O Mundo do Software Livre muito além do Linux! (Notícias e Dicas)

Aúncio


domingo, julho 31, 2011

PSL-Brasil - O Globo: uma lei para o futuro - Software Livre

Viewed 245 times
 Go back to Governos
  • O-globo

Publicado no jornal O Globo  Opinião dia 20/07/2011 página 7

– Marcelo Branco

 

O debate sobre a reforma do direito autoral se insere num contexto das transformações nas relações sociais e econômicas provocadas pela internet, num choque entre os modelos bem-sucedidos da era industrial com as novas possibilidades e oportunidades deste período que vivemos: a era da informação.

No caso da música, para que chegasse ao grande público, além dos custos de produção e gravação num estúdio, necessariamente deveria passar por um processo industrial fabril. Nessa cadeia produtiva, o intermediário industrial assumiu papel preponderante em relação a toda cadeia produtiva e impôs o modelo aos demais elos da cadeia. A partilha da arrecadação do direito autoral também privilegiou o intermediário industrial, que fica com grande parte da receita em detrimento dos autores, produtores, músicos, técnicos de gravação etc.

Na era da internet, as obras que circulam não são produtos industriais materiais, portanto é inaceitável que justamente o modelo de negócios que evaporou com a internet imponha as regras. Devemos buscar o reequilíbrio do direito levando em conta apenas os interesses dos autores, dos novos atores dessa cadeia produtiva e do público.

Através do avanço da tecnologia, abrem-se novas possibilidades, mais baratas e universais de produzir, distribuir e consumir os conteúdos culturais. Mudaram também os hábitos do público consumidor e isso deve ser valorizado e não combatido. O público não é inimigo dos autores, pelo contrário.

Temos que acabar com a confusão entre “cópia privada” e pirataria. Pirataria é o uso e comercialização de cópias ilegais, para benefício econômico. Não devemos confundir “os limites ao direito do autor, com certas atividades que deveriam ficar à margem da proteção ao direito do autor”. O direito a uma cópia privada sem o intuito de lucro, na verdade, é uma expressão do princípio da liberdade do uso privado.

Quando compartilhamos conteúdos P2P pela internet, não estamos baixando de uma máquina central ou aderindo à pirataria. São conteúdos pessoais, disponibilizados por dispositivos de compartilhamento de arquivos, para uso privado. A única forma de tentar coibir essa nova prática social seria a colocação de filtros na porta de cada usuário, instituindo uma vigilância generalizada e a quebra de privacidade dos cidadãos, inaceitável no Estado de direito democrático. A nova lei dos direitos autorais deve admitir os avanços da internet e descriminalizar as práticas de compartilhamento de arquivo P2P, pois é uma relação privada de pessoa para pessoa, sem fins lucrativos.

É claro que a mudança da lei do direito autoral é uma oportunidade para atualizar e estabelecer um novo equilíbrio entre o direito do autor, a liberdade do uso privado e novas formas de remuneração da cadeia produtiva. A nova lei deve projetar o futuro e não se espelhar num modelo do passado.

* Marcelo Branco é profissional de tecnologia de informação


PSL-Brasil - O Globo: uma lei para o futuro - Software Livre

 



 

Technorati Marcas: : , , , , ,

 

 

BlogBlogs Marcas: : , , , , ,

 







PSL-Brasil - CISL e comunidades fortalecem suítes escritório livres - Software Livre

Viewed 187 times
 Go back to fisl12

No dia 1º de julho, no Fórum Internacional Software Livre (Fisl), o Comitê Técnico de Implementação de Software Livre (CISL) assinou, juntamente, com as comunidades dos projetos LibreOffice e OpenOffice, mantidos respectivamente pelas instituições The Document Foundation e Apache Foundation, um Protocolo de Intenções que sinaliza o interesse mútuo de cooperação com as ferramentas livres de escritório.

http://www.softwarelivre.gov.br/logo.png

A proposta é reforçar a postura do Estado brasileiro de cooperar com a evolução das suítes de escritório, devido a sua importância dentro das instituições públicas. A adoção destas ferramentas representa um dos grandes sucessos de migração de plataformas proprietárias para software livre, em todas as esferas do governo. Estima-se que mais de 1 milhão de computadores públicos operem com estas soluções, o que representa economia com os custos de licenças de software e investimento em tecnologia nacional.

Dessa forma, o governo  ratifica  a importância de participar e colaborar nestes projetos, inclusive, com presença atuante de desenvolvedores nas comunidades. Atitude que busca devolver à sociedade e comunidades os benefícios gerados ao Estado e a apoiar o contínuo crescimento e melhorias destes softwares.

Confira a íntegra do documento.

ODF

O uso de suítes de escritório livres reforça também a premissa de utilização de padrões abertos, recomendado pela arquitetura de interoperabilidade do governo federal, a e-PING  e o compromisso das organizações assumido no Protocolo Brasília. A importância do Open Document Format (ODF) para o armazenamento de documentos da Administração Pública é a garantia de acesso às informações, independente de plataforma tecnológica, e interoperabilidade entre as instituições.

Comunicação do CISL - 4 de julho de 2011


PSL-Brasil - CISL e comunidades fortalecem suítes escritório livres - Software Livre

 



 

Technorati Marcas: : , , , , ,

 

 

BlogBlogs Marcas: : , , , , ,

 







PSL-Brasil - Exército apresenta caso de sucesso com uso de Software Livre - Software Livre

Viewed 1132 times
 Go back to fisl12

O tenente-coronel do Exército Paulo Fernando Lamellas apresentou no Fisl 12 a experiência da instituição militar com o Software Livre. Lamellas explica que o projeto nasceu há 10 anos dentro da corporação e que com o tempo foi ganhando forma, espaço e conquistando bons resultados. As atividades são orientadas pelas diretrizes do Plano de Migração para Software Livre do Exército, documento que é revisado a cada três anos.

http://www.exercito.gov.br/image/image_gallery?uuid=b36272d3-26e2-43a0-8e85-2c66cf4cb3ea&groupId=10138&t=1287246479127

Atualmente, ele comemora que a 4ª edição do Plano, implantado no fim de 2010, já está em conformidade com os padrões da arquitetura e-Ping. O diferencial desta versão e a previsão da migração dos desktops para Ubuntu. O tenente-coronel explica que a escolha do Ubuntu deve-se as seguintes características: "o Ubuntu é a distribuição mais fácil para o usuário utilizar e também proporciona maior facilidade de customização, o que permitiu adaptar a nossa distribuição ao usuário final", detalha Lamellas.
De acordo com o militar, mais de 67% do parque tecnológico, composto por cerca de 60 mil máquinas, já está operando com o novo sistema operacional. Questionado a respeito da aceitação dos militares, ele afirma que "a customização é uma excepcional ferramenta para convecer o usuário, porque na hora que ele vê na distribuição Linux os símbolos do Exército, o linguajar da corporação, isso faz com que ele se aproprie daquilo", analisa.
A distribuição do Exército brasileiro foi baseada no Ubuntu 8.04 e depois migrou para a 10.04, entre as principais customizações destaca-se o uso da engineer do Gnome, o desenvolvimento de uma barra de menu global, que mostra para o usuário que ele está utilizando, e atalhos para as aplicações mais utilizadas na instituição. Confira o vídeo da TV Serpro com Lamellas.

PSL-Brasil - Exército apresenta caso de sucesso com uso de Software Livre - Software Livre

 



 

Technorati Marcas: : , , , , ,

 

 

BlogBlogs Marcas: : , , , , ,

 







PSL-Brasil - Brazil Signs Up To Develop Office Suites - Software Livre

Viewed 60 times
 Go back to Internacional

At FISL in Brazil last week, I had the opportunity to speak as the co-presenter in a session about the evolution of OpenOffice.org – I think there will eventually be video of it. As Richard Hillesley observes, the developer community for that codebase was always stifled, and while there are some excellent and experienced developers on working on it, very few have affiliations beyond Sun/Oracle. This will prove to be the biggest issue in “rebooting” development, and I believe the overall OpenOffice.org/LibreOffice community needs to set aside its differences to address it.

http://webmink.files.wordpress.com/2010/02/simonphipps05.jpg?w=140&h=210

During the meeting, I called for developers to start work on the code-base now, regardless of their eventual expectations of which of the two open source projects they will join, so that their skills and their familiarity with the code are developed. Change in the codebase is inevitable, but skills and familiarity gained today will remain valuable. This uniting message was well received by the audience.

Also during the presentation, Jomar Silva announced that he had just met with representatives of the Brazilian government and representatives of both the Apache (Jomar Silva) and TDF  (Olivier Hallot) communities had signed a letter of intent with the government that Brazil should start engaging directly with the office suite they depend on, rather than just consuming the code.

This growth in the developer base seems to me to be exactly the sort of news we all need at the moment, and I’m looking forward to hearing from Olivier and Jomar as the first developers are identified and start work on the LibreOffice Easy Hacks.

by Simon Phipps

* font: WebMink

 


PSL-Brasil - Brazil Signs Up To Develop Office Suites - Software Livre

 



 

Technorati Marcas: : , , , , ,

 

 

BlogBlogs Marcas: : , , , , ,

 







PSL-Brasil - V ENSOL - Cooperação é a chave para o desenvolvimento - Software Livre

Viewed 81 times
 Go back to Comunidade

http://softwarelivre.org/articles/0029/5842/V_Ensol.jpeg?1296760478A abertura da quinta edição do Encontro de Software Livre da Paraíba (Ensol) promoveu o lema "liberdade ao extremo". O evento debateu a importância do espírito colaborativo e cooperativo frente ao paradigma da competição.

Na abertura do evento, realizada no final da tarde de ontem, 20 de julho, a palavra repetida por todos as autoridades foi "cooperação". De acordo com Marcos Mazoni, diretor-presidente do Serpro e coordenador do CISL, a cooperação deve ser o contraponto da competição. Ele falou por cerca de 10 minutos e iniciou uma discussão que foi fomentada pelos demais componentes da mesa.

De acordo com Mazoni, ao longo dos últimos anos, a primeira meta para a utilização de softwares de código aberto já foi atingida, que era tornar a tecnologia conhecida e reconhecida. "Deixou de ser utópico", esclareceu. Segundo ele, o momento atual é outro. "Não adianta muito mudar de tecnologia, se não mudar de filosofia. Ela tem de ser agregadora, valorizar o trabalho do outro e reconhecer o seu esforço. O mundo do software livre vive um momento crucial e precisa se firmar com a filosofia da cooperação, em contraponto à competição", disse.
A secretária de Planejamento da Prefeitura Municipal de João Pessoa, Estelizabel Bezerra, concordou: "A informática agora não é de competidores, é dos colaboradores".
O diretor de TI de Itaipu, Marcos Siríaco, direcionou sua fala aos professores. "Peço que os professores sejam educadores. São vocês que devem explicar esta filosofia aos seus alunos. É o estímulo a pensar desta forma, que fará mudanças nesta geração", apontou.
Investimento em Software Livre é questão de soberania
Siríaco ainda destacou que em 2010, no Brasil, incluindo-se a iniciativa pública e privada, gastou-se 32 bilhões com licenças e investimentos em software proprietário. "É como se todo o agronegócio do Estado do Paraná trabalhasse o ano inteiro para pagar este déficit da TI do Brasil", comparou. "É muito injusto este cenário. Esse dinheiro vai todo para fora do país", lamentou.
O prefeito de João Pessoa, Luciano Agra, comentou os dados apresentados. "Imaginem pegar estes R$ 32 bilhões e investir no Nordeste, que poderia sair de seu atraso secular. Software Livre, definitivamente, é questão de soberania nacional", concluiu.
Ensol termina no sábado
Também presente na mesa de abertura, o coordenador geral do evento, Rodrigo Vieira, agradeceu ao Serpro, lembrando que desde a primeira edição do Ensol, a empresa se fez presente, inclusive patrocinando quatro das edições do evento. Até sábado, o Ensol é realizado na Estação Cabo Branco, em João Pessoa. O tema deste ano é "Liberdade ao Extremo", em referência à intensificação da cultura livre e também à localização do evento, próxima à Ponta do Seixas, ponto extremo do continente americano, o local mais ao oriente que é possível se chegar em terra.
Saiba mais em www.ensol.org.br.   

 
 
 
 

PSL-Brasil - V ENSOL - Cooperação é a chave para o desenvolvimento - Software Livre

 



 

Technorati Marcas: : , , , , ,

 

 

BlogBlogs Marcas: : , , , , ,

 







PSL-Brasil - Está disponível o release candidato 2 da suite de escritório LibreOffice 3.4.2 RC2 - Software Livre

Viewed 252 times
 Go back to Comunidade

Você pode baixar uma versão de pré-lançamento para avaliação, testes de qualidade, etc... Não recomendamos utilizar os pré-lançamentos do LibreOffice para trabalhos críticos. Para mais informações sobre o controle de qualidade, visite a   página de controle de qualidade. Veja também as notas da versão.

Libreoffice

Você pode baixar uma versão de pré-lançamento para avaliação, testes de qualidade, etc... Não recomendamos utilizar os pré-lançamentos do LibreOffice para trabalhos críticos. Para mais informações sobre o controle de qualidade, visite a   página de controle de qualidade. Veja também as notas da versão.

Se estiver interessado em versões binárias mais arrojadas de nosso atual desenvolvimento, verifique nossos builds diários - estes são ainda mais sujeitos a falhas e inadequados para trabalhos críticos,. São fornecidos por colaboradores individuais, sem qualquer controle de qualidade. Utilize-os por sua própria conta e risco.

Para baixar o LibreOffice 3.4.2 RC2, clique aqui ...

Para fazer download da versão estável, clique aqui ...

* fonte: LibreOffice


PSL-Brasil - Está disponível o release candidato 2 da suite de escritório LibreOffice 3.4.2 RC2 - Software Livre

 



 

Technorati Marcas: : , , , , ,

 

 

BlogBlogs Marcas: : , , , , ,

 







PSL-Brasil - Loja do fisl agora aberta o ano inteiro - Software Livre

Viewed 252 times
 Go back to fisl12

Imagem_lojaNão conseguiu ir ao fisl este ano? Preferiu as palestras e perdeu a oportunidade de passar na Loja do fisl? Isso não significa que sua coleção de produtos de seu evento preferido tem que esperar até o ano que vem. Agora a Loja do fisl está aberta o ano inteiro, virtualmente. Para comprar diversos produtos do fisl, como camisetas, moletons, bonés, chapéus, adesivos e jaquetas, entre na loja virtual.

Até o dia 30 de setembro, você pode usar o código promocional COMUNIDADE-FISL12 e receber um desconto especial na compra de produtos do fisl.

Dê uma olhada, compre, e colabore com o seu evento de Software Livre favorito!


PSL-Brasil - Loja do fisl agora aberta o ano inteiro - Software Livre

 



 

Technorati Marcas: : , , , , ,

 

 

BlogBlogs Marcas: : , , , , ,

 







PSL-Brasil - Brasil terá ao menos 9 fabricantes de tablets - Software Livre

Viewed 121 times
 Go back to Empresas

http://www.gazetadopovo.com.br/midia_tmp/372--paulobernardo080716.jpgBrasília - O ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, disse ontem que nove empresas estão cadastradas para produzir tablets no Brasil, com os incentivos tributários proporcionados pela recente inclusão do equipamento na chamada “Lei do Bem”. Esses aparelhos foram equiparados aos computadores e, com isso, ganharam acesso a benefícios como a isenção de PIS e Cofins e a redução em 80% da cobrança do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI).

“Algumas empresas já começarão a produzir os tablets a partir de agosto. Tem uma concorrência acirrada entre elas [fabricantes]. E o equipamento, bastante ambicionado pelas pessoas, com certeza vai ter vendas compatíveis. A população está com poder aquisitivo bom e, com perdão da palavra, vai ‘bombar’ no fim do ano a venda de tablets. Com certeza isso vai ajudar a baratear o preço”, disse Bernardo, durante o programa de rádio “Bom Dia Ministro”, na sede da Empresa Brasil de Comunicação (EBC).

Entre as nove empresas que já têm seu processo de cadastro concluído ou bastante adiantado, está a Positivo Informática, de Curitiba. Outras seis companhias ainda aguardam a análise técnica para serem enquadradas nos incentivos da Lei do Bem (veja tabela).

Critérios

As empresas que têm interesse em produzir tablets no Brasil, utilizando benefícios fiscais, terão de seguir alguns critérios definidos pelo governo. Peças como baterias e gabinetes estão temporariamente dispensados da obrigação de serem produzidos no Brasil. As telas de cristal líquido, plasma ou outras tecnologias, poderão ser importadas até 31 de dezembro de 2013.

A placa-mãe é o único componente que deve ter 50% de nacionalização já em 2011. Em 2012, a exigência é que ela tenha 80% de produção nacional, e em 2013, 95% da fabricação deve feita no país.

Banda larga

Apesar de já ter admitido que o governo poderá subsidiar o acesso à banda larga para as pessoas que não puderem pagar R$ 35 mensais por um plano de 1 megabit por segundo (Mbps), o ministro das Comunicações afirmou que não existe uma meta para levar internet gratuita a essa população. Para o ministro, com o aumento da oferta de banda larga e da concorrência entre os provedores de acesso, além da ampliação da infraestrutura, a tendência é de um barateamento dos planos ao longo do tempo. “Em 2014 vamos ter um quadro de internet completamente diferente no Brasil, e as pessoas também vão querer uma velocidade maior”, completou.

Processos

Veja abaixo quais empresas pretendem fabricar tablets no Brasil:

Empresas com processos concluídos ou bastante adiantados:

Samsung

Positivo

Motorola

Envision

AIOX

Semp Toshiba

LG

MXT

Sanmina-SCI

Empresas que ainda aguardam análise técnica:

Itautec

Foxconn

Teikon Tecnologia

Compalead

Ilha Service

Leadership

* fonte: Gazeta do Povo


PSL-Brasil - Brasil terá ao menos 9 fabricantes de tablets - Software Livre

 



 

Technorati Marcas: : , , , , ,

 

 

BlogBlogs Marcas: : , , , , ,

 







PSL-Brasil - PLANEJAMENTO REALIZA WORKSHOP SOBRE WEB SEMÂNTICA - Software Livre

Viewed 118 times
 Go back to Governos

Brasília, 13/7/2011 - Servidores, gestores e coordenadores da área de Tecnologia da Informação dos órgãos públicos federais participam nesta quarta-feira, na Escola Nacional de Administração Pública (Enap), do 1 Workshop de Introdução à Engenharia de Ontologias e Web Semântica.

Atualmente, as iniciativas de governo eletrônico estão diante de um novo desafio: integrar e cruzar todas as informações por elas disponibilizadas na internet com outros conjuntos de dados de forma automática e simples. Em âmbito internacional, a maneira mais utilizada para atender essa necessidade é a interoperabilidade semântica, que usa a agregação de metadados aos dados compartilhados entre sistemas.

Para a implementação da interoperabilidade semântica, é necessário que se modelem as áreas de conhecimento dos dados que serão compartilhados. Essa modelagem, atualmente, é feita por meio do uso de ontologia - campo da informática que trata de conceitualizar de forma explícita e formal conceitos e restrições relacionados a certo domínio de interesses.

O objetivo do evento é apresentar conceitos e um breve histórico sobre ontologia, discutir o tema dentro das ciências da computação e informação; expor os benefícios e casos de sucesso do uso de ontologias; proporcionar que os gestores dos órgãos integrantes do Sistema de Administração dos Recursos de Informação e Informática (Sisp) troquem entre si informações e experiências, de modo a nivelar as opiniões sobre o uso de ontologias no atual cenário brasileiro de interoperabilidade.

O workshop é uma realização do Ministério do Planejamento, por meio da Secretaria de Logísitica e tecnologia da Informação (SLTI), em conjunto com o W3C Brasil e com o apoio da Enap.

Também participam do evento, servidores e autoridades do Sisp, lideranças e técnicos do W3C Escritório Brasil, além de cidadãos interessados no tema.

* fonte: Ministério do Planejamento


PSL-Brasil - PLANEJAMENTO REALIZA WORKSHOP SOBRE WEB SEMÂNTICA - Software Livre

 



 

Technorati Marcas: : , , , , ,

 

 

BlogBlogs Marcas: : , , , , ,

 







PSL-Brasil - Escolha o nome do mascote da Área SL da Campus Party! - Software Livre

Viewed 149 times
 Go back to Comunidade

Na Campus Party 2011 a comunidade da área SL começou a brincadeira de fazer um mascote para a área. Nossa designer de plantão, Akemy o desenhou e licenciou sob a Creative Commons By-NC-SA 3.0. (Veja versão SVG).

 

mascote_slcpbr.png

 

 

Regulamento do Concurso
  • Qualquer pessoa pode propor um nome;
  • As propostas somente serão aceitas como comentários desse artigo e devem destacar o nome proposto e uma breve historinha que justifique a proposta;
  • Serão aceitas até duas propostas de cada pessoa;
  • Somente serão aceitas propostas que incluam o Nome Completo do proponente juntamente com um email válido;
  • O último dia para envio de propostas é 29/07/2011;
  • O melhor nome/história será escolhido pelo Comitê Organizador;
  • O proponente do nome/história escolhido ganhará um ingresso para a Campus Party (sem barraca nem alimentação).

PSL-Brasil - Escolha o nome do mascote da Área SL da Campus Party! - Software Livre

 



 

Technorati Marcas: : , , , , ,

 

 

BlogBlogs Marcas: : , , , , ,

 







PSL-Brasil - Doode - Sua nova rede Linux de amigos - Software Livre

Viewed 205 times
 Go back to Comunidade

por Vitor Micillo Junior

Com a explosão das redes sociais, varias pessoas foram criando comunidades dentro das redes sobre o tema Linux, Linux vs Windows e por ai adiante, era um problema porque eu tinha que fazer meu cadastro em vários lugares para encontrar uma reposta, foi quando em 2010 eu tive uma ideia.

E se eu criar uma rede social dedicada ao LINUX ?

Mas que nome eu daria para essa rede ?

Muitas palavras passaram por minha cabeça, mas a melhor de todas foi Doode, que a pronuncia em inglês significa uma gíria dos surfistas americanos e do Havaí para amigo .

Os dois OO do "doo" juntos significam o símbolo do infinito ou o 8 deitado, que eu acredito que enquanto existirem pessoas no mundo que tenham os ideias de liberdade, estabilidade e conceito vão tornar o sistema operacional Linux eterno.

No dia 03 de julho de 2011 por volta das 03 da manha coloquei o Doode no ar, varias noites sem dormir, vários finais de semana para resolver problemas de programação e integração de vários scripts em PHP. Mas que no final resultou em um ótimo trabalho.

A rede é feita 100% com software livre que engloba: PHP, MySql, Python, Inkscape e Gimp.

Clique aqui e acesse o Doode ou aqui para se cadastrar.

Espero que gostem muito da rede, também espero que ela ajude muitas pessoas assim como fóruns e sites de Linux da vida me ajudarão a ter o conhecimento que tenho hoje.”

*** A Comunidade Linux Indaiatuba também está no Doode, venha compartilhar conhecimento com quem gosta de Software Livre.

[por Vitor Micillo Junior - Criador e idealizador do Doode]


PSL-Brasil - Doode - Sua nova rede Linux de amigos - Software Livre

 



 

Technorati Marcas: : , , , , ,

 

 

BlogBlogs Marcas: : , , , , ,

 







PSL-Brasil - Linux Magazine lança edição especial do Portal do SPB - Software Livre

Viewed 195 times
 Go back to Comunidade

Foi lançado durante a 12a edição do FISL, Fórum Internacional do Software Livre, em Porto Alegre a Linux Magazine Especial número 6, com o tema Portal do Software Público Brasileiro. A revista foi lançada pelo Ministro da Ciência e Tecnologia, Aloizio Mercadante.

O lançamento foi coordenado pelo Gerente de Inovações Tecnológicas da Secretaria de Logística e Tecnologia da Informação do Ministério do Planejamento, Corinto Meffe. Segundo ele, trata-se de "uma importante ferramenta para divulgar para a sociedade os esforços do governo no desenvolvimento de software a partir de investimento público".

A revista trás a análise completa de todas as ferramentas integrantes do Portal do Software Público, e diversas matérias sobre governo eletrônico, desenvolvimento de software no ambiente público, testes de qualidade e entrevistas. A edição ira chegar gratuitamente aos leitores junto com o número 82 da Linux Magazine.

A iniciativa conta também com o apoio do Ministério da Ciência e Tecnologia através do Centro de Tecnologia da Informação, unidade pesquisa do MCT. A  instituição é líder da iniciativa 5CQualiBr e do projeto "Modelo de Referência para o Software Público", cujos resultados são apresentados na revista. O projeto da edição especial da revista é suportado pela FINEP.

Fonte: Revista Linux Magazine on-line


PSL-Brasil - Linux Magazine lança edição especial do Portal do SPB - Software Livre

 



 

Technorati Marcas: : , , , , ,

 

 

BlogBlogs Marcas: : , , , , ,

 







PSL-Brasil - Saídas para evitar o apagão de mão de obra em TI - Software Livre

Viewed 163 times
 Go back to Empresas

http://files.cio.com.br/idgimages/ilustras_reutilizaveis_cio/manter%20equipes%20de%20TI.gde.jpgO mercado brasileiro de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) deverá crescer mais de 10% em 2011 e fechar o ano com faturamento acima de 182 bilhões de dólares, ante os 165,5 bilhões de dólares apurados em 2010, segundo dados da Associação Brasileira de Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação (Brasscom). Para alcançar esses patamares, o País precisa formar com urgência um contingente de profissionais qualificados para não correr o risco de enfrentar um apagão de mão de obra.

Preocupadas com o problema, empresas do setor público e privado estão buscando alternativas para reduzir a falta de talentos no País. Algumas delas criaram universidades corporativas para capacitar os profissionais de acordo com suas necessidades, já que reclamam que as faculdades não conseguem entregar mão de obra em linha com o que o mercado está pedindo.

Algumas estão repatriando profissionais que estavam fora do Brasil e contam até com apoio do Ministério de Ciência de Tecnologia (MCT), que criou um programa de incentivos para trazer de volta ao País cientistas brasileiros que resolveram seguir carreira no exterior. A presidente Dilma Rousseff sinalizou dar uma parcela de contribuição com a criação do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e ao Emprego (Pronatec), que tem a meta de capacitar 8 milhões de jovens até 2014. O projeto engloba um conjunto de ações com cursos que deverão ser ministrados pelas escolas técnicas profissionais estaduais e federais e o “Sistema S” (Sesi, Senai, Sesc e Senac).

Além dos cursos, a iniciativa amplia o alcance do Financiamento Estudantil (Fies), que passará a oferecer linha de crédito para formação profissional não apenas do ensino superior. Os do ensino médio vão poder buscar recursos para melhorar sua formação. Haverá também a opção de os estudantes fazerem cursos a distância por meio do sistema Escola Técnica Aberta do Brasil (e-TEC).

O Pronatec ainda está discussão na Câmara Federal, tramitando em regime de urgência. Os deputados prometem apreciação do projeto até o mês de agosto. Em caso de aprovação, seguirá para o Senado e depois para sansão presidencial. Seu objetivo é formar talentos de nível médio para preencher a base da pirâmide profissional com talentos que possam exercer atividades que não exigem tanto conhecimento. Hoje, é comum as empresas contratarem analistas com muitas qualificações para realizar tarefas menos nobres por causa da carência de especialistas. Esse problema acaba elevando os dos projetos, principalmente os de exportação.

Achar talentos qualificados em tecnologia no Brasil tornou-se uma operação de guerra para as companhias que dependem dessas pessoas para sustentar a expansão dos negócios. “Não há profissionais qualificados disponíveis no mercado. Os bons já estão empregados porque são diferenciados. Eles dominam as tecnologias e o inglês”, comenta o gerente-geral da Dasein Executive Search, David Braga. Sua empresa de headhunter tem sido bastante requisitada por companhias dos setores de telecom, finanças e manufatura para achar especialistas em TI.

As companhias estão buscando profissionais que conheçam tecnologia e business. Segundo o headhunter, os analistas de negócios e os especialistas em gestão empresarial (ERP) estão entre os mais disputados do mercado e mais bem pagos. De acordo com ele, os que dominam SAP chegam a receber propostas de grandes corporações para ganhar em torno de 20 mil reais, pois são pessoas que investiram muito em qualificação e desembolsaram pelo menos 30 mil reais em certificações, que atestam seu conhecimento no mercado.

“Encontrar um profissional desse disponível não é fácil. Eles estão blindados pelas empresas onde trabalham”, afirma o gerente geral da Daisen, que por vezes apela para o mercado internacional para achar profissionais que atendam ao perfil de seus clientes. Ele acha que o Brasil corre risco de enfrentar um apagão de mão de obra, mas apenas de especialistas seniors.

De acordo com Ruy Shiozawa, CEO do Great Place to Work® Brasil, as Melhores Empresas para Trabalhar em TI & Telecom são desejadas pelos profissionais mesmo quando eles ainda estão nos bancos das universidades. Elas sempre têm vagas e são procuradas pelos talentos, não apresentando indícios de apagão de TI.

Déficit profissional

Pelas estatísticas do Observatório Softex Sociedade Brasileira para Promoção da Exportação de Software, a indústria brasileira de TI emprega atualmente 600 mil pessoas. Porém, o déficit de mão de obra no setor aumenta ano a ano. Em 2010, havia uma carência de 75 mil profissionais e a previsão de entidades do segmento é de que esse número subirá para 92 mil pessoas em 2011. Elas estimam que até 2013 faltem aproximadamente 200 mil talentos no País.

Essa defasagem preocupa o presidente da Brasscom, Antonio Rego Gil, que de tempos em tempos vai até Brasília acompanhado de empresários do setor munidos de estudos para tentar sensibilizar as autoridades do governo federal para o problema. Em encontro recente com os ministros da Ciência e Tecnologia (MCT), Aloizio Mercadante; e das Comunicações, Paulo Bernardo; Gil voltou a reivindicar uma solução da administração de Dilma Rousseff para a falta de mão de obra em TI.

Gil argumenta que esse problema é um dos gargalos para a expansão da indústria brasileira de TI, que é a oitava do mercado mundial. Pelos seus cálculos, o setor cresce entre 11% e 14% ano, o dobro do Produto Interno Bruto (PIB). Sem somar os negócios de telecomunicações, esse segmento gerou receita de 85 bilhões de dólares em 2010, incluindo o faturamento com exportações que foi da ordem de 2,4 bilhões de dólares.

O Brasil tem a meta de chegar em 2020 com negócios totalizando 200 bilhões de dólares e pular da oitava posição do ranking mundial para o terceiro ou quarto lugar. Mas para alcançar essa meta, Gil afirma que o País precisa formar cerca de 750 mil novos profissionais qualificados e com conhecimento da língua inglesa. Entre esses, 450 mil serão apenas para atender o mercado interno e 300 mil para atividades de exportação.

Gargalo da mão de obra

Um dos problemas que contribuem para aumentar o déficit profissional no Brasil é a evasão escolar em cursos de tecnologia. Estudos da Brasscom apontaram que apenas 85 mil estudantes concluem os cursos superiores de educação tecnológica, o que representa em torno de 18% dos mais de 460 mil alunos que se matriculam nas universidades.

Um dos motivos para o grande índice de abandono dos cursos é a falta de perfil dos estudantes para tecnologia. O diretor de Educação e Recursos Humanos da Brasscom, Sérgio Sgobbi, menciona a baixa concorrência de alunos por vaga em cursos de graduação em tecnologia, que de acordo com o último senso do Ministério de Educação (MEC) de 2008 foi de 1,22. Isso segundo, o executivo facilita a aprovação dos candidatos, que nem sempre estão preparados para se adaptar e acompanhar os cursos de TI.

O professor Celso Poderoso, coordenador dos cursos de graduação da Fiap, avalia que o que afasta os jovens dos cursos de TI é a falta de informação sobre as profissões nessa área. “Muitos acham que para ser um profissional de TI precisa ser nerd e olham essa carreira com preconceito”, afirma. O professor constata que os alunos também acham que para entrar nesse mercado precisam ser experts em matemática. Ele afirma que algumas atividades se apoiam muita em lógica, mas que os estudantes não têm de ser mestres em números.

Para Celso Poderoso, cabe às escolas de ensino médio, principalmente as públicas, que não têm a cultura da informatização, desmistificar essa visão. É papel delas também orientar os alunos sobre as profissões de tecnologia e as oportunidades de emprego. Ele diz que os pais devem participar desse processo, mostrando as carreiras do futuro. “É comum as crianças serem preparadas desde pequenas para atuar em áreas como Medicina ou Direito, mas não observamos ninguém dizendo que o fi lho ou a fi lha será profissional de TI quando crescer”, reclama o professor da Fiap.

“Na Fiap todos os alunos saem com emprego garantido. A partir do segundo ano, eles já são recrutados para entrar no mercado de trabalho e com bons salários”, garante o coordenador da graduação. A faculdade tem cursos de TI em duas modalidades: graduação para tecnólogo (com dois anos de duração) e bacharelado em diversas áreas da TI (com duração entre quatro e cinco anos).

Anualmente, a instituição coloca no mercado 300 tecnólogos e 200 bacharéis em tecnologia com especialização em diversos ramos do setor. Como há falta de talentos, Celso Poderoso dá exemplo de um tecnólogo contratado no final do primeiro ano de curso para ganhar 4 mil reais em regime CLT para exercer o cargo de desenvolvedor de sistemas, o que ele considera um bom salário para quem está iniciando a carreira.

Um outro tecnólogo terminou o curso, de dois anos, exercendo o cargo de líder da equipe de desenvolvimento, com remuneração de 6,5 mil reais por mês. “Há muitas oportunidades de emprego no mercado para profissionais qualificados”, avalia Celso Poderoso. Entre os mais procurados pelas empresas estão os desenvolvedores de sistemas por causa da capacidade do Brasil para produção de software. Os grandes investimentos que o País está recebendo para implantação e ampliação de data centers, bem como os projetos de banda larga, também abriram mais vagas para os que têm domínio em rede.

O professor da Fiap menciona ainda que especialistas em banco de dados e em Business Intelligence (BI), são outros talentos bastante procurados pelas empresas. Com o crescimento dos dados corporativos, elas estão sendo pressionadas cada vez mais a ter dados gerenciais para a tomada de decisão.

Treinamento profissional

O diretor de Educação e Recursos Humanos da Brasscom, Sérgio Sgobbi, observa que os negócios estão cada vez mais dependentes da TI e que os usuários fi nais também estão consumindo mais esses recursos, obrigando as empresas a contratarem mais especialistas. O executivo diz que a área entretenimento está entre as mais quentes por causa do crescimento dos dispositivos móveis no Brasil. Entretanto, sua sofisticação exige muita qualificação.

O aumento das aplicações móveis criou oportunidades para especialistas em jogos, conectividade, interface de aplicações, modelagem de sistemas, desenvolvedores e sistemas operacionais. O fenômeno das redes sociais e cloud computing estão ajudando valorizar os talentos que têm domínio em segurança e comunicação. Essas novas tendências tecnológicas vão demandar mais especialistas, mas Sgobbi diz que as universidades ainda estão distantes dessa realidade do mercado. “Nuvem, por exemplo, é um assunto que está bombando em 2011 e os currículos ainda não abordam essa tecnologia”, afi rma ele. Na sua opinião, há uma defasagem entre o que é ensinado em sala de aula e o que as empresas estão pedindo.

Esse gap fez com que muitas empresas investissem em programas internos e universidades corporativas para capacitação de seus profissionais. Como é o caso da Telefônica, com a Universidade Telefônica; a Radix com a Universidade Corporativa; a Chemtech, com a Universidade Chemtech; a EMC, com a EMC University; e a CISS, com a Universidade CISS.

A Interadapt, prestadora de serviços de TI, que emprega 140 funcionários, criou uma “Incubadora de Talentos” para treinar os mais funcionários mais jovens. O CEO da Interadapt, Renato Ferreira, conta que 40% do time da empresa tem menos de 25 anos e chegam à companhia como pedra bruta. Eles não estão prontos ainda e a prestadora de serviços precisa capacitá-los de acordo com as necessidades dos negócios da empresa. Depois de qualificados, a companhia tem uma estratégia agressiva chamada “RH Estratégico”, para não os perder para a concorrência. O executivo avalia que esse tipo de ação ajudou a ter profissionais qualificados e a tornar a empresa mais atrativa para novos profissionais.

by Edileuza Soares

* fonte: CIO UOL


PSL-Brasil - Saídas para evitar o apagão de mão de obra em TI - Software Livre

 



 

Technorati Marcas: : , , , , ,

 

 

BlogBlogs Marcas: : , , , , ,

 







PSL-Brasil - PSL Brasil dispara, 15.024 usuários cadastrados e 819 comunidades ativas - Software Livre

Viewed 218 times
 Go back to Psl brasil

http://softwarelivre.org/image_uploads/0005/0297/psl-br_big.jpg?1302208344PSL Brasil dispara, 15.024 usuários cadastrados e 810 comunidades ativas.

Desde que surgiu o Linuxem 1991, o Software Livre vem conquistando novos usuários em todo o mundo.

No Brasil o Software Livre ganhou velocidade no início de 2.000. De lá para cá, o Software Livre e Código Aberto está presente no dia a dia de cada basileiro.

Às vezes criticamos o Software Livre mas, não paramos para analisar o quanto o usamos no nosso dia-a-dia.

Para ajudar as pessoas a fazer uma reflexão sobre uso de TI e principalmente sobre o Software Livre e Open Source em sua vida, segue algumas aspectos abaixo, provavelmente, você se encaixa em algumas ou em várias das situações listas:

Você possivelmente:
- Navega na Internet: praticamente tudo que tem na Internet é Software Livre, começando por HTML, PHP, Apache, etc

- Acho que você faz pesquisa no Google, pois é, praticamento tudo que ela faz e usa é Software Livre e Open Source.

- Você usa Wikipédia? claro que usa! Já usou alguma vez. É cara inteligente! Pois é, para sua informação o Wikipédia é totalmente em Software Livre e Open Source.

- Você usa Home Bank na Internet, Mais de 85% de dos Bancos usam software Livre.

- Você deve jogar na Mega-Sena, na esperança de ficar milionário. Pois é todos os computadores das Casas Lotéricas usam Software Livre.

- Você se alimenta, né! Faz compra em super e hipermercados. Pois é, Carrefour em todo o mundo usa Software Livre. Condor, Big, Walmater, Califórnia, Kusma, Mercadorama, etc.

- Você faz compras, lógico que sim! Pois é, Lojas Renner, Colombo, Americanas, Magazine Luiza, Casas Bahia, etc, Usam Software Livre.

- Você tem carro, abastece nos postos de combustível, claro que sim! Pois é, a Petrobras é um dos maiores usuário de Software Livre.

- Você viaja de avião! Já voou num boing, claro que sim! Pois é, a Boing é um dos maiores patrocinadores do Free Software e Open Source e ODF.

- Você usa produtos da Microsoft, claro que usa! Inclusive piratas! Isso é crime e você poderá ser preso! Você sabia? Claro que sabe! Pois é, Free Software e Open Source não é só bom mas excelente! Veja a fundação que a Microsoft criou http://codeplex.org

- Você é possivelmente um dos maiores usuários de Free Software e Open Source! Não Sabia? Pois é, quando navega na Internet, faz compras, se alimenta, anda de carro, vê TV, assiste filmes, se diverte, saca dinheiro no caixa eletrônico, etc.

- Você deve assistir filmes! Claro que sim! E, assistiu os filmes Shrek, Madagascar, Titanic, e muitos outros. Pois é, foram feitos em Software Livre.

- Você assiste novela, futebol, telejornal na Rede Globo, quase 100% de tudo que a Globo em TI é Software Livre. clique aqui...

- Você votou nas eleições! Claro que sim! Pois é, na máquina de votação o Software que tem nessas urnas eletrônicas é Software Livre!

- Todos os sites do Governo do Paraná, são quase 3.000, Foram feitos com software Livre, XOOPS. e, continuam sendo feitos em Software Livre.

- Você deve ter parentes, netos, sobrinhos, filhos de amigos que estudam nas escolas estaduais do Paraná. São 44.000 estações no Estado do Paraná. Pois é, tudo em Software Livre.

- Você possui RG emitido pelo Instituo de Identificação do Paraná! Pois é, foi feito com Software Livre.

- Você tem carros! claro que sim, deve ter mais de um! Na emissão do registro de carro e multas no Paraná, são usados Software Livre.

- Você tem CNH do Paraná! Pois é, foi todinho feito em Software Livre

- A Receita Federal lançará a emissão de CPF pela Internet. Será em Software Livre.

- Você já fez refeições no McDonald’s! Claro que sim! McDonald’s usa Software Livre! Não vomite, por favor!

- Você deve ter um blog? claro que sim! Pois é, deve ser Software Livre!

- Se você quiser saber tudo isso e muito mais sobre software Livre. Use o Google, Wikipédia e Internet. Eles são Software Livre!

- O uso de Software Livre é uma questão de Inteligência e sabedoria! Você é inteligente e sábio! E, usa muito Software Livre!

- Você é um grande usuários de Free Software e Open Source! Sabia?

* Seja Livre! use Software Livre e seja Feliz!

by Furusho, Vitorio


PSL-Brasil - PSL Brasil dispara, 15.024 usuários cadastrados e 819 comunidades ativas - Software Livre

 



 

Technorati Marcas: : , , , , ,

 

 

BlogBlogs Marcas: : , , , , ,