso precisa ser regulamentado, documentado. Tudo ainda está muito solto.






quarta-feira, julho 20, 2005

As promessas do Longhorn



Fonte:


Conforme a data de lançamento do novo Windows fica mais próximo, mais boatos sobre o sistema aparecem na rede. Para participar da festa, a própria Microsoft lançou boatos extra-oficiais sobre a performance do Longhorn. Confira os principais, anote em algum lugar e espere para ver se eles se confirmam no ano que vem.

Os programas serão abertos 15% mais rápido.
O boot será 50% rápido do que o de qualquer outro sistema operacional
Do estado Standby para o modo de uso serão gastos apenas 2 segundos






Rede Linux será usada para simular bombas



Fonte:


O Departamento de Defesa dos EUA comprou cerca de 2000 computadores da HP para criar uma rede de processamento (cluster) com computadores Linux. A finalidade da compra é desenhar armas de destruição em massa e simular quais seriam seus efeitos.

A rede terá 1,024 nós e terá a sua disposição 10 teraflops. As más línguas já dizem que a finalidade da pesquisa é saber qual o potencial de destruição das bombas nucleares de países como Coréia do Norte e Paquistão.






Revista Digital sobre Astronomia



Fonte:


Enviado por Hemerson Brandão

Revista eletrônica gratuita sobre Astronomia

A Revista macroCOSMO.com é a primeira revista eletrônica brasileira de difusão da Astronomia. Publicação mensal e de distribuição gratuita, a Revista macroCOSMO.com está disponível através de arquivos Post Script (PDF) em nosso site: http://www.revistamacrocosmo.com

Já foram publicadas 20 edições, desde seu lançamento em Dezembro de 2003, trazendo em suas edições, artigos, tutorias, projetos, entrevistas, resenhas, guias, efemérides e dicas sobre todos os ramos da Astronomia, incluindo a Astronáutica e a Física. Em quase dois anos, já publicamos um volume de quase 1.400 páginas de informação astronômica.

Esse formato inovador garante à toda comunidade interessada pela ciência astronômica, uma publicação nacional de fácil acesso de leitores de todos os cantos do país e até mesmo do exterior.

Publicamos um trabalho pioneiro, já que até o presente momento não existe em nosso país algo similar, tanto no formato impresso, quanto no formato digital. Já existiram tentativas anteriores, mas somente a nossa publicação alcançou de forma rápida e eficiente, a confiança e respeito de astrônomos por todo o país, desde o simples entusiasta, que possui interesse sobre os astros mas não participa de atividades ligadas à astronomia, passando pelo astrônomo amador, que participa dessas atividades mas não é graduado em astronomia, até os profissionais graduados ou pós-graduados, tanto os que atuam no Brasil quanto os que estão no exterior.

Além da equipe de redatores fixos da Revista macroCOSMO.com, contamos com a colaboração de autores nacionais e internacionais, todos empenhados pela expansão da divulgação da Astronomia. Além disso, a revista macroCOSMO.com permite um interação com seu público, publicando em determinadas edições, pesquisas e trabalhos de seus próprios leitores.

A seriedade e credibilidade da publicação é garantida por revisores de contéudo e gramaticais, que analisam cada material que será publicado em nossas edições. Três diagramadores trabalham para apresentar um visual gráfico moderno e atrativo das nossas edições, aos nossos leitores.

Visitem-nos em http://www.revistamacrocosmo.com


Grato pela atenção,

Hemerson Brandão
Diretor Editor Chefe
Revista macroCOSMO.com






IBM investe em blogs corporativos




Fonte:



A IBM está se lançando no popular território dos blogs. Esta semana a empresa anunciou o lançamento de duas ferramentas de blog, tirando proveito de uma prática que já acontece em ambientes de trabalho.

A primeira ferramenta ,o Weblog Preview, é uma versão experimental que trabalha juntamente com a plataforma Workplace Collaboration Services 2.5 e está disponível para download no site de desenvolvedores AlphaWorks da IBM.

A outra é um componente para desenvolvimento de blogs que será lançada juntamente com o Workplace Designer 2.5, em agosto.

O Weblog Preview traz as características usuais de um blog pessoal, como lista de blogs favoritos linkados internamente, suporte aos formatos Atom e RSS para programas alimentadores de conteúdo (feed reader), espaço para comentários sobre os posts, uma ferramenta de busca nos posts e comentários, entre outras.

O roteiro para instalação está disponível somente para usuários Windows, mas a ferramenta promete ser compatível a qualquer plataforma suportada pelo Workplace, afirmou a IBM.

Segundo as afirmações de Ed Brill, executivo da unidade de vendas Lotus e Domino da IBM e blogueiro assumido, a IBM enxerga no blog uma peça chave para as companhias promoverem o compartilhamento de informações entre seus funcionários.

"Estamos criando ferramentas que ajudam a detectar e compartilhar o conhecimento corporativo dentro de uma companhia", afirmou Brill. "Os blogs tem algumas vantagens sobre o e-mail, como ajudar funcionários a achar informações quando eles não estão certos para quem perguntar", explica Brill.

A IBM aplicou uma política de blog entre seus funcionários há algumas semanas e agora vê milhares de blogs internos surgindo, além da centena de blogs sobre IBM já existentes na internet.

"Colocando a ferramenta de blog no Workplace nós esperamos que todos sejam publicadores e não só consumidores de informação dentro de uma empresa", afirma Brill.

O blogs continuam no centro das atenções e agora são apontados como uma das forças motoras do crescimento da internet. A Netcraft, que monitora o crescimento da internet, achou em julho um aumento de 2,76 milhões de serviços de hospedagem se comparado ao mês de junho.

Foi o segundo maior crescimento mensal achado pela Netcraft. Segundo a empresa de pesquisas isso ocorreu em parte "devido a explosão de weblogs, muitos destinados a fins empresariais".

Techworld








RS assina acordo para ter certificação digital




Fonte:



O Rio Grande do Sul já conta com certificação digital para a geração de documentos eletrônicos. O termo de cooperação técnica com o Instituto Nacional de Tecnologia da Informação, órgão vinculado à Casa Civil da Presidência da República, foi assinado pelo governador Germano Rigotto.

"A iniciativa, inédita no país, integra os três poderes do Rio Grande do Sul mais o Tribunal de Contas do Estado e o Ministério Público, por meio da emissão de certificados digitais pessoais e intransferíveis", destacou o governador.

Segundo Rigotto, a certificação permite que documentos eletrônicos sejam assinados digitalmente pelos seus autores com garantia de integridade e autenticidade, redução de burocracia e economia de papel.

"É um grande passo rumo à consolidação de um projeto ambicioso de governo eletrônico que vai permitir que, com um simples cartão com um chip, o cidadão tenha condições de ter acesso a um conjunto de informações que vão facilitar a sua vida", afirmou.

"Pela primeira vez um estado conseguiu reunir todos os seus poderes rumo a um futuro de superação de entraves burocráticos, de morosidades e de ampliação da transparência", afirmou o presidente do Instituto Nacional de Tecnologia da Informação, Sérgio Amadeus da Silveira.

Ele disse que a união dos poderes na implantação do processo no Rio Grande do Sul permitiu baratear o custo da certificação que ficou em torno de R$ 1 milhão.

O diretor-presidente da Companhia de Processamentos de Dados do Estado do Rio Grande do Sul (Procergs), Carlos Alberto de Campos, prevê que até o final do ano, o cartão de certificação digital já esteja à disposição dos gaúchos.

"De posse desse cartão, o cidadão poderá interagir com órgãos do governo sem precisar deslocar-se até a repartição, fazendo as suas solicitações de sua residência ou do local de trabalho, o mesmo se estendendo a empresas", explicou.

(Agência Brasil)








Aliens são tema de novo vírus destrutivo




Fonte:



Depois de Britney Spears, Michael Jackson e Arnold Schwarzenegger, criadores de vírus estão apelando até mesmo aos seres extraterrestres para infectar.

É que a empresa britânica de segurança Sophos divulgou nesta terça-feira (19/07) a descoberta do Sundor.A, uma praga que mostra uma mensagem e o desenho de um alienígena após a infecção.

Após dizer que gostou da máquina e desejar uma boa semana para a vítima, o Sundor.A começa a excluir todos os arquivos executáveis das pastas de sistema do Windows, além de criar cópias de si mesmo na pasta de modelos de documento para o Microsoft Word.

Como se não fosse o suficiente, a praga ainda esconde ícones da área de trabalho e desabilita todos os softwares de segurança do sistema, deixando a máquina vulnerável para a contaminação por outros códigos maliciosos.

Segundo a Sophos, a boa notícia é que ser abduzido por uma nave especial pode ser mais fácil do que ser infectado pelo Sundor.A. A praga, diz o especialista Graham Cluley, não apresentou taxas significativas de propagação e não possui métodos próprios para se espalhar.

A empresa de segurança recomenda, entretanto, que o usuário não se esqueça de atualizar constantemente o software antivírus, bem como pensar duas vezes antes de abrir algum arquivo desconhecido na web ou no e-mail.








Evento aborda soluções dinâmicas em TI




Fonte:



O conceito de Dynamic IT será o tema do IDC Brasil Enterprise Forum 2005: Evaluating the Capabilities & Implementation Options of Dynamic IT, evento que irá mostrar modelos dinâmicos de estrutura tecnológica que visam a suportar a velocidade das transformações dos negócios nas empresas.

O evento, organizado pela consultoria IDC, acontece no dia 27 de julho, em São Paulo, e tratará do fornecimento de hardware, software e serviços em TI de acordo com flutuações da demanda.

O objetivo é mostrar soluções que resultem em custos menores e mais previsíveis além da diluição dos investimentos em TI no longo prazo. Tudo isso mantendo o negócio atualizado e apto a competir.

Os palestrantes são Mauricio Monteiro da Rocha (analista sênior de mercado e responsável pela área de serviços de TI da IDC na América Latina), Ivair Rodrigues (consultor da IDC na área de TI) e Jack Sterenberg (gerente sênior de On Demand no Brasil da Oracle).

O público-alvo são CIOs, CFOs, gestores de negócios, diretores e gerentes de TI e gerentes de infra-estrutura interessados em avaliar a possibilidade de implementar soluções de Dynamic IT em suas organizações.

Mais informações e inscrições no site http://www.idcbrasil.com.br ou pelo telefone (11) 5508-3421.

Serviço:
Data: 27/07
Local: Centro de Conferências Amcham (Rua da Paz, 1431, Chácara Santo Antônio - São Paulo SP)
Preço: 450 reais







Gates: EUA enfrentam escassez de profissionais




Fonte:



Bill Gates afirmou que os Estados Unidos enfrentam uma escassez de engenheiros da computação qualificados, um problema que reflete a falta de interesse dos estudantes na profissão.

Segundo o presidente da Microsoft, está sendo muito mais fácil para a empresa encontrar esses profissionais em países como Índia e China.

"Temos muito pouco em relação ao que gostaríamos de encontrar aqui nos EUA", disse Gates na segunda-feira (18/07), durante um encontro de pesquisadores na sede da companhia.

Essa não é a primeira vez que o executivo demonstra preocupação com o mercado de profissionais no país. Em abril, durante um discurso na Biblioteca do Congresso Norte-Americano, o presidente da Microsoft pediu que os legisladores modificassem as leis relacionadas a visto para trabalhadores estrangeiros, citando dificuldades em empregar talentos da computação nos EUA.

Segundo o Instituto de Educação Superior da Universidade da Califórnia, o interesse de estudantes em ciências da computação caiu cerca de 60% entre os anos de 2000 e 2004.

"Há um mito de que tudo o que um cientista da computação faz é escrever códigos isolado, com interação social limitada", disse Gates. "O melhor que a Microsoft pode fazer é mostrar exemplos desses empregos e quão interessantes eles são".

Elizabeth Montalbano - IDG News Service, EUA







Dica: Criando sub-redes com IP's válidos em LAN




Fonte:




Enviado em Terça, julho 19 @ 11:43:03 BRST por demiurgo
Como sempre temos o pessoal no fórum perguntando sober como se cria sub-redes com IP's válidos em LAN, comecei a pesquisar pelos tópicos que eu já havia respondido sobre o assunto e encontrei um jurássico com a resposta completa.

Esta dica na verdade é uma adaptação do tópico que postei. Espero que ajude a quem estiver ainda com dúvidas sobre esse assunto.

Originalmente o conteúdo dessa dica foi postado em:

http://underlinux.com.br/modules.php?name=Forums&file=viewtopic&t=17797&highlight=valido

Para fazer isso, você deve ter uma range de IP's válidos, se vc tiver, o Gateway dessa range vai ser o IP do router que sua telecom está disponibilizando para você

Crie, uma sub-rede com essa range, faça isso dividindo sua range em quantas redes forem necessários. Para quem tem dúvidas sobre como se cria uma sub-rede, dê uma lida nesse artigo:

http://www.clubedasredes.eti.br/rede0016.htm

Supondo que sua sub-rede tenha 32 IP's, somente 30 serão utilizados, os outros dois serão usados para endereçar o início e sim da sua sub-rede, ela teria as seguintes características:

ex:
Range: 201.201.201.0-31
Network: 201.201.201.0
Broadcast: 201.201.201.31
Mascara de sub rede: 255.255.255.224
Nº de hosts na rede: 30

Divida ela em duas sub-redes:
ex:
Range: 201.201.201.0-15
Network: 201.201.201.0
Broadcast: 201.201.201.15
Mascara de sub rede: 255.255.255.240
Nº de hosts na rede: 14

Range: 201.201.201.17-31
Network: 201.201.201.17
Broadcast: 201.201.201.31
Mascara de sub rede: 255.255.255.240
Nº de hosts na rede: 14

O Gateway do Linux será o roteador da sua telecom, estes estarão em uma sub-rede.

O Gateway da outra sub-rede será o seu Linux, desse modo, os demais computadores, com IP's válidos dessa sua sub-rede, estarão atrás do Linux na topologia, mas mesmo assim terão IP's válidos

Vamos usar exemplos:

Roteador da Telecom
Ele possui duas interfaces, uma ligada à Operadora (WAN) e outra ligada à rede local (LAN)
WAN 200.181.4.1 (IP da Range da Operadora, não deve ser alterado)
LAN 201.201.201.1 (1º IP da primeira sub-rede que você criou)

Gateway Linux
Ele possui duas interfaces, uma ligada à range do roteador da telecom (WAN) e outra ligada à outra sub-rede criada, onde estarão os clientes (LAN)
WAN 201.201.201.2 (2º IP da primeira sub-rede que você criou)
LAN 201.201.201.17 (1º IP da segunda sub-rede que você criou)

Clientes
Os clientes estarão em uma rede atrás do Gateway Linux
IP 201.201.201.18-31

A mascara de sub-rede de todos os dispositivos será 255.255.255.240

Por último e mais importante, apague as rotas da LAN do seu roteador da telecom e crie uma rota no roteador, que seja relativo à primeira range (201.201.201.0-16) o GW dessa, será o IP da LAN do roteador (201.201.201.1).

Crie outra rota no seu roteador, que seja relativo à segunda range (201.201.201.17-32) e o Gateway será o IP da WAN do seu Linux (201.201.201.2).

Ok, suas redes estão criadas.

Qualquer dúvida, usem o fórum de redes/protocolos :)

Max Angelo (demiurgo)









RS e ITI lançam primeira Autoridade Certificadora Estadual




Fonte:




Enviado em Terça, julho 19 @ 10:15:49 BRST por Bios

Uma cerimônia no Palácio Piratini (sede do Governo do Rio Grande do Sul) marcará a iniciativa dos Três Poderes do Estado (Executivo, Assembléia Legislativa e Tribunal de Justiça), mais o Ministério Público e o Tribunal de Contas, na articulação de esforços para o uso de certificação digital no trâmite dos documentos da administração pública estadual.



Os órgãos assinarão um termo de cooperação técnica com o Instituto Nacional de Tecnologia da Informação – ITI, visando a definição de estratégias para a criação da AC-RS, uma Autoridade Certificadora no âmbito da administração gaúcha, a ser credenciada pelo ITI para operar e emitir certificados digitais sob a Infra-Estrutura de Chaves Públicas Brasileira -ICP-Brasil.




Outra novidade é que os acordos serão firmados por meio de assinatura eletrônica entre os representantes das entidades envolvidas. A Medida Provisória No. 2.200, que instituiu a ICP-Brasil, garante validade jurídica aos documentos assinados digitalmente desde que vinculados aos certificados emitidos por esta cadeia de confiança.



O objetivo do projeto da AC-RS é modernizar a gestão pública do estado com a introdução das técnicas de certificação digital que permitam a autenticação de documentos eletrônicos. Entre as principais vantagens para o poder público estão a desburocratização na tramitação de documentos, agilização de processos, além de uma significativa redução de custos em gastos com papel. Já o cidadão ganhará em tempo e agilidade já que os serviços públicos serão oferecidos com mais rapidez e segurança.



Para o diretor de Infra-Estrutura de Chaves Públicas do ITI, Renato Martini, a importância da AC-RS está na inédita concentração de esforços de diversas esferas do poder público visando o uso em larga escala da certificação digital com uma visão centrada no cidadão. “A iniciativa é corretíssima, pois une em um mesmo caminho os provedores da tecnologia de certificação com os usuários desse sistema. Não há necessidade de retrabalho”, destaca.

Fonte: ITI