O Mundo do Software Livre muito além do Linux! (Notícias e Dicas)

Aúncio


segunda-feira, agosto 31, 2009

PSL-Brasil - Sharp lança computador de bolso movido a Linux - Software Livre

Sharp lança computador de bolso movido a LinuxAugust 31, 2009, by Daniela Fraga da Costa - No comments yet
This article's tags: Software LivreLinuxSharp
Viewed 44 times
Go back

Entre 2002 e 2006 a Sharp lançou uma linha de PDAs da família Zaurus baseados em Linux, com uma mistura do sistema operacional Embedix, da Lineo, e o ambiente gráfico Qtopia, da Trolltech. Apesar de despertar bastante interesse, especialmente entre os desenvolvedores e entusiastas do Software Livre, as máquinas não foram um sucesso de vendas e a linha foi descontinuada.

Mas a Sharp não se esqueceu do Pinguim, e o mais novo produto anunciado no Japão é um “flashback” à primeira metade da década. O NetWalker PC-Z1 é um MID (Mobile Internet Device) baseado em um processador Freescale i.mx51 (baseado na arquitetura ARM) rodando a 800 MHz, acompanhado por 512 MB de RAM e 4 GB de memória flash, com um monitor LCD de 5 polegadas com resolução de 1024 × 600 pixels, a mesma usada na maioria dos netbooks com telas de 9 ou 10 polegadas.

A diminuta máquina (mede 6,14×10,87×1,97 cm e pesa apenas 409g) tem interface Wi-Fi 802.11 b/g e uma bateria (não removível) que segundo o fabricante tem autonomia de 10 horas. O sistema operacional é uma versão customizada do Ubuntu, com um “menu inicial” com ícones grandes na tela que facilitam o acesso aos programas mais comuns mesmo com o diminuto teclado. Um sistema de bolso movido a Linux com teclado QWERTY? Onde já vimos isso antes… claro, no Zaurus CL-3000, da própria Sharp.

Vale lembrar que o único MID de sucesso mundial, embora também possa ser classificado como netbook, é o Vaio P, da também japonesa e rival Sony, pesando 620g.

Infelizmente a Sharp não tem planos oficiais para lançar o NetWalker fora do Japão, onde o portátil chega às lojas em 25 de Setembro com preço sugerido de 45 mil ienes, o equivalente a R$ 910.


Fonte: Geek


PSL-Brasil - Sharp lança computador de bolso movido a Linux - Software Livre

 



 

Technorati Marcas: : , , , , ,

 

 

BlogBlogs Marcas: : , , , , ,

 







PSL-Brasil - BB prevê economizar mais R$ 110 mi com software livre - Software Livre

BB prevê economizar mais R$ 110 mi com software livreAugust 31, 2009, by Daniela Fraga da Costa - No comments yet
This article's tags: Software LivreCaixaBanco do Brasil
Viewed 42 times
Go back

Empresas públicas e outros órgãos do governo como Serpro, Caixa Econômica e Banco do Brasil integram um grande grupo para o qual investir e desenvolver software livre já é uma realidade. O vice-presidente de Tecnologia e Logística do Banco do Brasil, José Luiz Salinas, destacou que a independência tecnológica proporcionada pela substituição de programas proprietários por software de código aberto deverá proporcionar ao banco uma economia de cerca de R$ 110 milhões.

"Isso nos permite investir no relacionamento com os clientes, na eficiência do atendimento", declarou Salinas durante o 2º Congresso Internacional de Software Livre e Governo Eletrônico (Consegi 2009), encerrado nesta sexta-feira, 28, em Brasília.

Segundo o executivo, além dos 5 mil servidores de agências baseados em plataformas abertas, das mais de 100 mil estações de trabalho com BrOffice implantado e ainda dos mais de 2 mil telecentros para inclusão digital em todo o país, o grande resultado deste investimento está no aprendizado que ele proporciona.

De acordo com Salinas, os terminais de autoatendimento devem, baseados em software livre, incorporar com maior rapidez evoluções como reconhecimento de cédulas, pagamento com troco, identificação de assinatura em cheques e outros avanços.

Outra empresa que apostou no software de código aberto e que lhe rendeu bons resultados foi a Caixa Econômica Federal. A vice-presidente de tecnologia da Caixa, Clarice Coppetti, afirmou que as plataformas livres são utilizadas nas mais de 500 milhões de transações de negócios, como crédito, depósitos, financiamentos, saques, pagamento do Bolsa Família e outros. A tecnologia aberta é também a base de sustentação das 10 mil casas lotéricas e ações de responsabilidade social e empresarial.

Coppetti ressaltou que a Caixa, atual responsável pela coordenação do Protocolo de Brasília, que defende o uso do padrão OpenDocument Format (ODF) para documentos públicos, tem exigido nas licitações de contratação o desenvolvimento de programas abertos e participação dos analistas em comunidades relacionadas à tecnologia adotada.


Fonte: TI INSIDE


PSL-Brasil - BB prevê economizar mais R$ 110 mi com software livre - Software Livre

 



 

Technorati Marcas: : , , , , ,

 

 

BlogBlogs Marcas: : , , , , ,

 







PSL-Brasil - Lei Azeredo é novamente criticada durante evento - Software Livre

Lei Azeredo é novamente criticada durante eventoAugust 31, 2009, by Daniela Fraga da Costa - No comments yet
This article's tags: InternetliberdadeAzeredo
Viewed 51 times
Go back

O projeto de lei do senador Eduardo Azeredo, que trata dos crimes praticados por meio da internet e propõe novas formas de enquadramento para as infrações, voltou a ser fortemente criticado tanto por empresas quanto por órgãos do governo, que se posicionaram contra a proposta. Continua.

"Se o projeto de Lei Azeredo for aprovado, o simples ato de passar música do CD para o tocador de MP3 será considerado crime", declarou Ricardo Bimbo, representante da Red Hat, durante o 2º Congresso Internacional de Software Livre e Governo Eletrônico (Consegi 2009), em debate que reuniu críticos dos movimentos comerciais e políticos de aumento do controle e policiamento do uso da rede mundial de computadores.

O coordenador estratégico de software livre do Serpro, Deivi Kuhn, ressaltou que a internet provocou grandes mudanças nas cadeias produtivas, impactando modelos de negócios. Dessa forma, o mercado pressiona por meio de regulamentações que restringem o compartilhamento de bens. "O cenário a ser combatido é o do controle das informações e do conhecimento, com objetivos comerciais", apontou Kuhn.

As novas gerações também podem ser seriamente atingidas pelo cerceamento da produção e partilha de informações, segundo Bruno Souza, do SoulJava. "No mundo do texto, o aprendizado se baseia na leitura e cópia de conteúdos. Na produção do conhecimento científico não é preciso pedir licença para citar um determinado texto", afirmou ele. Para Souza, o aprendizado da nova geração poderá sofrer com as limitadas possibilidades de usar as formas de expressão que conhece, como a música e o vídeo, o que é previsto no projeto de lei.

O vice-coordenador do Centro de Tecnologia e Sociedade (CTS), da Escola de Direito da Fundação Getulio Vargas-RJ, Carlos Afonso de Souza, defendeu a governança da internet baseada na liberdade. Para ele, o mundo jurídico ainda enfrenta contradições nas suas diversas decisões. Segundo ele, nos Estados Unidos, o fechamento do Napster não impediu a existência de novas redes de compartilhamento, principalmente as ponto a ponto (P2P), constituindo-se numa solução inócua. "A internet deve ter acesso amplo, com interatividade plural e colaboração estimulada", finalizou Souza.


Fonte: TI INSIDE


PSL-Brasil - Lei Azeredo é novamente criticada durante evento - Software Livre

 



 

Technorati Marcas: : , , , , ,

 

 

BlogBlogs Marcas: : , , , , ,

 







PSL-Brasil - Google tem curso de software livre há 5 anos - Software Livre

Google tem curso de software livre há 5 anosAugust 31, 2009, by Daniela Fraga da Costa - No comments yet
This article's tags: cursocarreirasoftware livreGoogle
Viewed 93 times
Go back

Google-summer-code-20090829141931SÃO PAULO – O Google anunciou esta semana a conclusão do quinto Google Summer of Code, seu programa global para introduzir estudantes ao software livre.

De acordo com o blog oficial da iniciativa, mais de dois mil professores de 64 países participaram dos cursos, ministrados para mil estudantes de 69 países, divididos em 150 projetos de código aberto.

“Estamos particularmente excitados este ano por ter introduzido diversos estudantes ao desenvolvimento com o código aberto, com impacto direto às causas sociais. Desde programas de micro finanças até iniciativas globais para tornar dados dos governos mais transparentes”, afirmou Leslie Hawthorn, gerente de programa da equipe de software livre do Google.

Em três meses de Summer Code, o Google afirmou ter alcançado o índice de 85% de projetos concluídos pelos seus estudantes. A empresa afirmou que deve apresentar dados estatísticos nas próximas semanas, em seu blog.

“Gostaríamos de parabenizar todos os participantes pelo trabalho duro e as realizações desse verão. Também agradecemos aos mentores que se voluntariaram para ensinar os estudantes a lidar com o desenvolvimento de programas de código aberto”, concluiu Hawthorn.


Fonte: INFO Online


PSL-Brasil - Google tem curso de software livre há 5 anos - Software Livre

 



 

Technorati Marcas: : , , , , ,

 

 

BlogBlogs Marcas: : , , , , ,

 







PSL-Brasil - Entrevista: Bruno Gonçalves conta sobre o Big Linux - Software Livre

Entrevista: Bruno Gonçalves conta sobre o Big LinuxAugust 31, 2009, by Daniela Fraga da Costa - No comments yet
This article's tags: BigLinux
Viewed 38 times
Go back

O Big Linux é uma das maiores distribuições atuais no Brasil, e vem ganhando mercado após o fim do Projeto Kurumin. Se destaca pela performace e pela segurança, alem de recursos exclusivos.

O sistema é indicado pelo slogan "Em Busca do Sistema Perfeito" e tem como objetivo a simplicidade em um ótimo desempenho.

A distribuição é patrocinada pelo BigBusca, um site de busca desenvolvido pelo mesmo autor, um joven que visa melhorar o Software Livre no Brasil.

Para saber mais, basta visitar o seu site oficial em http://www.biglinux.com.br/

ST: Um pouco sobre você. É inevitável não comentar o sucesso que o Big Linux está tendo atualmente. Muito se comenta quanto à sua idade, que você diz sobre isso?
Bruno:
Para mim é natural. Por volta dos 5 anos comecei a utilizar computadores, no início um MSX com sistema Basic, praticamente o utilizava exclusivamente para jogos, mas como não tinha interface gráfica já foi preciso começar a aprender alguns comandos. Com 13 comecei a aprender CGI/Perl para fazer o site www.bigbusca.com.br que já teve diversos mecanismos de buscas, no início com banco de dados em formato texto e mecanismo em Perl, o nome do site também era outro, Tutatis. Aos 17 iniciei o BigLinux, agora estou com 23 e os comentários até já diminuíram bastante.

ST: Qual é a sua intenção para o futuro profissional?
Bruno:
Para 2009 e 2010 estou trazendo uma forma de desenvolvimento mais eficiente para o BigLinux, entre elas destaco o uso do BigBashView e a possibilidade de instalar o que for desenvolvido para o BigLinux em qualquer distribuição Debian, Ubuntu ou derivados, inclusive espero que outras distribuições passem a utilizar a ideia de manter compatibilidade, pois pode aumentar bastante a velocidade de evolução do sistema.

ST: Criar distribuições Linux é um grande desafio, pois elas são inúmeras e geralmente não se diferenciam, gerando a finalização do projeto. A que você atribui o sucesso do Big Linux?
Bruno:
O problema não é criar a distribuição e sim mantê-la, o BigLinux sempre está evoluindo e no início também praticamente não possuía diferenciais, mas como tempo fomos aprimorando o sistema e trazendo os diferenciais.

Sobre o sucesso creio que a ideia básica de trazer o máximo de facilidades, um sistema que um novo usuário consegue utilizar sem dificuldades e o avançado não precisa gastar muito tempo para deixar ao seu modo.

Alguns feitos também ajudaram a trazer publicidade, como ser a primeira distribuição do mundo a vir com Desktop 3D e Amsn com suporte a webcam, também damos atenção a pontos que são esquecidos por quase todas as distribuições atuais, por exemplo a parte de conexão discada.

Acho importante também destacar que as contribuições na parte de design feitas principalmente pelo Lunimare e as contribuições em multimídia feitas por Klaos Lacerda ajudaram bastante a distribuição a evoluir, bem como as demais contribuições feitas por vários usuários, não apenas as ligadas diretamente ao sistema, mas muito também é feito pelos usuários do fórum que se ajudam de forma mútua, sendo hoje um dos melhores fóruns sobre Linux no Brasil.

ST: Quais foram/são as principais dificuldades encontradas?
Bruno:
Sempre existem muitas dificuldades relacionadas à manutenção do sistema e criação de novos recursos, no momento estamos com diversas dificuldades para adaptar todo o sistema ao funcionamento do KDE4, porém a maior dificuldade mesmo é manter a dedicação ao sistema ao longo dos anos, principalmente por não cuidar apenas do sistema, mas também do site, fórum, outros sites e ainda ter tempo para outras atividades não relacionadas à informática.

ST: Quais são as perspectivas para o futuro do Big Linux?
Bruno:
Creio que nessa área não se pode criar perspectivas muito longas, as mudanças são muito rápidas e a cada versão precisamos ver o que precisamos melhorar, o que foi criado em outros projetos e precisamos incluir, entre outros pontos a serem analisados, mas para 2009 e 2010 destaco os pontos a seguir:

- Passar a ser auto-sustentável ampliando o número de buscas diárias do site www.bigbusca.com.br de algo em torno de 3.500 para 50.000.

- Tornar o sistema internacional, tendo opção de uso em português, inglês e espanhol.

- Utilizar o BigBashView, um sistema muito interessante, que renderiza a saída do terminal Bash utilizando Webkit, tornando simples a criação de interfaces para o terminal, bastante similar a criação de sistemas em PHP, porém voltado a sistemas locais.

- Utilizar o BigControlCenter, um painel de configurações que pretende ter opções para as mais variadas situações, de ajustes no design à configuração de servidores como Apache e LTSP, feito utilizando BigBashView e respeitando regras de compatibilidade no momento funciona tanto no BigLinux como no Debian, Ubuntu e seus derivados.

ST: Como você viu o anúncio do final do projeto Kurumin?
Bruno:
Acompanhava notícias e o desenvolvimento do Kurumin desde a versão 3, já havia notado um descontentamento do Morimoto em manter a distribuição algum tempo antes da notícia do final da distribuição, que para mim terminou na versão 7, foi um projeto fundamental para popularizar o uso do Linux no Brasil e também para a criação do BigLinux, pois foi remasterizando o Kurumin onde foi iniciado o BigLinux e aprendi muito sobre criação e manutenção de distribuições com os guias do Morimoto.

ST: Recentemente houve o anúncio que o Linux tomou 1% do mercado de SO's. Qual a sua visão de futuro ao Software Livre no Brasil?
Bruno:
Tanto no Brasil como em qualquer país o Software Livre tende a crescer, é um modelo de desenvolvimento que funciona, dissemina a informação, evita monopólios e contribui para a inclusão social.

Em especial no Brasil a criação do “Computador Para Todos” foi uma lástima para o crescimento do Software Livre, como de costume não existe fiscalização para o cumprimento real das regras, foram criadas várias distribuições de baixa qualidade e que espalharam e ainda espalham a fama de que o Linux é ruim e difícil, cheguei até mesmo a receber propostas para que o BigLinux fosse uma das distribuições utilizadas nesse projeto, porém o preço oferecido para criação do suporte era abaixo do mínimo necessário para algo que funcione.

Tenho visto também uma melhor receptividade por parte das empresas em adotar soluções baseadas em Software Livre, tenho notado também que os próprios usuários estão tendo uma postura melhor ao demonstrar os sistemas para outras pessoas, estão notando que apesar da parte filosófica ser muito bonita devemos focar realmente é no funcionamento do sistema.

ST: Na sua opnião, qual é o principal motivo, atualmente, dos usuários migrarem para o Linux?
Bruno:
Creio que é preciso encontrar motivos para utilizar outro sistema, pois utilizar Linux deveria ser a primeira opção, acompanhe o raciocínio:

- É livre, você não fica dependente de uma única empresa, o código é analisado por diversas pessoas e empresas, isso ajuda a acreditar que aquele Software faz apenas o que deve fazer e não possui nenhuma armadilha.

- Possui bom desempenho, computadores considerados obsoletos para uso de sistemas proprietários atuais podem rodar diversas distribuições atuais com bom desempenho, isso além de tornar mais barato por não necessitar tantas atualizações de hardware, também diminui o aumento de lixo no planeta.

- A manutenção do sistema é muito simples, possuímos gerenciadores de pacotes que fazem o download e efetuam a instalação de programas automaticamente, com poucos cliques tudo é feito de forma fácil e rápida, você não precisa ficar entrando em sites de downloads para baixar o que necessita, a parte de atualização também é centralizada, você não precisa atualizar cada programa individualmente, todo o sistema pode ser atualizado nesse gerenciador de pacotes.

- Cada vez mais o uso dos computadores está girando em torno do navegador e temos boas opções, por exemplo: Firefox, Opera, Konqueror, Arora e em breve será lançado o Google Chrome.

- Boa parte das distribuições podem ser utilizadas diretamente do CD ou DVD, sem necessidade sequer de instalar no HD.

- Além dos pontos citados ainda destaco que em geral as distribuições são gratuitas, você faz o download, grava o CD ou DVD e utiliza como quiser, instala em quantos computadores quiser, distribui cópias para os amigos e tudo sem infringir a lei.

Portanto realmente creio que utilizar Linux deve ser a primeira opção e caso o usuário precise de uma função específica que não está disponível deve procurar um sistema que ofereça.

ST: O ST tem como público alvo todos os níveis em informática, predominando pelo uso de sistemas Microsoft. Você tem alguma mensagem para os usuários do ST?
Bruno:
Irei separar as mensagens para 3 grupos:
Usuários, utilizem aquilo que atende melhor suas necessidades, mas conheçam algumas distribuições Linux, entre elas inclua o BigLinux, você pode utilizar diretamente do CD ou instalar em outra partição no mesmo HD que está instalado o sistema da Microsoft, é interessante conhecer alternativas.

Técnicos, é essencial conhecer outros sistemas e saber lidar ao menos com o básico de cada um, portanto se ainda não conhece sobre Linux recomendo ir agora ao site www.biglinux.com.br e começar o download.

Desenvolvedores, criar projetos livres é muito interessante, a aceitação da comunidade costuma ser muito boa e se você se dedicar ao projeto em pouco tempo consegue uma boa visibilidade que pode trazer diversas oportunidades, porém sempre é preciso dedicação, existe uma grande quantidade de projetos que duram menos de 6 meses, sem continuidade qualquer projeto irá fracassar.


Fonte: Suporte-Tecnico.net


PSL-Brasil - Entrevista: Bruno Gonçalves conta sobre o Big Linux - Software Livre

 



 

Technorati Marcas: : , , , , ,

 

 

BlogBlogs Marcas: : , , , , ,

 







PSL-Brasil - Linux movimentará US$ 1,2 bi em 2013 - Software Livre

Linux movimentará US$ 1,2 bi em 2013August 31, 2009, by Daniela Fraga da Costa - No comments yet
This article's tags: NovellRed HatpesquisaIPCLinux
Viewed 67 times
Go back

LinuxA receita mundial de sistemas operacionais Linux aumentou 23,4% na comparação de 2008 com 2007 e deve registrar uma taxa de crescimento anual composto de 16,9% entre 2008 e 2013, atingindo a cifra de US$ 1,2 bilhão em 2013, segundo dados da IDC.

A Red Hat e Novell responderam por 94,5% da receita mundial de sistemas operacionais Linux e por 90% das subscrições de licença de software no ano passado, reportou o levantamento.

A IDC apurou ainda que os sistemas operacionais Linux para servidores, gratuitos, crescem na dinâmica global do mercado, representando 43,3% do total de implantações de sistemas operacionais Linux.

De acordo com a consultoria, neste ano as novas subscrições de sistemas operacionais Linux devem apresentar uma tendência de queda, mas seguida por uma recuperação gradual até 2013.


Fonte: Convergência Digital


PSL-Brasil - Linux movimentará US$ 1,2 bi em 2013 - Software Livre

 



 

Technorati Marcas: : , , , , ,

 

 

BlogBlogs Marcas: : , , , , ,

 







PSL-Brasil - Ginga terá papel relevante na parceria Argentina/Brasil - Software Livre

Ginga terá papel relevante na parceria Argentina/BrasilAugust 31, 2009, by Daniela Fraga da Costa - No comments yet
This article's tags: ArgentinaBrasilGingaTV Digital
Viewed 67 times
Go back

Tvdigital_argentinaO Ginga será relevante para consolidar a parceria Brasil/Argentina. A afirmação é do assessor da Casa Civil, André Barbosa, que participou, nesta sexta-feira, 28/08, em Bariloche, na Argentina, da assinatura formal da adesão da Argentina ao SBTVD, o padrão nipo-brasileiro de TV Digital. O acordo foi celebrado pelo Presidente Lula e pela presidente Cristina Kirchner. Continua.

"Estamos colhendo os frutos de um trabalho de persistência e vamos, agora, trabalhar em parceria com Argentina e Peru. É um momento decisivo para termos a plataforma na América do Sul", declarou André Barbosa. Segundo ele, haverá uma forte cooperação para o desenvolvimento da tecnologia - tanto na parte de hardware como em software. Sendo que neste último caso, o Ginga terá papel crucial.

"O Ginga é o elemento que nos permite fazer a interatividade na TV aberta. Não estamos falando em interatividade para TV a cabo ou IPTV. É o recurso possível para uma população", enfatizou Barbosa. Com relação à portaria do MDIC - que prorrogou o prazo da produção local de celulares com Ginga e até cogita a possibilidade de exclusão do middleware - o assessor da Casa Civil foi taxativo.

"O Ginga é estratégia de governo. Mas temos que pensar na indústria e há problemas para cumprir a meta que estava anteriormente estabelecida, mas não há qualquer retrocesso. A ideia é avançar como estamos fazendo e, agora, a escala do SBTVD fica muito maior com a adesão da Argentina", completou Barbosa.

O assessor da Casa Civil enfatizou ainda que o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) está aberto a financiar empresas brasileiras interessadas em investir na Argentina, mesmo que na forma de joint-ventures, mas o capital majoritário terá que ser brasileiro.

Também foi acordada a transferência de tecnologia e a capacitação de pessoal, por meio da replicação do CTIC - Centro de Pesquisa e Desenvolvimento em Tecnologias Digitais para Informação e Comunicação.

O Centro é o braço operacional do ProTIC, Programa de Apoio à Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação em Tecnologias Digitais de Informação e Comunicação (ProTIC). Na prática, o CTIC vai gerir uma rede virtual de competências para pesquisa e desenvolvimento em tecnologias da Informação e Comunicação, incluindo TV Digital no Brasil.

Agora, a proposta é incluir Argentina e Peru, assim como os outros países que aderirem ao SBTVD, nesta grande 'rede' de capacitação. O Japão deverá também colaborar financeiramente e com a doação de equipamentos para a Argentina.

A solenidade de assinatura do acordo entre Brasil e Argentina aconteceu nesta sexta-feira, 28/08, durante a reunião extraordinária da cúpula da União das Nações Sul-Americanas (Unasul). O documento foi assinado pelo ministro das Comunicações, Hélio Costa, e pelo ministro de Planejamento da Argentina, Julio De Vido, e rubricado pelos presidentes Lula e Cristina Kirchner.


Fonte: Convergência Digital


PSL-Brasil - Ginga terá papel relevante na parceria Argentina/Brasil - Software Livre

 



 

Technorati Marcas: : , , , , ,

 

 

BlogBlogs Marcas: : , , , , ,

 







PSL-Brasil - TV Digital: Para a SEPIN, Ginga é o único middleware possível no Brasil - Software Livre

TV Digital: Para a SEPIN, Ginga é o único middleware possível no BrasilAugust 31, 2009, by Daniela Fraga da Costa - No comments yet
This article's tags: GingaTV Digital
Viewed 55 times
Go back

A proposta de alteração no Processo Produtivo Básico (PPB) dos celulares terá, pelo menos, uma contribuição. O secretário de Política de Informática do Ministério da Ciência e Tecnologia, Augusto Gadelha, vai sugerir que o tratamento dado ao Ginga no texto proposto seja alterado. Ele quer evitar a interpretação de que com a exclusão do middleware nacional, possa ser inserido outro.

"Estou sugerindo aos meus colegas do MDIC (Ministério do Desenvolvimento) uma mudança na redação. Ao excluir a obrigação do Ginga, pode parecer que estamos permitindo o uso de outros middlewares", avalia o secretário de Política de Informática do MCT em entrevista ao Convergência Digital.

A proposta de Gadelha é para que o texto diga que havendo uma implantação de middleware, este deve ser o Ginga. "Já fiz a proposta e acho que podemos deixar apenas Ginga, para que, se for instalado, possa ser tanto o Ginga-NCL quanto o Ginga-J", explica.

"Caso haja razões técnicas para que a introdução de um middleware nos receptores portáteis não seja aconselhável como na questão dos processadores, podemos deixar como opcional. Talvez alguns celulares mais caros tenham. Se tiver, tem que ser o Ginga", insiste o secretário.

A Consulta Pública sobre o PPB dos celulares foi publicada nesta sexta-feira, 28/08, e, além da questão do Ginga, sugere o adiamento, de 1° de janeiro de 2010 para 1° de julho de 2011, da data de obrigatoriedade dos fabricantes embutirem TV nos aparelhos.

Ainda pela proposta, será reduzido o percentual de dispensa de montagem de placas de circuitos impressos com componentes dos atuais 15% para 10%, a partir de 1o de janeiro de 2010. E para cada 1% de aparelhos fabricados com TV Digital, até o máximo de 5%, percentual equivalente é aplicado à dispensa.

Algumas empresas alegam que o mercado de celulares com TV é peqiueno e, por isso, esse bônus da dispensa não será aplicado na prática. Mas o secretário Augusto Gadelha entende que deve existir algum incentivo para a fabricação desses aparelhos. Para ele, a percepção de que o mercado é pequeno é prematura. "As empresas vão elevar a produção, haverá efeito nos preços. A demanda vai aumentar", acredita.

Ele insiste que a proposta está em consulta pública e que as empresas podem fundamentar sua posição. "Tivemos uma conversa com as empresas. Elas propuseram algumas medidas que consideramos não relevantes e estamos contrapropondo com a consulta", conclui o secretário da SEPIN.


Fonte: Convergência Digital


PSL-Brasil - TV Digital: Para a SEPIN, Ginga é o único middleware possível no Brasil - Software Livre

 



 

Technorati Marcas: : , , , , ,

 

 

BlogBlogs Marcas: : , , , , ,

 







PSL-Brasil - Blog do Planalto entra no ar com vídeo do presidente Lula - Software Livre

Blog do Planalto entra no ar com vídeo do presidente LulaAugust 31, 2009, by Miguel Matiolla - No comments yet
Viewed 51 times
Go back

1306704-2330-it2Com um vídeo de boas-vindas gravado pelo presidente Lula, estreou nesta segunda o Blog do Planalto, no endereço http://blog.planalto.gov.br.

O projeto do Blog do Planalto foi anunciado em junho passado, durante o Fórum Internacional do Software Livre, em Porto Alegre. Apesar de ter posts desde a semana passada, apenas hoje o projeto entra no ar de forma oficial.

No vídeo hospedado no YouTube, o presidente afirma que "esta segunda-feira é extremamente importante por duas coisas: primeiro, porque nós lançamos hoje o marco regulatório do pré-sal, que é a segunda independência do Brasil, e a segunda é que estamos começando o Blog do Planalto, onde iremos passar para a sociedade brasileira que viaja na internet todas as informações em tempo real daquilo que acontece no Planalto".

O blog é produzido pela Secretaria de Comunicação Social e pela Secretaria de Imprensa do Planalto. O conteúdo do Blog do Planalto foi licenciado em Creative Commons 2.5 (cc-by-sa), que permite copiar, distribuir e executar a obra, além de modificá-la, dando crédito ao original.

A página tem três desenhos diferentes, que podem ser alterados no botão "troque o visual do blog" em seu topo, e oferece um feed RSS e assinatura dos posts por e-mail.

Fonte: Terra


PSL-Brasil - Blog do Planalto entra no ar com vídeo do presidente Lula - Software Livre

 



 

Technorati Marcas: : , , , , ,

 

 

BlogBlogs Marcas: : , , , , ,

 







PSL-Brasil - Seminário sobre software para prefeituras - Software Livre

Seminário sobre software para prefeiturasAugust 31, 2009, by Miguel Matiolla - No comments yet
Viewed 30 times
Go back

Fortaleza. Nos próximos dias 2 e 3 de outubro, acontecerá , em Beberibe, I Seminário Nordestino de Software Livre Para Gestão Pública Municipal. O Tema será "Modernização da Prefeitura como Indutor do Desenvolvimento". O evento será no Salão de Convenções do Hotel Parque das Fontes na Praia das Fontes em Beberibe/CE.

A Prefeitura Municipal de Beberibe, em parceria com a Associação de Municípios e Prefeitos do Estado do Ceará (Aprece), a Secretaria de Ciência Tecnologia e Ensino Superior (Secitece), Secretaria de Planejamento e Gestão (Seplag) e o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) do Estado do Ceará, é quem realizará o evento.

Objetivo

O seminário tem como objetivo geral contribuir para a modernização e o uso de novas tecnologias de informatização das prefeituras, privilegiando a utilização de software livre, devendo ser este, utilizado como a opção tecnológica de inclusão digital do Governo Municipal alinhado com o Governo Estadual e, também, com o Governo Federal, visando o desenvolvimento econômico e sustentável.

O referido encontro contará com a participação do Ministério da Fazenda, Ministério de Planejamento, Caixa Econômica Federal, Governo do Estado do Ceará, Câmara dos Deputados e, ainda, Assembléia Legislativa do Estado do Ceará.

Fonte: Diário do Nordeste


PSL-Brasil - Seminário sobre software para prefeituras - Software Livre

 



 

Technorati Marcas: : , , , , ,

 

 

BlogBlogs Marcas: : , , , , ,

 







PSL-Brasil - Evento: Python Brasil 5 - Software Livre

Evento: Python Brasil 5August 31, 2009, by Miguel Matiolla - No comments yet
Viewed 30 times
Go back

Countdown_fullbanner

A Python Brasil 5, quinta edição do evento, reunirá programadores e entusiastas da linguagem Python na cidade de Caxias do Sul-RS durante os dias 10, 11 e 12 de sembro de 2009. Serão três dias de palestras com a presença de importantes expoentes da comunidade Python no Brasil e complementada com a participação de Jacob Kaplan-Moss, co-fundador do Django e Collin Winter, engenheiro do Google.

Além das palestras haverá mini-cursos, palestras relâmpagos e OpenSpaces.

Serviço: Evento: Python Brasil 5
Data: 10, 11 e 12 de setembro de 2009
Local: Universidade de Caxias do Sul
Cidade: Caxias do Sul - RS

Informações: http://www.pythonbrasil.org.br


PSL-Brasil - Evento: Python Brasil 5 - Software Livre

 



 

Technorati Marcas: : , , , , ,

 

 

BlogBlogs Marcas: : , , , , ,

 







PSL-Brasil - Blog do Planalto terá mais servidores - Software Livre

Blog do Planalto terá mais servidores August 31, 2009, by Miguel Matiolla - No comments yet
Viewed 21 times
Go back

Blog-lula-160Objetivo é restaurar serviço, que estreou hoje e enfrenta problemas em função do número elevado de visitas.
O Blog do Planalto, que estrou hoje e enfrenta problemas em função do número elevado de visitas, contará com mais três servidores.  Os internautas ou não conseguem acessar a página ou o fazem de modo muito precário.

A informação foi passada pela Dataprev, empresa responsável por hospedar o blog.

A companhia afirma que está alocando nesta tarde mais três servidores com grande capacidade de processamento para suprir a demanda. O serviço ainda não foi concluído.

Também não ainda há um balanço final com a quantidade de visitas.  Mas a empresa afirma que recebeu dos organizadores do blog a estimativa de 4 mil acessos por segundo, o que a fez projetar infraestrutura para 6 mil. Em vários momentos da manhã, no entanto, houve picos de até 10 mil acessos por segundo, conforme a Dataprev.  

A infraestrutura preparada inicialmente pela Dataprev para o Blog do Planalto é
composta por dois servidores IBM, modelo P570, com quatro processadores de 1,9 Ghz, com 16 GB de memória RAM e dois discos de 146 GB cada.

 Fonte: IDG NOW


PSL-Brasil - Blog do Planalto terá mais servidores - Software Livre

 



 

Technorati Marcas: : , , , , ,

 

 

BlogBlogs Marcas: : , , , , ,

 







PSL-Brasil - Nagarjuna defende desobediência civil digital - Software Livre

Nagarjuna defende desobediência civil digitalAugust 31, 2009, by Miguel Matiolla - No comments yet
Viewed 23 times
Go back

Influenciado pelas ideias e ações de Mahatma Gandhi e Richard Stallman, o presidente da Free Software Foundation - Índia, Nagarjuna, G., defendeu o direito de todos de ler e escrever nas sociedades digitais.

"Não hesite copiar porque este é um direito que nasce com você", declarou o presidente da Free Software Foundation - Índia, Nagarjuna, G., durante o último dia do Consegi 2009. Para ele, a desobediência civil digital é uma das formas que as pessoas têm de enfrentar as grandes corporações que querem aprisionar a criação, reprodução, distribuição e interpretação das ideias e do conhecimento.

De a cordo com o ativista da liberdade no mundo digital, a administração pública não deve se submeter aos interesses comerciais. "Os documentos públicos pertencem aos cidadãos", afirmou ele, que entende que os governos devem declarar os softwares proprietários ilegais e garantir a migração dos sistemas no Estado.

"O Brasil e outros países de América Latina têm dado o exemplo da opção pelos programas de código aberto", comentou o presidente da FSF índia. Do país dele vem o exemplo de uma ação de restrição do conhecimento ao povo. O sânscrito, gramática artificial assim como o software, foi limitado a uma determinada casta, impedindo que os demais tivessem a possibilidade de ler, escrever e, por consequência, criar, interpretar e compartilhar de modo completo. "Devemos ter a liberdade de aprender a linguagem do computador", decretou.

Hackers
Nagarjuna disse que ser hacker é promover a desobediência civil. Para ele, Gandhi foi um exemplo antes da sociedade digital, enquanto Richard Stallman é a representação atual desta prática. O grande ícone indiano reunia - semelhantemente aos hackers - criatividade, inventividade na obtenção de novas formas de luta contra a opressão e a defesa da adoção de tecnologia que possa ser desenvolvida, gerida e utilizada pela própria população.

Por fim, as táticas de copyleft podem ser responsáveis por fazer as mudanças sociais necessárias, ações como compartilhar e ajudar, de forma transparente, colaborativa e inclusiva. "Nenhuma sociedade civilizada proíbe estas ações", finalizou Nagarjuna.

Fonte: Sepro


PSL-Brasil - Nagarjuna defende desobediência civil digital - Software Livre

 



 

Technorati Marcas: : , , , , ,

 

 

BlogBlogs Marcas: : , , , , ,

 







PSL-Brasil - "Software livre é uma necessidade social", afirma Stallman - Software Livre

"Software livre é uma necessidade social", afirma StallmanAugust 31, 2009, by Miguel Matiolla - No comments yet
Viewed 15 times
Go back

Stallman_Durante sua palestra no Consegi 2009, um dos criadores do sistema operacional GNU/Linux defendeu a plataforma aberta como condição imprescindível para manter as garantias individuais e coletivas na sociedade contemporânea.

No último dia do Congresso Internacional Software Livre e Governo Eletrônico - Consegi 2009, a palestra "Software libre, educación libre y cultura compartible" do americano Richard Stallman (rms), criador do GNU, destacou a importância do pensamento livre dentro do desenvolvimento tecnológico atual.

"O software livre garante as liberdades de conhecer, criar, compartilhar e distribuir sem limites", afirmou Stallman. "Portanto, as tecnologias proprietárias são uma transgressão aos direitos constitucionais", completou. "A meta do movimento é eliminar barreiras e destruir injustiças. A imposição tecnológica está a um passo da imposição ideológica", definiu.

Questão de educação
Na visão de Stallman, o Poder Público tem a obrigação de implantar a tecnologia livre nas escolas. "Cidadania aprende-se na sala de aula", disse. "Oferecer um software proprietário a uma criança segue a mesma lógica de oferecer a ela um cigarro. Cria-se uma dependência perniciosa na qual, mais tarde, o viciado terá que pagar pelo seu vício", explicou.

Para ele, um processo de ensino deve ter todas as suas etapas transparentes. "Se há uma caixa preta inviolável entre o aluno e o conhecimento, como um sistema operacional proprietário, os processos de inovação e mudança estão inoperantes", defendeu. "O crescimento científico depende da troca. Ou seja, viver em sociedade pressupõe o compartilhamento", concluiu.

Soldado pioneiro
Richard Matthew Stallman, frequentemente abreviado para "rms" é um famoso programador, fundador do movimento software livre, do projeto GNU, e da Free Software Foundation (FSF). É também autor da General Public License (GPL), a licença livre mais usada no mundo, que consolidou o conceito de copyleft.

Fonte: Sepro


PSL-Brasil - "Software livre é uma necessidade social", afirma Stallman - Software Livre

 



 

Technorati Marcas: : , , , , ,

 

 

BlogBlogs Marcas: : , , , , ,

 







Agência Brasil - Internautas têm dificuldade de acessar blog lançado hoje pelo Planalto - Tecnologias

 
31 de Agosto de 2009 - 11h16 - Última modificação em 31 de Agosto de 2009 - 11h20


Internautas têm dificuldade de acessar blog lançado hoje pelo Planalto

Yara Aquino
Repórter da Agência Brasil

 
envie por e-mail
imprimir
comente/comunique erros
download gratuito

Brasília - Entrou no ar hoje (31) o Blog do Planalto, ferramenta que busca aproximar o presidente Luiz Inácio Lula das Silva dos internautas. Na estréia, o blog já traz textos sobre assuntos como o marco regulatório do pré-sal, que será lançado hoje, e informações sobre gripe suína e visitas do presidente ao exterior.

O endereço do blog é http://blog.planalto.gov.br, mas os internautas estão com dificuldades para acessar o site. A Presidência explicou que há excesso de visitas e esclareceu que já existe um trabalho para a expandir a capacidade de acesso aos internautas. A expectativa é de que no início desta tarde o acesso esteja normalizado.

Com conteúdos multimídia, como textos, áudios, vídeos e infográficos sobre atos e decisões do governo federal, o blog é atualizado por uma equipe de cinco profissionais. Durante a elaboração do blog a Presidência abriu uma consulta para saber o que o público quer ler e ver no blog.

No dia 7 de julho, também com o objetivo de estreitar o canal entre o presidente e o público, foi lançada a coluna O Presidente Responde, publicada semanalmente em 145 jornais do país, na qual Lula responde a perguntas de três leitores encaminhadas aos periódicos.



Edição: Tereza Barbosa  


Agência Brasil - Internautas têm dificuldade de acessar blog lançado hoje pelo Planalto - Tecnologias

 



 

 

 

 







sábado, agosto 29, 2009

SUPERINTERESSANTE - Antivírus da Apple só pega dois vírus - Cibercultura

Antivírus da Apple só pega dois vírus

Pintou uma notícia curiosa esses dias: o novo sistema operacional da Apple

(o OS X 10.6, vulgo Snow Leopard), que está chegando ao mercado, vem com antivírus embutido. Achei meio estranho -afinal, a Apple não adora dizer que Mac é imune a vírus?- e não falei nada, mesmo pq não deu tempo (o trampo aqui está intenso). Mas agora o causo se confirmou, e ficou ainda melhor. O tal antivírus existe mesmo, gente - mas só é capaz de barrar dois vírus. Hahahahaha...


SUPERINTERESSANTE - Antivírus da Apple só pega dois vírus - Cibercultura

 



 

 

 

 







Agência Brasil - Senado pode votar reforma eleitoral - Internet

 
26 de Agosto de 2009 - 06h47 - Última modificação em 26 de Agosto de 2009 - 06h47


Senado pode votar reforma eleitoral

Da Agência Brasil


 
envie por e-mail
imprimir
comente/comunique erros
download gratuito

Brasília - A reforma eleitoral pode ser votada hoje (26) no Senado. As novas medidas, como o uso da internet em campanhas eleitorais, deverão ser votadas nas comissões de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) e de Ciência e Tecnologia. As comissões farão reunião conjunta, às 10h, para examinar a proposta.

Depois de passar pelas duas comissões, a matéria ainda será votada no plenário do Senado.

Além de autorizar o uso da internet em campanhas eleitorais, o texto traz como inovação a possibilidade de que a rede mundial seja utilizada para captação de recursos para campanha, por meio de cartão de crédito. A liberação ocorrerá a partir do dia 5 de julho do ano em que se realizarem as eleições. Blogs e redes de relacionamento, como o Orkut e o Twitter, também serão permitidos.



Edição: Graça Adjuto  


Agência Brasil - Senado pode votar reforma eleitoral - Internet

 



 

 

 

 







Agência Brasil - Anatel libera Telefônica para voltar a vender o Speedy - Internet

 
26 de Agosto de 2009 - 15h58 - Última modificação em 26 de Agosto de 2009 - 17h09


Anatel libera Telefônica para voltar a vender o Speedy

Sabrina Craide
Repórter da Agência Brasil

 
envie por e-mail
imprimir
comente/comunique erros
download gratuito

Brasília - O Conselho Diretor da Agência Nacional de Telecomunicações decidiu hoje (26) autorizar a retomada da venda do serviço de internet Speedy, da Telefônica. A comercialização tinha sido suspensa há mais de dois meses por causa de interrupções contínuas e do crescente número de reclamações dos usuários do Speedy.

As vendas podem ser retomadas a partir de hoje, e as ações da empresa serão acompanhadas pela Anatel por 60 dias. Segundo a conselheira Emília Ribeiro, relatora do processo, a Anatel considerou as medidas que estão sendo tomadas pela empresa suficientes. “Ela está quase triplicando a capacidade dela, inclusive melhoria na gerência de atendimento ao usuário”, afirmou.



Edição: Ivanir José Bortot  


Agência Brasil - Anatel libera Telefônica para voltar a vender o Speedy - Internet

 



 

 

 

 







Linha Defensiva - Atualização corrige vulnerabilidades graves no Google Chrome - segurança

Atualização corrige vulnerabilidades graves no Google Chrome

Falhas no manuseio de XML e na engine de JavaScript permitem execução de código arbitrário

Leonardo Brito | 28/08/2009 - 06h42

Duas falhas graves foram corrigidas na última atualização do navegador Google Chrome. Se exploradas, ambas permitem a execução de código malicioso, ou instalação de vírus, pelo navegador da vítima.

Uma falha consistia num ataque à engine de JavaScript do navegador, o V8, permitindo ao usuário mal-intencionado obter acesso a dados protegidos e executar código malicioso no computador da vítima. Na segunda falha, páginas contendo XML poderiam travar a aba do navegador, permitindo execução de código arbitrário através do Sandbox, ambiente restrito do navegador Chrome.

A última versão do Google Chrome, 2.0.172.43, que corrige estas e outras falhas, pode ser baixada aqui. O mecanismo de atualização do Chrome é automático, e mesmo que você não faça nada o navegador deverá atualizar-se sozinho.


Linha Defensiva - Atualização corrige vulnerabilidades graves no Google Chrome - segurança

 



 

 

 

 







Linha Defensiva - Nova versão do Mac OS X inclui antivírus - segurança

Nova versão do Mac OS X inclui antivírus

Apple inclui software em resposta à crescente quantidade de vírus e falhas de segurança em seu sistema operacional

Leonardo Brito | 28/08/2009 - 21h36

Sem anúncios oficiais ou avisos, a Apple incluiu em seu sistema operacional Mac OS X Snow Leopard uma função antivírus. O recurso funciona com uma “lista negra” de arquivos, que é limitada e não opera propriamente como um antivírus tal como eles são conhecidos normalmente.

ReproduçãoAntivírus no Snow Leopard
‘Abrir’ é uma das opções no aviso de segurança

Segundo informações da Intego, empresa especializada em segurança para Mac que anunciou a presença da função de segurança na nova versão do sistema operacional da Apple, o software protege contra apenas dois dos mais famosos trojans para Mac OS X: o OSX.RSPlug e o OSX.Iservice.

O RSPlug altera as configurações de DNS do sistema, podendo interferir na capacidade do computador em encontrar o endereço correto para um site, possibilitando redirecionamentos maliciosos. O IService, por sua vez, é dá o controle da máquina ao criador do vírus.

A ação da Apple vem após o crescimento da detecção de códigos maliciosos presentes em versões pirateadas dos softwares da empresa. Pesquisadores também já identificaram redes-zumbi de computadores Mac.


Linha Defensiva - Nova versão do Mac OS X inclui antivírus - segurança