O Mundo do Software Livre muito além do Linux! (Notícias e Dicas)

Aúncio


sábado, outubro 31, 2009

PSL-Brasil - Prefeituras ganham Software Público para qualificar a Gestão Municipal - Software Livre

Prefeituras ganham Software Público para qualificar a Gestão MunicipalOctober 31, 2009, by Sady Jacques - No comments yet
This article's tags: municipalSLTIsoftware público4CMBR
Viewed 58 times
Go back

Brasília, 30/10/2009 – O sistema e-cidade de gestão integrada para os municípios já está disponível às prefeituras de todo o país. A solução foi lançada em Brasília, durante a abertura do Encontro Nacional de Tecnologia da Informação (TI) para os Municípios Brasileiros e do Encontro Nacional do Software Público.

A carta que disponibilizou a solução para a sociedade foi assinada pelo secretário de Logística e Tecnologia da Informação (SLTI) do Ministério do Planejamento, Rogério Santanna, e pelo diretor da empresa DBSeller, desenvolvedora da solução, Paulo Ricardo da Silva. O sistema está disponível em www.softwarepublico.gov.br.

O e-cidade permite integrar áreas diversas do município como educação, controle de medicamentos, orçamento, finanças públicas, recursos humanos e também a área tributária. A solução possibilita gerir serviços que prestam atendimento ao cidadão ao gerar guias para pagamento bancário sem a necessidade de deslocamento, entre outras funcionalidades.

Durante a abertura do encontro também foram disponibilizadas no Portal do Software Público (www.softwarepublico.gov.br)as soluções MDArte e PW3270 desenvolvidas, respectivamente, pela Marinha Brasileira e pelo Banco do Brasil.

O MDArte permite a aplicação e reuso de melhores práticas de programação e a sincronia entre os modelos que documentam o sistema e a implementação, entre outras funcionalidades. Já o PW3270 visa facilitar o acesso a ambientes computacionais de grande porte.

Cerca de 1,5 mil pessoas participaram do Encontro Nacional de Tecnologia da Informação (TI) para os Municípios Brasileiros e do Encontro Nacional do Software Público, promovido pela Secretaria de Logística e Tecnologia da Informação. O evento contou ainda com o apoio do Ministério das Cidades, da Secretaria de Gestão do Ministério do Planejamento e da Subchefia de Assuntos Federativos /SRI/PR.

Prefeitos, secretários e gestores municipais e técnicos da área de TI participam de palestras, oficinas, workshops e debatem as soluções voltadas à qualificação dos serviços públicos nessa área e as inovações relativas às ferramentas já disponibilizadas à sociedade pelo Portal do Software Público Brasileiro.

Rogério Santanna destacou que somente métodos novos poderão contribuir para o desenvolvimento do país e que todos eles são baseados em softwares e nas tecnologias da informação. “Esse é um bem que pode ser utilizado sem que o seu desenvolver perca alguma coisa, pelo contrário, é o compartilhamento que leva à sua melhoria e evolução”, salientou. Ele lembrou que, neste novo ambiente de solidariedade e compartilhamento, o modelo de negócios deixa de ser a venda de licenças, mas passa a ser o da prestação de serviços.

De acordo com o secretário, essa é a razão para o sucesso do Portal do Software Público Brasileiro, que conta atualmente com mais de 46 mil usuários nas suas comunidades virtuais de troca e compartilhamento de conhecimento. Estão disponibilizadas neste ambiente mais de 30 soluções livres desenvolvidas por órgãos públicos, empresas, universidades, entre outros.

O subchefe de Assuntos Federativos da Secretaria de Relações Institucionais da Presidência da República, Olavo Noleto, disse que a inclusão social de cerca de 190 milhões de brasileiros só será possível com o uso da inteligência nacional e das tecnologias da informação. “O Brasil caminha a passos largos para proporcionar a construção de um novo país, o que somente será possível se os municípios estiverem capacitados para levar o Estado aos cidadãos mais humildes”, afirmou.

Da mesa de abertura do evento também participaram a prefeita municipal de Fortaleza, Luizianne Lins, o capitão de Mar-e-Guerra, Divany Gomes Lima, o presidente da Dataprev, Rodrigo Assumpção, o diretor da Cobra Tecnologia, Sérgio Rosa, o presidente do Proderj e do Conselho de Associados da Abep, Paulo Coelho, e o presidente do Instituto Nacional de Tecnologia da Informação, Renato Martini.

Ação Coletiva

Foi entregue durante a abertura do evento o Prêmio Ação Coletiva, que visa reconhecer o trabalho colaborativo dos participantes do Portal do Software Público. A escolha foi feita por meio de avaliação técnica e júri popular. Os premiados são Adriano Vieira, da Comunidade Cacic, Eriksen Costa, da Comunidade I-Educar, Paulo Francisco, da Comunidade Pandorga, Sérgio Graças, da Comunidade Linux Educacional, e Ana Nunes, da Comunidade I-3Geo.

Fonte: Ministério do Planejamento

PSL-Brasil - Prefeituras ganham Software Público para qualificar a Gestão Municipal - Software Livre

 



 

Technorati Marcas: : , , , , ,

 

 

BlogBlogs Marcas: : , , , , ,

 







Agência Brasil - Decreto cria Programa Nacional de Apoio à Inclusão Digital nas Comunidades - Internet

 
28 de Outubro de 2009 - 10h28 - Última modificação em 28 de Outubro de 2009 - 10h31


Decreto cria Programa Nacional de Apoio à Inclusão Digital nas Comunidades

Christina Machado
Repórter da Agência Brasil

 
envie por e-mail
imprimir
comente/comunique erros
download gratuito

Brasília - Decreto presidencial publicado no Diário Oficial da União de hoje (28) institui o Programa Nacional de Apoio à Inclusão Digital nas Comunidades – Telecentros BR.

O objetivo é ampliar a inclusão digital, com a implantação de novos centros e o fortalecimento dos espaços já existentes - sem fins lucrativos, de acesso público e gratuito às tecnologias da informação e da comunicação (TICs), com computadores conectados à internet e disponíveis para vários usos, incluindo navegação livre.

O apoio se dará com o oferecimento de conexão, computadores, bolsas de auxílio financeiro a jovens monitores e formação de monitores bolsistas e não bolsistas para atuar nos telecentros. A qualificação será realizada por meio de uma rede nacional de formação de monitores.

Podem aderir ao programa órgãos federais, estaduais, municipais e da sociedade civil responsáveis pela implantação e funcionamento de espaços públicos e comunitários de inclusão digital da população. A coordenação é dos ministérios da Ciência e Tecnologia, da Comunicação e do Planejamento.

Edição: Juliana Andrade  



Agência Brasil - Decreto cria Programa Nacional de Apoio à Inclusão Digital nas Comunidades - Internet

 



 

 

 

 







Agência Brasil - Governo lança processo para a criação do marco regulatório civil da internet - Internet

 
29 de Outubro de 2009 - 06h52 - Última modificação em 29 de Outubro de 2009 - 06h52


Governo lança processo para a criação do marco regulatório civil da internet

Da Agência Brasil


 
envie por e-mail
imprimir
comente/comunique erros
download gratuito

Rio - O Ministério da Justiça e a Fundação Getulio Vargas lançam hoje (29), às 14h, no Rio, o processo colaborativo para a criação do Marco Regulatório Civil para a Internet Brasileira. O evento contará com a presença do ministro da Justiça, Tarso Genro, e do secretário de Assuntos Legislativos do ministério, Pedro Abramovay.

O marco civil buscará consolidar um conjunto de direitos e responsabilidades aplicáveis aos diversos usuários da internet (cidadãos, governo, organizações).

Durante o lançamento, serão discutidos temas como as regras de responsabilidade civil de provedores de usuários sobre o conteúdo postado na internet e a regulamentação dos direitos fundamentais do usuário, como a liberdade de expressão e a privacidade. Também serão debatidas diretrizes para ações de governo com relação à rede mundial de computadores.



Edição: Graça Adjuto  


Agência Brasil - Governo lança processo para a criação do marco regulatório civil da internet - Internet

 



 

 

 

 







Linha Defensiva - Malware criptografa arquivos e cobra resgate de 100 dólares - segurança

Malware criptografa arquivos e cobra resgate de 100 dólares

Criminoso tenta assustar vítimas alegando suposta impossibilidade de quebrar a criptografia

Leonardo Brito | 30/10/2009 - 23h23

Pesquisadores do CA, empresa norteamericana de segurança e tecnologia, descobriram uma nova variante do ransomware LoroBot, que extorque o usuário criptografando seus dados. O novo malware, descoberto nesta terça-feira (27), exibe uma mensagem na tentativa de intimidar a vítima, informando que é usada criptografia AES 256 bits, supostamente impossível de decodificar sem a chave adequada.

Na realidade, o malware usa encriptação simples XOR com quatro palavras-chave, criptografando os arquivos com extensões mais populares (.zip; .rar; .pdf; .rtf; .txt; .jpg; .jpeg; .waw; .mp3; .db; .xls; .docx; .xlsx; .doc). Os pesquisadores da CA oferecem uma ferramenta de decodificação para quem foi vitimado pelo malware.

O uso de ransomware e scareware vem crescendo em 2009. Ransomware (junção de software e ransom, seqüestro em inglês) são os malwares que fazem algum tipo de extorsão com a vítima, seja bloqueando o computador ou corrompendo seus arquivos. Há ainda o uso conjunto: criminosos que oferecem um software falso para recuperar os arquivos que realmente foram corrompidos pelo malware.

Uma praga muito comum desse tipo é o Gpcode, que funciona da mesma forma que o LoroBot. Em suas versões mais recentes, a chave criptográfica do Gpcode não é mais possível de ser quebrada. Usuários infectados perdem seus arquivos para sempre caso não paguem o valor exigido.


Linha Defensiva - Malware criptografa arquivos e cobra resgate de 100 dólares - segurança

 



 

 

 

 







sexta-feira, outubro 30, 2009

PSL-Brasil - Aberta a consulta pública para construção do marco civil da Internet - Software Livre

Aberta a consulta pública para construção do marco civil da InternetOctober 29, 2009, by Stefanie Silveira - No comments yet
This article's tags: marco civil#MarcoCivil
Viewed 279 times
Go back

Marcocivil
O Ministério da Justiça abriu, nesta quinta-feira, a consulta pública para a construção coletiva do marco civil regulatório da Internet brasileira. O objetivo do marco civil é consolidar os direitos fundamentais dos usuários de Internet e as responsabilidades que podem ser aplicadas a eles, sendo tanto cidadãos, quanto governos e organizações privadas.

A cerimônia de abertura do processo de participação popular ocorreu no Rio de Janeiro, na Fundação Getúlio Vargas, com presença do Ministro da Justiça, Tarso Genro. Em seu discurso, o ministro relembrou que a ideia de construir um marco civil para a Internet brasileira veio do presidente Luís Inácio Lula da Silva, depois que ele participou da 10ª edição do Fórum Internacional Software Livre (fisl10), em Porto Alegre, no mês de junho deste ano. Para Tarso Genro, a internet pode implementar "radicalmente" o mecanismo de participação direta da população no governo e o processo de construção feito com a participação dos internautas é um momento "virtuoso" na democracia do país.

Em seu discurso oficial no fisl10, o presidente Luís Inácio Lula da Silva defendeu a liberdade na rede e afirmou que no seu governo "é proibido proibir". "Agora que o prato está pronto, é fácil comer. Mas, elaborar este prato não foi brincadeira", disse, referindo-se à idealização da cultura do software livre. "Foi quando decidimos se iríamos para a cozinha preparar o nosso prato, com nossos próprios temperos, ou iríamos comer o prato que a Microsoft queria que a gente comesse, que decidimos pela liberdade", frisou Lula.

A luta pela defesa dos direitos fundamentais dos usuários já possui um histórico de mais de um ano, em função dos protestos contra a aprovação da Lei Azeredo. Para a comunidade que defende a liberdade na rede e o conhecimento livre, esta é uma boa consequência dos protestos contra o projeto Azeredo. O deputado federal Paulo Teixeira (PT) destacou a importância dos protestos para que se chegasse à proposta atual do marco civil. "Foi pela internet que a sociedade civil se manifestou e se organizou em atos como o Mega Não ao projeto Azeredo", disse ele. Teixeira ainda comentou também que foi no fisl10 que a atenção do governo federal voltou-se para este debate, quando o presidente Lula afirmou que não concordava com a censura da Lei Azeredo.

A discussão sobre o marco deverá abordar questões como a responsabilidade civil de provedores e usuários, a privacidade dos dados, a neutralidade da rede (vedação de discriminação ou filtragem de conteúdo, seja política, seja econômica, seja jurídica) e os direitos fundamentais do internauta, como a liberdade de expressão. O deputado federal Otávio Leite (PSDB) também manifestou durante a cerimônia a necessidade de que exista um marco civil regulatório que garanta os direitos fundamentais dos internautas e não uma lei que criminalize a ação dos usuários. "A gente não pode pedir para as pessoas terem que se identificar para sair de casa e o mundo digital é muito parecido com as nossas ações do dia-a-dia", afirmou.
Marcocivil
A Associação Software Livre.Org (ASL.Org) apoia a mobilização popular para a construção coletiva do texto. Segundo o coordenador geral da ASL.Org, Marcelo D'Elia Branco, o resultado do debate com a sociedade vai determinar o futuro da liberdade da rede no país, por isso é importante que as pessoas se manifestem e participem amplamente do processo. Para ele, três pontos de discussão são fundamentais neste projeto: o estabelecimento dos princípios de neutralidade da rede, a definição da Internet como direito básico do cidadão e a garantia do direito à privacidade dos usuários.

A ideia, segundo Pedro Abramovay, secretário de Assuntos Legislativos do Ministério da Justiça, é fazer o público participar não só com sugestões e e-mails, mas incentivar o debate e criar, pela primeira vez, uma consulta pública colaborativa. “Queremos fazer do debate nascer a Lei. É repensar o direito de participação pública na política”, explica. Durante sua fala na cerimônia, o secretário salientou o caráter inovador do processo. "A construção deste projeto de lei não será feita dentro de um gabinete, mas será construída com todos os usuários da internet, todos os cidadãos", afirmou.

Os internautas podem participar da construção da nova legislação através do blog http://culturadigital.br/marcocivil/. O blog ficará aberto durante 45 dias para que os interessados se manifestem e troquem argumentos sobre o que deveria ser regulado e como. Após o prazo, o Ministério da Justiça vai recolher as contribuições e redigir um projeto de lei, que será, então, levado novamente ao blog para mais 45 dias de comentários. A previsão é que a proposta chegue fechada ao Congresso Nacional no início de 2010. Um perfil no twitter - @marcocivil - também já foi criado para discussão do marco regulatório. Além disso, as discussões estão sendo demarcadas com a hashtag #marcocivil.


PSL-Brasil - Aberta a consulta pública para construção do marco civil da Internet - Software Livre

 



 

Technorati Marcas: : , , , , ,

 

 

BlogBlogs Marcas: : , , , , ,

 







PSL-Brasil - Campus Party 2010 terá grafite digital pela primeira vez - Software Livre

Campus Party 2010 terá grafite digital pela primeira vezOctober 30, 2009, by Miguel Matiolla - No comments yet
Viewed 38 times
Go back

Cp_spraywiiUma das atrações da Campus Party 2010 será o Wii Spray, uma ferramenta que leva a arte urbana do grafite ao universo virtual. Criado por Martin Lihs, o grafite digital, como pode ser chamado, consiste em uma tela digital e um spray, que permite ao usuário fazer suas próprias pinturas com uma gama de cores, juntamente com a possibilidade de incorporar fotos, gráficos e outros fundos.

O Wii Spray usa o software Adobe Flash e tecnologia de comando Wii, lançada pela Nintendo. É a primeira vez que a novidade será vista pelos campuseiros brasileiros.

A terceira edição da Campus Party Brasil se realiza de 25 a 31 de janeiro no Centro de Exposições Imigrantes, em São Paulo. As inscrições custam R$ 140 (R$ 15 de camping opcional) e podem ser feitas pelo site do evento.

Até 22 de novembro, o valor do ingresso será de R$ 120. Após esse período, será cobrado o valor integral.

 Por Guilherme Neves

Fonte: Clic RBS


PSL-Brasil - Campus Party 2010 terá grafite digital pela primeira vez - Software Livre

 



 

Technorati Marcas: : , , , , ,

 

 

BlogBlogs Marcas: : , , , , ,

 







PSL-Brasil - Primeira mensagem enviada pela internet completa 40 anos - Software Livre

Primeira mensagem enviada pela internet completa 40 anosOctober 30, 2009, by Miguel Matiolla - No comments yet
Viewed 33 times
Go back

 

1352643-2000-cp2Na tentativa de digitar 'login', primeira mensagem enviada de um computador de Los Angeles para outro em Stanford, nos Estados Unidos, foi 'lo'.

No dia 29 de outubro de 1969, a internet entrou no ar sem fazer muito barulho, mas com um "lo".

Letra por letra, o professor de ciências da computação da Universidade de Los Angeles (UCLA) Leonard Kleinrock enviou uma mensagem do seu computador para outro que estava no Instituto de Pesquisa de Stanford, nos Estados Unidos.

Kleinrock estava tentando digitar "login", iniciando um sistema de compartilhamento remoto, mas o sistema quebrou depois de duas letras, e "lo", a internet nascia com a primeira mensagem sendo enviada entre dois computadores ligados em rede.

A criação da internet teve outros marcos que podem ser considerados mais ou menos históricos. Afinal, o núcleo da rede era a troca de pacotes - o processo de quebrar dados em blocos e enviá-los individualmente - e em 1968 Donald Davies, do Laboratório de Física do Reino Unido, fez a primeira apresentação pública da ideia.

Hoje, 40 anos depois, a vida sem a internet parece impossível. Nas raras vezes que os provedores de internet têm problemas, é como se as casa ficassem sem energia elétrica. Mais de 1 bilhão de pessoas estão online, e, no ano passado, o Google anunciou que detectou mais de 1 trilhão de páginas na rede.

Como a internet evoluiu do histórico "lo" para uma sociedade que vive e respira na habilidade de transmitir dados? Ao longo dos anos, mais terminais se conectaram à rede, hospedada pela Defense Advanced Research Projects Agency (DARPA) dos Estados Unidos, conhecida como ARPANet.

Em meados dos anos 1970, os engenheiros da DARPA Vint Cerf, Yogen Delal e Carl Sunshine desenvolveram um Protocolo de Controle e Transmissão e Protocolo de Internet, conhecido como TCP/IP, um meio de redes se ligarem, criando assim a internet.

É possível considerar o desenvolvimento do TCP/IP, assim como sua adoção uniforme pela ARPAnet em 1º de janeiro de 1983, como datas de nascimento da grande rede.

Ao longo dos anos, o número de terminais conectados aumentou, e novas redes fora da ARPAnet surgiram. Tudo isso preparou o terreno para a World Wide Web, proposta por Tim Berners Lee em 1989 como uma coleção de documentos de internet que poderiam ser visualizados em um navegador. Cinco anos depois, saiu o primeiro web browser, o Mosaic Netscape 0.9.

Fonte: IDG NOW


PSL-Brasil - Primeira mensagem enviada pela internet completa 40 anos - Software Livre

 



 

Technorati Marcas: : , , , , ,

 

 

BlogBlogs Marcas: : , , , , ,

 







PSL-Brasil - Rede Brasil Digital será apresentada a telecentristras de todo o país - Software Livre

Rede Brasil Digital será apresentada a telecentristras de todo o paísOctober 30, 2009, by Stefanie Silveira - No comments yet
Viewed 61 times
Go back

Durante a 8ª Oficina de Inclusão Digital, que acontece em Belo Horizonte entre os dias 24 e 27 de novembro, o Serpro e a Rede Casa Brasil vão apresentar o Sistema Integrado de Gestão e Apoio a Telecentros - Rede Brasil Digital, solução que visa congregar informações sobre o dia-a-dia dos espaços de inclusão digital e suas comunidades no país.

O Rede Brasil Digital é parte integrante de um esforço aberto e colaborativo que convida outras iniciativas de inclusão digital a somar no uso, desenvolvimento, suporte e aprimoramento do sistema.

Chamado de Cadastro de Usuários, o primeiro módulo da solução foi lançado em agosto de 2009 e reúne informações sobre o perfil dos cidadãos beneficiados pelos projetos de inclusão digital, a fim de mapear o impacto dessas ações nas comunidades assistidas.

Os próximos módulos do sistema já estão sendo desenvolvidos pela Rede Casa Brasil e são: gerenciamento de equipamentos, gerenciamento de parcerias, painel de acompanhamento aprendizagem em rede e agente de inclusão digital.

No módulo de gerenciamento de equipamentos, o telecentrista - agente de inclusão digital - poderá compartilhar, através do prévio cadastro de todos os computadores, informações sobre o estado de funcionamento de toda a infraestrutura e equipamentos disponíveis para uso público e, em alguns casos, até organizar o empréstimo desses elementos. As equipes de coordenação desses telecentros poderão saber qual o tempo de vida útil, índice de disponibilidade e quais os problemas mais comuns nos itens que compõe os telecentros.

Por sua vez, o módulo gerenciamento de parcerias irá mapear quais os agentes parceiros de cada telecentro e de que forma está funcionando essa ação conjunta.

O Painel de acompanhamento irá fornecer um panorama geral contendo dados técnicos e específicos sobre os telecentros como: se a conexão está ativa ou não, equipamentos inativos ou indisponíveis, número de ações desenvolvidas além do acesso livre. Esse módulo fornecerá um conjunto de informações para tomada de decisão com o objetivo de garantir um índice de disponibilidade desses espaços para o cidadão.

Ao Serpro cabem os serviços de fornecimento de infraestrutura para hospedagem e segurança dos dados dos usuários, que terão a mesmas politicas de segurança aplicadas aos demais clientes da empresa, como a Receita Federal do Brasil.

Dessa forma, e contando com a adesão de um número cada vez maior de projetos e ações de inclusão digital, o Rede Brasil Digital tem como missão contribuir para a gestão diária de cada telecentro, melhorar os serviços prestados ao cidadão e promover a sistematização e o compartilhamento das experiências entre projetos e unidades.

O Rede Brasil Digital foi desenvolvido em software livre e opera em plataforma web.

Oficina


A 8ª Oficina para Inclusão Digital acontece de 24 a 27 de novembro, em Belo Horizonte-MG. O evento constitui um espaço para discussão e proposição de estratégias, políticas públicas e diretrizes de acesso e uso das tecnologias da informação e da comunicação para promover ações concretas para a inclusão digital no país. Para informações e inscrições, acesse http://oficina.inclusaodigital.gov.br.

Fonte: Serpro


PSL-Brasil - Rede Brasil Digital será apresentada a telecentristras de todo o país - Software Livre

 



 

Technorati Marcas: : , , , , ,

 

 

BlogBlogs Marcas: : , , , , ,

 







PSL-Brasil - Defesa dos EUA libera uso de software livre - Software Livre

Defesa dos EUA libera uso de software livreOctober 30, 2009, by Miguel Matiolla - No comments yet
Viewed 77 times
Go back

SÃO PAULO - O Departamento de Defesa dos EUA publicou um memorando favorável ao uso de software livre pelos órgãos militares do país.

Segundo o H-Online, o texto foi criado para esclarecer a posição de outro documento, publicado em 2003, não deixava clara posição do departamento, a chegando a dar a impressão de que o código aberto não era permitido.

O novo memorando aponta diversas vantagens no uso dos softwares, incluindo a liberdade para alterar o código e baixo custo, por exemplo.

"O software que melhor atende as necessidades deve ser utilizado, independentemente de ter código aberto", afirmou David M. WeggerenPDF, chefe do centro de informação do Departamento de Defesa.

O documento aponta a necessidade de pesquisa de mercado para definir quais programas podem, ou não, ser utilizados internamente.

A questão da licença também foi levantada. Em um dos parágrafos, o texto informa que a agência não é obrigada a distribuir o código alterado para o público. Caso isso venha a acontecer, a questão de redistribuição deverá ser discutida.

Fonte: Info Online 

   


PSL-Brasil - Defesa dos EUA libera uso de software livre - Software Livre

 



 

Technorati Marcas: : , , , , ,

 

 

BlogBlogs Marcas: : , , , , ,

 







PSL-Brasil - Construa a Campus Party Brasil 2010 - Software Livre

Construa a Campus Party Brasil 2010October 30, 2009, by Stefanie Silveira - No comments yet
This article's tags: #cparty#cpartybrcampus party
Viewed 40 times
Go back

Tem novidade na Campus Party Brasil 2010! Este ano, os participantes ajudarão a escolher a programação para a terceira edição do evento no Brasil. Continuando o processo participativo de construção do evento, iniciado com a enquete sobre o melhor período para realização da CP, os participantes poderão colaborar com sugestões para atividades e ações promovidas durante os sete dias da Campus Party 2010.

Para participar, preencha o formulário disponível aqui e envie suas sugestões. As propostas serão avaliadas pelos coordenadores de cada área de conteúdo.

Os campuseiros que participarão do evento já estão espalhando boas ideias para divulgar a CP. Um deles é Sergio Henrique D. de Oliveira, ou simplesmente shdo, que criou um avatar para que os participantes possam usar em seus Twitter, MSN ou outros serviços. Para usar, basta clicar com o botão direito em cima da imagem e salvar usando o menu do seu navegador. No blog do campuseiro, há também um clã que ele e outros campuseiros criaram para a Campus Party.

As inscrições para o público geral participar da Campus Party Brasil 2010 já estão abertas. Quem quiser conhecer a maior festa da internet brasileira tem até o dia 22 de novembro para se inscrever pelo site www.campus-party.com.br e adquirir ingressos no valor promocional de R$ 120,00. Após esse período, será cobrado o valor normal de R$ 140,00. Os serviços de acampamento e de alimentação são opcionais e não estão inclusos no valor do ingresso.

A terceira edição da Campus Party em solo brasileiro acontecerá de 25 a 31 de janeiro de 2010, no Centro de Exposições Imigrantes, em São Paulo. Até o dia 25 de outubro, os campuseiros veteranos (que participaram das edições de 2008 e 2009) poderão fazer sua inscrição pelo valor promocional de R$ 100,00. Confira aqui um passo a passo para se inscrever na CP 2010.

O que você vai ver na CP 2010?

Durante uma semana, 24 horas por dia, você vai participar de palestras, desafios, oficinas práticas e muitas outras atividades. Nesta edição, teremos quatro zonas temáticas: Ciência, Criatividade, Entretenimento Digital e Inovação. Nesses espaços, você poderá interagir e aprender com as principais comunidades de robótica, software livre, desenvolvedores, segurança e rede, modding, games, design, fotografia, vídeo, música, blog e simulação.

Acompanhe todas as novidades aqui no blog e nas redes sociais:
Twitter
Facebook
Orkut

A organização do evento avisa aos twitteiros, flickeiros, blogueiros, campuseiros e usuários da Web em geral que a hashtag #cpartybr será usada como tag oficial da Campus Party Brasil 2010. O objetivo é universalizar esta tag para que as informações sobre a CP 2010 sejam facéis de se localizar.

No ano passado, os campuseiros utilizaram ativamente as tags oficiais ao publicarem informações sobre o evento. Na Campus Party Brasil 2009, os campuseiros brasileiros conseguiram posicionar a tag #cparty acima da #obama. Desta vez, a meta é colocar a #cpartybr no topo das listas de tópicos populares. Também é possível utilizar as tags #cpbrasil, #cparty10 e #cparty.


PSL-Brasil - Construa a Campus Party Brasil 2010 - Software Livre

 



 

Technorati Marcas: : , , , , ,

 

 

BlogBlogs Marcas: : , , , , ,

 







Agência Brasil - Lula diz que Brasil tem tudo para ser a quinta economia do mundo em 2016 - Tecnologias

 
28 de Outubro de 2009 - 22h02 - Última modificação em 28 de Outubro de 2009 - 22h03


Lula diz que Brasil tem tudo para ser a quinta economia do mundo em 2016

Vladimir Platonow
Repórter da Agência Brasil

 
envie por e-mail
imprimir
comente/comunique erros
download gratuito

Rio de Janeiro - O presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse hoje (28) que o país deverá se tornar uma das principais economias do mundo dentro de poucos anos. “Este país tem tudo para, em 2016, ser a quinta economia do mundo. Tem tudo para ser um grande exportador”, disse Lula.

Ele participou da inauguração de dois novos estúdios da TV Record, no Rio de Janeiro, dedicados à produção de novelas, e destacou que é bom para o país ter diversas empresas da área de comunicação fortes.

“Não seria bom para o Brasil que a gente tivesse apenas uma televisão produzindo novelas. Não seria bom que a gente tivesse apenas uma televisão dando informações. São essas opções, essas alternativas, que estão permitindo que o povo brasileiro não seja vítima de alguns formadores de opinião pública que não querem formar opinião pública, mas que querem induzi-la a um pensamento único, a uma verdade única”, disse Lula em seu discurso.

O complexo chamado de RecNov gera 2,5 mil empregos e tem dez grandes estúdios, em uma área de 300 mil metros quadrados. Segundo a Record, o investimento total no projeto, desde o início das obras, em 2005, é de R$ 500 milhões.




Edição: Rivadavia Severo  


Agência Brasil - Lula diz que Brasil tem tudo para ser a quinta economia do mundo em 2016 - Tecnologias

 



 

 

 

 







Agência Brasil - Marco regulatório para uso da internet começa receber sugestões de internautas - Tecnologias

 
29 de Outubro de 2009 - 18h09 - Última modificação em 29 de Outubro de 2009 - 19h48


Marco regulatório para uso da internet começa receber sugestões de internautas

Vitor Abdala
Repórter da Agência Brasil

 
envie por e-mail
imprimir
comente/comunique erros
download gratuito

Rio de Janeiro - As discussões para a criação de um marco regulatório civil para o uso da internet no Brasil foram abertas hoje (29) pelo Ministério da Justiça. O marco será criado por meio de projeto de lei, cujo texto será elaborado a partir de sugestões da população. As discussões serão feitas pelo site www.culturadigital.br/marcocivil.

Segundo o secretário de Assuntos Legislativos do Ministério da Justiça, Pedro Abramovay, o marco se restringirá a tratar das responsabilidades de provedores e usuários, para regulamentar direitos fundamentais como a privacidade e a liberdade de expressão, sem entrar nas áreas dos crimes cibernéticos, direitos autorais ou da regulamentação de telecomunicações.

Abramovay disse que hoje não há regras para a relação entre pessoas e provedores na internet. Como exemplo, citou o caso de uma artista que percebeu que sua privacidade estava sendo afetada por um vídeo no site do YouTube e, por isso, a Justiça determinou que a página com o vídeo fosse retirada. Segundo ele, caso houvesse um marco regulatório, talvez não fosse necessário retirar a página, mas apenas o vídeo em que a artista aparecia.

O secretário afirmou ainda que hoje as decisões judiciais sobre os casos de desrespeito à privacidade ou à liberdade de expressão não têm uma lei para seguir e, portanto, cada juiz decide de forma aleatória. “O marco dá um norte para a Justiça, para que as decisões possam ser parecidas. E tanto o usuário, quanto o provedor e aquele que vai investir na internet vai conhecer o terreno que está pisando”, disse.

Segundo Abramovay, as pessoas poderão dar sugestões ao projeto de lei pelos próximos 45 dias. Em seguida, a partir das sugestões, será elaborado o texto de um anteprojeto e divulgado pela internet para discussões, por mais 45 dias. A expectativa é de que o projeto de lei comece a tramitar no Congresso Nacional já no primeiro semestre do ano que vem.



Edição: Aécio Amado  


Agência Brasil - Marco regulatório para uso da internet começa receber sugestões de internautas - Tecnologias

 



 

 

 

 







quinta-feira, outubro 29, 2009

PSL-Brasil - Firefox conquista mais 30 milhões de usuários em apenas 8 semanas - Software Livre

Firefox conquista mais 30 milhões de usuários em apenas 8 semanasOctober 29, 2009, by Miguel Matiolla - No comments yet
Viewed 75 times
Go back

Por Nátaly Dauer

Firefox-20090917085525Após um anúncio no Twitter do CEO da Mozilla, John Lilly, nesta segunda-feira, Tristan Nitot, presidente da empresa na Europa, confirmou ontem ao site de notícias inglês DNet o aumento 30 milhões de usuários únicos na utilização do browser Firefox, nas últimas 8 semanas.

"Notamos um aumento significativo no número de usuários do Firefox", disse Nitot, que ainda explicou que o browser de cada usuário procura por updates a cada 24 horas. A cada atualização encontrada, o navegador avisa ao servidor da Mozilla que ele "existe". É contado, portanto, o número de avisos para cada versão liberada do navegador, como esclarece o site de notícias CNET. Como para cada versão nova do Firefox o navegador se "anuncia" apenas uma vez, essa contagem dá uma ideia razoavelmente precisa do número de usuários ativos. Para calcular o número de usuários total, a organização explica que esse número é multiplicado por três - segundo a fundação, a relação entre pessoas que usam o Firefox diariamente e os usuários exporádicos, que os têm instalados mas usam outros navegadores normalmente, é de um para três.

Durante as últimas 8 semanas, o número diário teve um aumento médio de 10 milhões de updates, passando de 103 para 113 milhões. Após os ajustes, o resultado é um total de 330 milhões de usuários, mensalmente, o equivalente à toda a população dos EUA. Nitot atribui boa parte deste aumento à volta às aulas, já que vários estudantes compram novos computadores no fim das férias de verão. Uma grande parcela deles instala o Firefox como uma das primeiras providências após adquirir o equipamento.

Em estudo divulgado pela NetApplications no site do jornal britânico The Register, o browser da Microsoft aparece com perda de 1,26% de usuários em relação a setembro, ficando com 65,71% das navegações. O Firefox, neste mesmo período, teve um crescimento modesto de 0,77%, alcançando os 23,75% de público.

Enquanto isso, os outros browsers líderes, como o Safari, o Chrome e o Opera alcançam apenas porcentagens com um único dígito, sendo o Safari a terceira posição do ranking, com 4,24% dos usuários.

Fonte: Ig Tecnologia


PSL-Brasil - Firefox conquista mais 30 milhões de usuários em apenas 8 semanas - Software Livre

 



 

Technorati Marcas: : , , , , ,

 

 

BlogBlogs Marcas: : , , , , ,

 







PSL-Brasil - Android chega à versão 2.0 totalmente repaginado - Software Livre

Android chega à versão 2.0 totalmente repaginadoOctober 29, 2009, by Miguel Matiolla - No comments yet
Viewed 59 times
Go back

O Android, sistema operacional do Google para smartphones, chegou ontem à versão 2.0. Com o codinome "Eclair", seguindo a tradição do Google de dar o nome de sobremesas ao seu sistema operacional, esta versão traz mudanças tanto para os usuários como para os desenvolvedores, e deve chegar em breve às mãos do público através de uma série de novos aparelhos. Sistema traz contatos centralizados, busca aprimorada e um navegador mais moderno, entre outras novidades.

Para os usuários, há mudanças importantes como a capacidade de configurar múltiplas contas Google para sincronia de mensagens e contatos, e o suporte a servidores Microsoft Exchange. Buscas agora também incluem mensagens SMS e MMS, e o teclado virtual ganhou um novo layout para facilitar a digitação.

O browser recebeu uma interface refinada e agora tem suporte a HTML 5, como a versão desktop do navegador Google Chrome. Mas as principais mudanças estão no aplicativo "Câmera", que agora tem suporte a Flash, zoom digital, modos de cena, controle do balanço de branco, efeitos com cores e modo macro, o que deve ajudar a reforçar um dos principais pontos fracos dos smartphones Android em relação aos modelos de outros fabricantes.

Para os desenvolvedores também há pequenas mudanças, como a API "Quick Contacts", que permite a um aplicativo exibir de forma centralizada todas as informações de contato de um usuário, e uma API Bluetooth que permitirá, entre outras coisas, conexões "peer-to-peer" entre aparelhos próximos, para troca de informações ou jogos online.

Há suporte a múltiplas resoluções de tela, como 800×480 e 854×480 pixels, que segundo o Google devem estar aparecendo em alguns aparelhos em breve. Desenvolvedores são encorajados a testar seus aplicativos para certificar-se de que funcionam em qualquer resolução. E a nova versão do kit de desenvolvimento (SDK) traz suporte ao Mac OS X "Snow Leopard".

O primeiro aparelho com o Android 2.0, o Droid da Motorola, foi anunciado esta semana nos EUA e deve começar a ser vendido a partir da semana que vem pela Verizon. Não há informações sobre sua possível disponibilidade no Brasil.

O Google não informa como (ou mesmo se) os proprietários de aparelhos atualmente rodando a versão 1.5 do Android poderão atualizar o sistema para a versão 2.0. Mais informações sobre o Android, incluindo um vídeo explicando as novidades, estão disponíveis no blog oficial.

Fonte: Ig Tecnologia


PSL-Brasil - Android chega à versão 2.0 totalmente repaginado - Software Livre

 



 

Technorati Marcas: : , , , , ,

 

 

BlogBlogs Marcas: : , , , , ,

 







PSL-Brasil - Ubuntu 9.10 tem serviço gratuito de cloud computing - Software Livre

Ubuntu 9.10 tem serviço gratuito de cloud computingOctober 29, 2009, by Stefanie Silveira - No comments yet
This article's tags: ubuntu
Viewed 49 times
Go back

A Canonical lançou na manhã desta quinta-feira a nova versão do seu sistema operacional de código aberto, Ubuntu 9.10 "karmic koala". O sistema traz uma continuidade dos esforços do projeto no sentido de oferecer uma distribuição amigável ao usuário do desktop. Entre as novidades da versão estão o boot mais rápido, suporte melhorado a 3G e melhorias no suporte a áudio. O Desktop Edition também apresenta um serviço gratuito de Cloud Computing.

É o Ubuntu One. Trata-se de pacote de serviços online, baseados em cloud computing, lançado na versão beta em maio de 2009. Ele funciona como uma nuvem pessoal na web, facilitando os processos de backup, a sincronização e o compartilhamento de arquivos. Além disso, ele oferece sincronização online de contatos e um sistema de recados, chamado Tomboy notes. Segundo a Canonical, os usuários terão até 2GB gratuitos para armazenar seus dados na nuvem.

Para usuários de computadores móveis, como notebooks e netbooks, os desenvolvedores do SO trabalharam em melhorias na interface Remix, destinadas aos portáteis. Ela passa a utilizar o programa de mensagens instantâneas Empathy, que facilita a transferência de arquivos de texto, voz e vídeo.

Já estão disponíveis diversas análises do novo sistema:
DesktopLinuxReview
Easy Linux



PSL-Brasil - Ubuntu 9.10 tem serviço gratuito de cloud computing - Software Livre

 



 

Technorati Marcas: : , , , , ,

 

 

BlogBlogs Marcas: : , , , , ,

 







PSL-Brasil - Premiação do concurso Expresso marca o encerramento da Latinoware - Software Livre

Premiação do concurso Expresso marca o encerramento da LatinowareOctober 29, 2009, by Miguel Matiolla - No comments yet
Viewed 44 times
Go back

Dsc04305A funcionalidade Implementação de Contas Compartilhadas, desenvolvida por Valmir André, da Agência Estadual de Tecnologia da Informação de Pernambuco, foi a grande vencedora do Concurso Expresso, realizado durante a VI Conferência Latino Americana de Software Livre - Latinoware, realizada em Foz do Iguaçu-PR.

O concurso aconteceu no período de 22 a 24 de outubro, com o objetivo de premiar o desenvolvimento de novos módulos para a solução de comunicação Expresso Livre. A premiação foi definida pelo Comitê Gestor da ferramenta, com base nos critérios: inovação, aplicabilidade, abrangência e complexibilidade. As melhorias que se destacaram serão agregadas à nova versão da ferramenta.

Premiados
1º lugar: a funcionalidade vencedora permite que usuários compartilhem, com níveis variados de acesso, suas contas pessoais e corporativas de e-mail.

2º lugar: Mário Kolling, da Regional do Serpro em Porto Alegre, aprimorou o sistema de busca, com a funcionalidade Extensão e Pesquisa Avançada de e-mails. Ele propôs um número maior de campos para a busca, como intervalo de datas e status da mensagem.

3º lugar: também da Regional Porto Alegre, Rommel Cysne conquistou o terceiro prêmio com o Novo Modelo de Visualização de e-mail. O trabalho oferece uma pré-visualização do resumo das mensagens, antes mesmo de abri-las, com a possibilidade do usuário definir essa pré-visualização via hint, uma espécie de janela flutuante. Para o desenvolvedor, essa funcionalidade dará mais agilidade à comunicação.

Latinoware 2009
Durante três dias, Foz do Iguaçu, recebeu um dos maiores eventos de software livre do Brasil e da América Latina, a Latinoware 2009, que reuniu mais de quatro mil pessoas para participar de palestras e painéis destinados a apresentar e discutir as inovações no campo das plataformas livres e abertas no continente, além de cursos e mini-cursos ministrados por especialistas de TI.

O Serpro, um dos realizadores do evento, marcou presença na programação oficial com assuntos como: Framework Demoiselle, Expresso Livre, Bacula, Migração para Software Livre e outros.

Fonte: Sepro


PSL-Brasil - Premiação do concurso Expresso marca o encerramento da Latinoware - Software Livre

 



 

Technorati Marcas: : , , , , ,

 

 

BlogBlogs Marcas: : , , , , ,

 







PSL-Brasil - Abertas inscrições para a II Ultra Maratona How To de Software Livre - Software Livre

Abertas inscrições para a II Ultra Maratona How To de Software LivreOctober 29, 2009, by Stefanie Silveira - No comments yet
Viewed 27 times
Go back

Estão abertas as inscrições para a II Ultra Maratona How To de Software Livre. A segunda edição do evento contará com 10 tutoriais de 4 horas nos dias 7 e 8 de novembro. Os tutoriais, técnicos e práticos, abordarão os seguintes assuntos:

* LDAP - Conceitos e Aplicações
* Welcome to the Django
* Instalando CACIC - Servidor e Agente
* Interfaces Gráficas do Shell (Aprofundamento do Zenity)
* Teste de Invasão em Redes Sem Fio
* Rails: Otimizando Client-side e Server-side
* Paravirtualização com XEN no Debian Lenny
* Nagios: Gerenciando redes de alta disponibilidade
* Cluster Zimbra de alta disponibilidade com HeartBeat e DRBD
* RIA com JQuery

O principal objetivo é divulgar o trabalho das empresas e profissionais participantes, além de, é claro, incentivar via ensino o uso de softwares e soluções livres, terá uma taxa de inscrição especial por tutorial, que ficará entre R$45,00 e R$70,00, já inclusos os descontos para estudantes e profissionais ligados às organizações, patrocinadores e apoiadoras desta edição do evento. O valor total de cada tutorial, sem os descontos incidentes provenientes das inscrições promocionais, é de R$90,00.

O evento conta com a promoção da Associação Brasileira das Empresas de Alta Tecnologia(ALTEX) e com o patrocínio da WR2 Informática. A segunda edição é organizada pelas empresas: Clavis Segurança da Informação, Tecnohall Soluções em Tecnologia e pela Green Hat Segurança da Informação.

Para mais informações acesse http://www.ultramaratonahowto.com.br ou ligue para (21) 2561-0867. O evento acontecerá na Rua Martins Ferreira, 71, no bairro de Botafogo, área nobre da Zona Sul da cidade do Rio de Janeiro.


PSL-Brasil - Abertas inscrições para a II Ultra Maratona How To de Software Livre - Software Livre

 



 

Technorati Marcas: : , , , , ,

 

 

BlogBlogs Marcas: : , , , , ,

 







PSL-Brasil - Governo anuncia conexão banda larga em 36 mil escolas - Software Livre

Governo anuncia conexão banda larga em 36 mil escolasOctober 29, 2009, by Stefanie Silveira - No comments yet
Viewed 19 times
Go back

A meta do governo federal de conectar todas as escolas públicas urbanas do país até o fim de 2010 está cada vez mais próxima, segundo dados oficiais do governo.

Até 30 de setembro, informa o Ministério das Comunicações, 36.146 escolas públde todas as regiões já haviam recebido internet gratuita de alta velocidade. A iniciativa é resultado do programa Banda Larga nas Escolas.

De acordo com os dados da Agência Nacional de Telecomunicações, o número de instituições de ensino básico beneficiadas até agora representa 55,71% das 64.879 escolas públicas urbanas abrangidas pelo projeto. A meta do governo é conectar 80% delas até o final deste ano.

Os balanços divulgados pela Anatel são fechados a cada trimestre. Apenas entre julho e setembro deste ano, mais de 7 mil novas escolas foram conectadas. Os estados com mais escolas contempladas são Minas Gerais (4.301), São Paulo (3.704), Rio de Janeiro (3.619), Bahia (3.361) e Paraná (2.982).

De acordo com o ministro das Comunicações, Hélio Costa, até o fim de 2010, todas as escolas públicas urbanas do Brasil estarão cobertas, beneficiando cerca de 37 milhões de estudantes. A vigência do programa Banda Larga nas Escolas vai até 2025, com compromisso de ampliação periódica da velocidade de conexão.

Fonte: Convergência Digital


PSL-Brasil - Governo anuncia conexão banda larga em 36 mil escolas - Software Livre

 



 

Technorati Marcas: : , , , , ,

 

 

BlogBlogs Marcas: : , , , , ,